Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Resultados do tratamento cirúrqico dos tumores neuroendócrinos esporádicos do pâncreas (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FIGUEIRA, ESTELA REGINA RAMOS - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: PÂNCREAS; CARCINOMA NEUROENDÓCRINO; NEOPLASIAS PANCREÁTICAS; PANCREATECTOMIA; PROCEDIMENTOS CIRÚRGICOS ENDÓCRINOS
  • Language: Português
  • Abstract: Os tumores neuroendócrinos de pâncreas (TNEP) são tumores raros de apresentação bastante heterogênea devido aos seus vários subtipos. Apesar da existência de inúmeros fatores que determinam o prognóstico, o diagnóstico de malignidade muitas vezes é difícil. Além disso, o tratamento das lesões de potencial maligno incerto ainda é controverso. Portanto, novos estudos poderão contribuir para o desenvolvimento de critérios que melhor definam o prognóstico, determinando o tratamento de maior benefício para cada caso. O objetivo do estudo foi avaliar resultados e fatores prognósticos do tratamento cirúrgico dos TNEP. Método: Foram analisados retrospectivamente pacientes com diagnóstico de TNEP internados no Serviço de Cirurgia de Vias Biliares e Pâncreas do HCFMUSP/ICESP no período de 1978 a 2014. Foram coletados os dados dos prontuários médicos e os registros da base de dados eletrônica HCMED e Tazy- ICESP. Foram analisados os seguintes parâmetros: idade, gênero, peso, altura, Karnofsky, diagnóstico clínico e laboratorial, risco cirúrgico (ASA), comorbidades, data da cirurgia, tipo de cirurgia, complicações pós-operatórias, tratamentos pós- operatórios, recidiva da doença, data de alta hospitalar, data do óbito, dados do tumor (tamanho, mitoses, Ki-67, linfonodos, metástases a distância). Resultados: Foram incluídos no estudo 114 pacientes,33 com diagnóstico de tumor não funcionante (TNEP-NF), 70 com insulinomas (TNEP-I) e 11 com outros diagnósticos de tumor funcionante (TNEP-OF). Não houve diferença entre os gêneros, mas o grupo TNEP-NF apresentou significativamente maior idade, menor peso e menor IMC do que o TNEP-1. O grupo TNEP-I foi submetido a número significativamente maior de enucleações e menor de duodenopancreatectomias do que os demais grupos. Não houve diferenças nas complicações pós-operatórias entre os três grupos, mas o número de óbitos de 30 dias foi significativamente maior no grupo TNEP-NF. O grupo TNEP-I apresentou grau histológico do tumor significativamente menor, menor diâmetro do tumor e menor estádio TNM do que os demais grupos. O grupo TNEP-I apresentou número de pacientes com recidiva do tumor significativamente menor que os demais grupos. A sobrevida livre de doença foi de 86% no grupo TNEP-I; 60%, no TNEP-OF; e 18%, no TNEP-NF. Na análise univariada, gênero, peso, IMC, ASA, diagnóstico do tumor, grau histológico e diâmetro do tumor foram possíveis fatores prognósticos de recidiva da doença. Na análise multivariada, diagnóstico do TNEP e IMC foram fatores prognósticos independentes de recidiva. Conclusões: Pacientes com TNEP-NF apresentam maior incidência de óbito no pós-operatório precoce. Pacientes com TNEP-I apresentam menor malignidade do tumor. O tipo do TNEP e o IMC são fatores prognósticos independentes de recidiva da doença.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.11.2015

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2756370-10W4.DB8^SP.USP^FM-3^F481re^2015
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FIGUEIRA, Estela Regina Ramos. Resultados do tratamento cirúrqico dos tumores neuroendócrinos esporádicos do pâncreas. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.
    • APA

      Figueira, E. R. R. (2015). Resultados do tratamento cirúrqico dos tumores neuroendócrinos esporádicos do pâncreas. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Figueira ERR. Resultados do tratamento cirúrqico dos tumores neuroendócrinos esporádicos do pâncreas. 2015 ;
    • Vancouver

      Figueira ERR. Resultados do tratamento cirúrqico dos tumores neuroendócrinos esporádicos do pâncreas. 2015 ;