Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Contribuições ao processo de tomada de decisão estratégica a partir dos conhecimentos da neurociência cognitiva (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PORTO, MARIA CECILIA GALANTE - FEA
  • USP Schools: FEA
  • Subjects: TOMADA DE DECISÃO; ADMINISTRAÇÃO ESTRATÉGICA
  • Keywords: Cognitive neuroscience; Decision neuroscience; Gestão estratégica; Neurociência cognitiva; Neurociência da decisão; Organizational neuroscience; Processo decisório estratégico; Strategic decision making; Strategic decision process; Strategic management; Tomada de decisão estratégica
  • Language: Português
  • Abstract: Avanços recentes no tema de fronteira que exerce fascínio e curiosidade - a Neurociência - vêm explicitando conceitos sofisticados sobre um assunto emergente na Administração: o aumento do conhecimento na área da Neurociência Cognitiva e suas contribuições para a área de tomada de decisão. À luz desses avanços, a presente pesquisa possui natureza exploratória, cuja proposta contribui para integrar os conhecimentos em Neurociência Cognitiva e tomada de decisão estratégica em administração, sob a ótica comportamental. O objetivo principal do estudo foi propor contribuições ao processo de tomada de decisão estratégica a partir dos conhecimentos da Neurociência Cognitiva. Utilizou-se o método da revisão em profundidade da literatura, com o objetivo de apoiar a análise do conteúdo nas dimensões-alvo do estudo: processo de tomada de decisão estratégica, pensamento estratégico sob a ótica da racionalidade limitada, Neurociência Cognitiva e neurociência da decisão. As contribuições obtidas estão alicerçadas em três vertentes: (1) contribuições para a pesquisa, (2) contribuições para as práticas de gestão e (3) contribuições para a didática e ensino. Na perspectiva da pesquisa, a Neurociência Cognitiva possibilita evidências confirmatórias sobre fatores subjetivos, sobretudo os emocionais, que guiam o comportamento do decisor durante as fases do processo decisório, mediante o fornecimento de metodologias para testar teorias e novos conceitos. Na perspectiva das contribuições para agestão, a ampliação da consciência dos gestores sobre as emoções, heurísticas e vieses presentes no processo decisório estratégico permite: (a) o alinhamento de expectativas sobre os resultados da decisão estratégica; (b) estimular as atitudes da liderança para uma postura mais protagonista no decorrer do processo, resultando em maior inovação nas práticas de gestão; (c) o reconhecimento da intuição associada à criatividade como competência importante para a decisão estratégica, assegurando maior precisão sobre o futuro da decisão; (d) o aceite das heurísticas da mente, possibilitando simplicidade, facilitando o entendimento de todos os envolvidos e gerando transparência no processo decisório; (e) considerar os objetivos individuais dos decisores não declarados no nível da organização, otimizando a implementação do plano estratégico; (f) o fornecimento de informações sobre a política nas decisões estratégicas, mediante a aplicação de técnicas neurocientíficas que possam trazer maior conhecimento sobre o peso da evidência na tomada de decisão estratégica. Há de se considerar, ainda, que o reforço da aprendizagem, acarretando possíveis mudanças biológicas nas sinapses cerebrais, contribui para o exercício do pensamento estratégico e, consequentemente, maior precisão nas decisões futuras. A incorporação da abordagem neurocientífica na didática do ensino sobre tomada de decisão estratégica contribui para: (a) preparo do aluno afim de superar fatores de ordem cognitiva no nívelindividual e em grupo que encontrarão no processo decisório estratégico; (b) facilitação do embasamento das constatações da teoria de decisão comportamental; (c) reforço da aprendizagem, sugerindo-se a inserção das técnicas de cenários e a análise ambiental com vistas à prática de avaliações prévias sobre eventos incertos que possam afetar o processo decisório estratégico; (d) incorporação do ensino de decisão das competências analíticas e intuitivas encontradas, por exemplo, nos cursos de criatividade e inovação, alinhando-se as técnicas formais de ensino com a prática da gestão. Além da relevância dos pontos citados, a pesquisa da temática é inédita, o que possibilita uma nova abordagem de pesquisas em decisão estratégica que incorpore as contribuições da Neurociência Cognitiva
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.10.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FEA2757120-10T658.403 P839c
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PORTO, Maria Cecilia Galante; ALMEIDA, Martinho Isnard Ribeiro de; BOGGIO, Paulo Sérgio. Contribuições ao processo de tomada de decisão estratégica a partir dos conhecimentos da neurociência cognitiva. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-27042016-113530/ >.
    • APA

      Porto, M. C. G., Almeida, M. I. R. de, & Boggio, P. S. (2015). Contribuições ao processo de tomada de decisão estratégica a partir dos conhecimentos da neurociência cognitiva. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-27042016-113530/
    • NLM

      Porto MCG, Almeida MIR de, Boggio PS. Contribuições ao processo de tomada de decisão estratégica a partir dos conhecimentos da neurociência cognitiva [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-27042016-113530/
    • Vancouver

      Porto MCG, Almeida MIR de, Boggio PS. Contribuições ao processo de tomada de decisão estratégica a partir dos conhecimentos da neurociência cognitiva [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/12/12139/tde-27042016-113530/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: