Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação in vitro do efeito de diferentes processos de alisamento químico/térmico na fibra capilar (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: Sá DIAS, TANIA CRISTINA DE - FCF
  • USP Schools: FCF
  • Subjects: CABELO; COSMÉTICOS
  • Language: Português
  • Abstract: A aparência dos cabelos é de fundamental importância na sociedade atual. Estando em moda, cabelos mais lisos e com menos volume, os consumidores que antes os alisavam com produtos químicos e força mecânica, passaram a utilizar um tratamento térmico, além do secador de cabelos: as piastras ("chapinhas") que atuam em valores de temperatura ao redor de 230°C. Esse procedimento ocasiona além dos danos mecânicos e químicos também dano térmico, tornando os cabelos ainda mais fragilizados. O escopo deste estudo foi avaliar o dano na fibra capilar, de amostras não tratadas e nas que receberam aplicação de alisantes/relaxantes tradicionais e alternativos. O estudo foi dividido em cinco capítulos que avaliam: aplicação dos alisantes/relaxantes com ingredientes ativos distintos; danos mecânicos, perda Protéica; análise térmica e microscopia eletrônica de varredura. As amostras de cabelo utilizadas em todos os estudos foram tratadas como descrito no primeiro capítulo. Foram aplicados produtos comerciais contendo os seguintes ingredientes ativos: Hidróxido de Sódio, Tioglicolato de Amônio, Hidróxido de Guanidina (reação de hidróxido de cálcio com carbonato de guanidina), formaldeído e ácido glioxílico isolado e em combinação com carbocisteína. O uso de formaldeído e ácido glioxilico em formulações de alisantes/relaxantes está proibido pela Agência Nacional de Vigilância Sanitária. Todos os produtos aplicados alisaram os cabelos; os procedimentos que utilizaram a piastra tornaram os fios mais lisos. Os alisantes/relaxantes à base de ácido glioxilico e formaldeído reduziram de forma expressiva a tensão de ruptura dos cabelos tornando-os mais frágeis. A maior perda protéica foi observada na amostra tratada com carbocisteína (1,74 mg/g cabelo). Nos estudos de análise térmica, na fase de desidratação a amostra tratada com carbocisteína apresentou maior perda demassa (15,17%); na fase de denaturação da proteína, a tratada com hidróxido de sódio (51,06%); e na fase de eliminação do material carbonáceo, todas as amostras apresentaram perda de massa maior que a amostra não tratada; as menores temperaturas de pico foram as das amostras sem tratamento alisante (630°C) e ácido glioxílico (640°C). Observando-se as imagens de microscopia eletrônica nota-se modificação nas bordas das cutículas das amostras indicando que sofreram agressão; o hidróxido de guanidina deixou adicionalmente resíduo; as amostras tratadas com ácido glioxílico e formaldeído apresentaram a formação de filme superficial como um "envelopamento" da fibra. Os resultados sugerem que não há predominância de um procedimento mais danoso que os demais; porém os que utilizaram a piastra (alisamentos/relaxamento ácidos) acentuaram os danos
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.04.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    CQ30100022209-FT668.55 S125a
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SÁ DIAS, Tania Cristina de; VELASCO, Maria Valeria Robles. Avaliação in vitro do efeito de diferentes processos de alisamento químico/térmico na fibra capilar. 2015.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-07122016-111738/ >.
    • APA

      Sá Dias, T. C. de, & Velasco, M. V. R. (2015). Avaliação in vitro do efeito de diferentes processos de alisamento químico/térmico na fibra capilar. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-07122016-111738/
    • NLM

      Sá Dias TC de, Velasco MVR. Avaliação in vitro do efeito de diferentes processos de alisamento químico/térmico na fibra capilar [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-07122016-111738/
    • Vancouver

      Sá Dias TC de, Velasco MVR. Avaliação in vitro do efeito de diferentes processos de alisamento químico/térmico na fibra capilar [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9139/tde-07122016-111738/