Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A formação do pesquisa-dor: do enigma ao sinthoma (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: RIBEIRO, MARIANA APARECIDA DE OLIVEIRA - FE
  • USP Schools: FE
  • Subjects: OBJETO (PESQUISA); ESCRITA; PSICANÁLISE; EDUCAÇÃO
  • Keywords: Educação; Education; Escrita; Formação de pesquisadores; Objeto de pesquisa; Psicanálise; Psychoanalysis; Real; Real; Research object; Researchers development; Writing
  • Language: Português
  • Abstract: Tomamos a constituição de um objeto de pesquisa como objeto alvo de nosso estudo. Nosso objetivo foi investigar as possíveis correlações entre a constituição de um objeto de pesquisa e aquilo que, para um pesquisador, permaneceu como não simbolizado, como um enigma que o move e ao qual ele sempre retorna. Para tanto, buscamos responder às seguintes perguntas de pesquisa: 1) Em que medida é possível afirmar que a escrita de um relatório de pesquisa pode funcionar como vetor para tratar enigmas ainda não solucionados? e 2) Considerando o cotejamento das versões de textos de um informante, o que se pode afirmar a respeito da correlação entre suas tentativas de vir a inventar um estilo singular e a constituição de um objeto de pesquisa? O corpus foi constituído de 1134 manuscritos doados por três informantes, nomeadas como Bridget, Cristina e Louise. O material que compõe o corpus é bastante diverso, sendo composto de versões de capítulos de textos acadêmicos (dissertações e tese), resenhas teóricas, anotações, e-mails, trabalhos de disciplina etc. que foram utilizados (e que testemunham o) no percurso de escrita das informantes. Faz parte do banco de dados do projeto coletivo Movimentos do Escrito, do Grupo de Estudos e Pesquisa Produção Escrita e Psicanálise GEPPEP. Utilizamo-nos de um referencial teórico advindo da Educação, da Psicanálise e da Linguística, a partir do qual nos propusemos a discutir a relação que os sujeitos estabelecem com seus objetos (de gozo, amor epesquisa) e como lidam com o Real (LACAN, 1972-1973). Trabalhar para constituir um objeto de pesquisa pode ter efeitos estruturantes sobre quem realiza esse ato. Oferece a possibilidade de construção de uma nova forma de colocar-se no mundo. Sendo uma satisfação em si, a conquista da constituição de um objeto de pesquisa pode oferecer um modo de proteger alguém do sofrimento psíquico gerado pela impossibilidade de simbolização do trauma do encontro com a sexualidade. Pode ser um modo de lidar com um questionamento insolúvel (um enigma). A constituição de um objeto de pesquisa é uma metáfora e metonímia dos primeiros objetos de amor de uma pessoa, apontando para a constituição de um sinthoma, na acepção de Jacques Lacan. Nessa direção, haveria pelo menos dois caminhos predominantes: um que busca tamponar o Real, seria aquele encontrado por quem busca defesas, como os sonhos e as fantasias; e outro por quem tenta incluir o Real. Trata-se do caminho escolhido por aqueles que buscam formular um sinthoma, inscrever seu nome pela constituição de um objeto de pesquisa, por exemplo. Por meio da análise das versões de textos das informantes, sobretudo, na parte do trabalho dedicado à análise de dados, pudemos constatar que as três terminaram a redação de seus relatórios de pesquisa antes de ter conseguido constituir seus objetos de pesquisa como tal. Isso porque, ao realizar suas análises, tiveram dificuldade de se despir de um imaginário do que seja o texto, bem como de superar omedo de se fazer objeto do outro
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.10.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FE2757931-10T 37.046 R484f
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      RIBEIRO, Mariana Aparecida de Oliveira; RIOLFI, Claudia Rosa. A formação do pesquisa-dor: do enigma ao sinthoma. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-09032016-102326/ >.
    • APA

      Ribeiro, M. A. de O., & Riolfi, C. R. (2015). A formação do pesquisa-dor: do enigma ao sinthoma. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-09032016-102326/
    • NLM

      Ribeiro MA de O, Riolfi CR. A formação do pesquisa-dor: do enigma ao sinthoma [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-09032016-102326/
    • Vancouver

      Ribeiro MA de O, Riolfi CR. A formação do pesquisa-dor: do enigma ao sinthoma [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/48/48134/tde-09032016-102326/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: