Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Influência da umidade na penetração, resistência de união à dentina radicular bovina e tipo de falha de união de cimentos endodônticos: análise por meio de microscópio confocal de varredura a laser e teste mecânico push-out (2016)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PIAZZA, BRUNO - FOB
  • USP Schools: FOB
  • Sigla do Departamento: BAD
  • Subjects: OBTURAÇÃO DO CANAL RADICULAR; MICROSCOPIA CONFOCAL
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar a influência da umidade na penetração, resistência de união e tipo de falha de união de cimentos endodônticos junto às paredes de canais radicular por meio de microscopia confocal de varredura a laser e teste mecânico push-out. Foram utilizados 120 dentes bovinos unirradiculados, previamente selecionados raízes retas e com ausência de grandes achatamentos. As coroas foram removidas, com a finalidade de padronizar os espécimes em 16 mm de comprimento. A extensão de trabalho foi estabelecida 1 mm aquém do forame. Inicialmente os canais foram explorados com lima tipo K 70 e instrumentadas até a lima tipo K110 e a irrigação foi realizada com 2 mL de NaOCl a 2,5% a cada troca de instrumento. Ao final, foram aplicados 2 mL de EDTA por 3 minutos e a irrigação final foi feita com soro fisiológico. Em seguida, as raízes foram divididas, aleatoriamente, em 8 grupos de acordo com o cimento obturador. As técnicas e presença ou não de umidade (n=15): G1: AH/CLSU (cimento AH Plus/condensação lateral sem umidade); G2: AH/CLCU (cimento AH Plus/condensação lateral com umidade); G3: AH/TPSU (cimento AH Plus/termoplastificadora sem umidade); G4: AH/TPCU (cimento AH Plus/termoplastificadora com umidade); G5: FA/CLSU (cimento FillApex/condensação lateral sem umidade); G6: FA/CLCU (cimento FillApex/condensação com umidade); G7: FA/TPSU (cimento FillApex/termoplastificadora sem umidade); G8: FA/TPCU (cimento FillApex/termoplastificadora com umidade). Depois de obturados, os canais foram armazenados em umidade por 72 horas. As raízes foram seccionadas transversalmente a 2, 4 e 6 mm do forame e analisadas em microscopia confocal de varredura à laser (540 a 590 nm), para avaliação da penetração dos cimentos nos túbulos dentinários e, posteriormente, submetidos ao teste de push-out. Além disso, foram avaliados os tipos de falhas (adesiva, coesiva ou mista) por meiode estereomicroscópio em aumento de 40x. Os dados foram submetidos aos testes estatísticos de D’agostino e Pearson para a verificação de distribuição normal. Foi aplicado o teste de Kruskal – Wallis e Dunn para ambos os testes, com nível de significância de α 5% (p=0,05). Os resultados permitiram observar que, com relação à penetração, o cimento MTA Fillapex apresentou maiores valores que o cimento AH Plus, considerando as técnicas obturadoras. Pode–se observar maior penetração quando foi empregada a técnica da condensação lateral. Com relação à resistência de união, observou-se que o cimento AH Plus proporcionou valores superiores. A condensação lateral ativa mostrou melhores resultados quando utilizado o AH Plus. O cimento MTA Fillapex proporcionou melhores resultados quando empregada à técnica termoplastificadora. Por fim, com relação ao tipo de falha de união, os resultados permitiram deduzir que não houve diferença estatística significante entre os cimentos e técnicas utilizadas. Concluiu-se que a resistência de união e profundidade de penetração pode ser influenciada pela técnica obturadora, cimento utilizado e presença ou ausência do fator umidade. O cimento AH Plus apresentou maiores valores quanto à resistência de união, e menores valores de penetração intratubular. O cimento MTA fillapex apresentou maiores valores de penetração, e menores valores com relação à resistência de união.
  • Imprenta:
    • Place of publication: Bauru
    • Date published: 2016
  • Data da defesa: 13.05.2016

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FOB2776368-10P577i
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PIAZZA, Bruno; VIVAN, Rodrigo Ricci. Influência da umidade na penetração, resistência de união à dentina radicular bovina e tipo de falha de união de cimentos endodônticos: análise por meio de microscópio confocal de varredura a laser e teste mecânico push-out. 2016.Universidade de São Paulo, Bauru, 2016.
    • APA

      Piazza, B., & Vivan, R. R. (2016). Influência da umidade na penetração, resistência de união à dentina radicular bovina e tipo de falha de união de cimentos endodônticos: análise por meio de microscópio confocal de varredura a laser e teste mecânico push-out. Universidade de São Paulo, Bauru.
    • NLM

      Piazza B, Vivan RR. Influência da umidade na penetração, resistência de união à dentina radicular bovina e tipo de falha de união de cimentos endodônticos: análise por meio de microscópio confocal de varredura a laser e teste mecânico push-out. 2016 ;
    • Vancouver

      Piazza B, Vivan RR. Influência da umidade na penetração, resistência de união à dentina radicular bovina e tipo de falha de união de cimentos endodônticos: análise por meio de microscópio confocal de varredura a laser e teste mecânico push-out. 2016 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019