Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Sull'Oceano: uma travessia de emigrantes italianos (2016)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MARCOLINI, ADRIANA - FFLCH
  • USP Schools: FFLCH
  • Sigla do Departamento: FLM
  • Subjects: EMIGRAÇÃO; IMIGRAÇÃO ITALIANA; LITERATURA ITALIANA
  • Language: Português
  • Abstract: Considerado o primeiro romance da emigração italiana, SullOceano, de Edmondo De Amicis (1846-1908), foi lançado em 1889 pelo editor Treves, de Milão, e obteve grande sucesso editorial na Itália. Toda a narrativa se passa a bordo do navio em que o autor viajou de Gênova, na Itália, a Buenos Aires, na Argentina, em 1884. A embarcação levava na terceira classe 1.600 emigrantes italianos com destino à Argentina (uma minoria tinha como meta o Uruguai). Também transportava 50 passageiros na primeira classe e 20 na segunda além de cerca de 200 tripulantes. O livro é um microcosmo da sociedade italiana da época. A Itália era então um país recém-nascido, cuja unificação só havia se concretizado em 1861, após um longo processo conhecido como Risorgimento. A unificação da Itália, no entanto, foi acompanhada de uma contradição: o êxodo massivo de cidadãos que ficaram marginalizados. A emigração ficou marcada como uma cicatriz resultante deste penoso parto que deu nascimento ao país. SullOceano mostra como essa cicatriz se manifestava a bordo daquele navio de emigrantes: alguns sentiam desprezo pela pátria, outros desconfiança, raiva ou rancor por serem praticamente obrigados a abandonar a terra natal. Apesar de que a Itália tivesse se tornado um país em 1861, o mosaico de dialetos a bordo revela que, em 1884, a nação italiana ainda não existia. Os emigrantes, vindos de diferentes regiões, não se entendiam entre si. De Amicis utiliza os dialetos com maestria e confere sabor ao texto. Oromance mostrou à elite italiana as péssimas condições da viagem dos emigrantes e emitiu um alerta para as autoridades, que em 1901 estabeleceram uma série de normas a serem obedecidas pelos navios. Apesar da importância de SullOceano, e do sucesso editorial alcançado à época do lançamento, o livro é hoje praticamente desconhecido na Itália. Esta tese apresenta De Amicis e sua vasta obra, analisa SullOceano e aponta as razões para explicar o esquecimento do romance junto ao público leitor italiano. O trabalho também tece um panorama sobre a literatura da emigração italiana entre as décadas de 1880 e 1930.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.11.2016

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FFLCH20900178120T MARCOLINI, ADRIANA 2017
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARCOLINI, Adriana; DIAS, Mauricio Santana. Sull'Oceano: uma travessia de emigrantes italianos. 2016.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2016. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8148/tde-08022017-132707/ >.
    • APA

      Marcolini, A., & Dias, M. S. (2016). Sull'Oceano: uma travessia de emigrantes italianos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8148/tde-08022017-132707/
    • NLM

      Marcolini A, Dias MS. Sull'Oceano: uma travessia de emigrantes italianos [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8148/tde-08022017-132707/
    • Vancouver

      Marcolini A, Dias MS. Sull'Oceano: uma travessia de emigrantes italianos [Internet]. 2016 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/8/8148/tde-08022017-132707/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019