Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeitos renais e cardiovasculares do GLP-1 e da dipeptidil peptidase IV: abordagem molecular, fisiológica e translacional (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GIRARDI, ADRIANA CASTELLO COSTA - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: TÚBULOS RENAIS PROXIMAIS; HIPERTENSÃO; INSUFICIÊNCIA CARDÍACA
  • Language: Português
  • Abstract: A história do efeito incretina teve início no começo do século 20 e, desde então, o interesse científico e clínico em torno deste fenômeno fisiológico vem aumentando como o tempo. O primeiro hormônio incretina foi isolado e sequenciado a partir de extratos de mucosa intestinal de porcos e inicialmente denominado polipeptídeo inibidor gástrico (GIP), com base na sua capacidade de inibir a secreção gástrica em cães (7). Estudos subsequentes demonstraram que o GIP poderia também estimular a secreção de insulina em animais e em seres humanos (8).
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.12.2015

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2756749-10W4.DB8^SP.USP^FM-3^G434m^2015
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GIRARDI, Adriana Castello Costa. Efeitos renais e cardiovasculares do GLP-1 e da dipeptidil peptidase IV: abordagem molecular, fisiológica e translacional. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015.
    • APA

      Girardi, A. C. C. (2015). Efeitos renais e cardiovasculares do GLP-1 e da dipeptidil peptidase IV: abordagem molecular, fisiológica e translacional. Universidade de São Paulo, São Paulo.
    • NLM

      Girardi ACC. Efeitos renais e cardiovasculares do GLP-1 e da dipeptidil peptidase IV: abordagem molecular, fisiológica e translacional. 2015 ;
    • Vancouver

      Girardi ACC. Efeitos renais e cardiovasculares do GLP-1 e da dipeptidil peptidase IV: abordagem molecular, fisiológica e translacional. 2015 ;