Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

O debate sobre a industrialização da arquitetura na FAUUSP durante as décadas de 1950 e 1960 (2016)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GASPAR, NATALIA MARIA - FAU
  • USP Schools: FAU
  • Sigla do Departamento: AUP
  • Subjects: ARQUITETURA MODERNA; HISTÓRIA DA ARQUITETURA; DESIGN; PROJETO DE ARQUITETURA; INDUSTRIALIZAÇÃO DA CONSTRUÇÃO; SISTEMAS E PROCESSOS CONSTRUTIVOS
  • Keywords: INDUSTRIALIZAÇÃO DA ARQUITETURA
  • Language: Português
  • Abstract: Com o intuito de estudar a industrialização da arquitetura nas décadas de 1950 e 1960, definimos como objeto de estudo a FAUUSP e o que era debatido por sua comunidade, professores e estudante, sobre o tema durante os anos que vão desde sua fundação em 1948 até 1970. Por meio da Reforma Curricular de 1962, que marcou o amadurecimento da proposta do ensino de arquitetura orientado pelo movimento moderno, e estimulados pelo período desenvolvimentista por que passava o Brasil no final dos anos 1950, a comunidade docente implantou um Sequência de Disciplinas de Desenho Industrial que resultou, ainda que numa proposta legítima, na formação de profissionais da arquitetura com perfil para o trabalho na indústria de bens de consumo. Por comparação, e entendendo que a industrialização da arquitetura é um importante componente da origem da arquitetura moderna, desejamos compreender se o desenho industrial, da mesma maneira, havia penetrado também no ensino de projeto de arquitetura. Portanto, as disciplinas de projeto de arquitetura incorporaram essas ideias depois da reforma, até o final dos anos 1960? Se sim, como o desenho industrial para a produção de componentes e sistemas construtivos de arquitetura era trabalhado em sala? Havia ainda um imaginário sobre a industrialização da arquitetura, latente nas revistas e nas memórias de viagem, incentivado principalmente pelos esforços de reconstrução do pós-guerra. A imagem do grande painel de concreto, içado por grua, representando um canteiro mecanizado e avançado (ou pouco precário) era um paradigma a ser alcançado. Ao mesmo tempo, os mesmos docentes da escola debatiam nas instituições da categoria, como o IAB, nos congressos brasileiros de arquitetos e nas revistas a necessidade de industrializar a arquitetura para a produção de habitação. Parecia que a industrialização da arquitetura, a ser alcançada pela ação (Continua)(Continuação) político-profissional do arquiteto no desenvolvimento nacional, ainda estava longe de se concretizar.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.06.2016

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FAUPG20300019131043:72.036 G249d
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GASPAR, Natália Maria; FONSECA DE CAMPOS, Paulo Eduardo. O debate sobre a industrialização da arquitetura na FAUUSP durante as décadas de 1950 e 1960. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16134/tde-20122016-150512/pt-br.php >.
    • APA

      Gaspar, N. M., & Fonseca de Campos, P. E. (2016). O debate sobre a industrialização da arquitetura na FAUUSP durante as décadas de 1950 e 1960. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16134/tde-20122016-150512/pt-br.php
    • NLM

      Gaspar NM, Fonseca de Campos PE. O debate sobre a industrialização da arquitetura na FAUUSP durante as décadas de 1950 e 1960 [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16134/tde-20122016-150512/pt-br.php
    • Vancouver

      Gaspar NM, Fonseca de Campos PE. O debate sobre a industrialização da arquitetura na FAUUSP durante as décadas de 1950 e 1960 [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/16/16134/tde-20122016-150512/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019