Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Exequibilidade e definição de intervalos de referência para variaveis ecocardiográficas convencionais e de deformação miocárdica pelo método de rastreamento de pontos em hamsters sírios adultos (2016)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARROS FILHO, ANTONIO CARLOS LEITE DE - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RCM
  • Subjects: ECOCARDIOGRAFIA; HAMSTERS; MODELOS ANIMAIS
  • Language: Português
  • Abstract: O hamster sério é utilizado como modelo experimental que permite explorar aspectos fisiopatológicos e avaliar a resposta terapêutica em diversas cardiopatias, algumas delas não tão bem reproduzidas em ratos. A avaliação cardiológica inclui a observação de aspectos fisiológicos e hemodinamicos, assim como a utilização de exames complementares para análise estrutural e funcional cardíaca in vivo. Dentre esses exames destaca-se a ecocardiografia, que possibilita a avaliação da estrutura e função com elevada acurácia. Uma das formas de análise da função sistólico é por meio do cálculo da fração de ejeção do ventrículo esquerdo (FEVE), que leva em consideração os volumes estimados diastólico final e sistólico final do ventrículo esquerdo. Outro importante parâmetro de análise de função sistólico é a avaliação da deformação miocárdica. Os índices de deformação miocárdica podem ser obtidas utilizando o método de rastreamento de pontos. No entanto, até o presente momento, não existem dados a respeito de valores de referência a serem utilizados para a deformação miocárdios em hamsters. Diante disso, o presente estudo teve como objetivo definir a exequibilidade, os intervalos de referência e a variabilidade de parâmetros derivados da ecocardiografia convencional e da técnica de rastreamento de pontos em hamsters sírios adultos. Métodos: Foram incluidos no estudo 135 hamsters sírios fêmeas, anestesiados com ketamina/xilazina e submetidos à ecocardiografia em aparelho dedicado a pequenas animais, Vevo2 2100 utilizando transdutor linear de 30 MHz. Resultados: A exequibilidade da realização das medidas de ecocardiografia convencional foi superior a 93%. A análise da deformação endocárdica apresentou exequibilidade de 84% no eixo longo e, de 80% no eixo curto. A avaliação da deformação epicárdica nos eixos longo e curto apresentou baixa exequibilidade(42% e 62%, respectivamente). A FEVE pelo modo M, obtida no eixo longo, foi significativamente superior à obtida pelos métodos de área comprimento e de rastreamento de pontos (59,0_5,8; 53,8+4,7; 46,3_5,7; p
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 02.02.2016

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200068704Barros Filho, Antonio Carlos Leite
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARROS FILHO, Antonio Carlos Leite de; ROMANO, Minna Moreira Dias. Exequibilidade e definição de intervalos de referência para variaveis ecocardiográficas convencionais e de deformação miocárdica pelo método de rastreamento de pontos em hamsters sírios adultos. 2016.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2016.
    • APA

      Barros Filho, A. C. L. de, & Romano, M. M. D. (2016). Exequibilidade e definição de intervalos de referência para variaveis ecocardiográficas convencionais e de deformação miocárdica pelo método de rastreamento de pontos em hamsters sírios adultos. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Barros Filho ACL de, Romano MMD. Exequibilidade e definição de intervalos de referência para variaveis ecocardiográficas convencionais e de deformação miocárdica pelo método de rastreamento de pontos em hamsters sírios adultos. 2016 ;
    • Vancouver

      Barros Filho ACL de, Romano MMD. Exequibilidade e definição de intervalos de referência para variaveis ecocardiográficas convencionais e de deformação miocárdica pelo método de rastreamento de pontos em hamsters sírios adultos. 2016 ;