Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Metrics


Metrics:

Pré-sal e Petrobras além dos discursos e mitos: disputas, riscos e desafios (2016)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SAUER, ILDO LUÍS - IEE
  • USP Schools: IEE
  • DOI: 10.1590/s0103-40142016.30880014
  • Subjects: PETRÓLEO; PRÉ-SAL
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho examina os desafios e possibilidades do pré-sal e o papel da Petrobras, no sentido de conciliar as expectativas geradas quanto ao seu potencial de transformação social no Brasil. Para tanto, parte do exame dos processos que a apropriação social da energia cumpriu nas revoluções sociais da Humanidade. Em seguida, examina as condições e os processos que conduziram à hegemonia do petróleo em face das demais alternativas energéticas e analisa as consequências vinculadas a este desdobramento. No campo geopolítico e econômico são revisadas as contradições e interesses antagônicos em torno da disputa pelo controle do acesso aos recursos petrolíferos e pela apropriação da renda petroleira. Dentro do contexto geopolítico e estratégico, o trabalho foca nos desafios e oportunidades associados à descoberta dos recursos do pré-sal brasileiro e no papel da Petrobras, concluindo pela necessidade de um exame crítico sobre a atual estratégia nacional no que diz respeito à identificação, caracterização e quantificação das reservas petrolíferas e à definição do ritmo de produção e exportação, em coordenação com a OPEP e demais países exportadores, o que implica na revisão do regime regulatório vigente, com o objetivo de garantir a geração de recursos para serem investidos de acordo com um plano nacional de desenvolvimento econômico e social. Nem o modelo de concessão nem o de partilha de produção se ajustam para garantir a hegemonia do interesse público, configurando-se a contratação direta da Petrobras, autorizada pela lei vigente, como a mais adequada por permitir a flexibilidade semelhante à dos contratos de serviços, onde prevalece o comando do Estado sobre a produção e exportação do petróleo.Em ensaio específico, são sumarizados os resultados de cenários econômico-financeiros que podem ser esperados com a produção de petróleo em reservas localizadas na área do pré-sal, a partir dasimulação da produção nos campos. São calculadas as receitas que podem ser esperadas pelos diferentes stakeholders (empresas e poder público) sob distintos cenários de preços do barril de petróleo, de investimentos e de regimes regulatórios. Com relação aos regimes regulatórios, as receitas são simuladas tanto para aqueles vigentes hoje no país (concessões, partilha de produção, cessão onerosa e cessão onerosa com partilha de produção para volumes excedentes), como para outras formas regulatórias, como o regime de serviços. Um dos principais resultados é uma análise dos break-even prices (preços de equilíbrio) para cada um dos campos e em cada regime regulatório, indicando, sob a ótica do empreendedor, o valor mínimo do barril de petróleo que torna a produção no campo viável. Também, são apresentadas todas as receitas governamentais que podem ser esperadas, além de uma estimativa de recursos que devem ir para as áreas da saúde e da educação em decorrência da cobrança de royalties. De modo geral, tem-se que o regime de partilha de produção não foi o que demonstrou trazer mais receitas ao poder público, considerando as premissas com as quais foi simulado, ou seja, com base nas regras e dinâmica de definição da participação da União no óleo produzido conforme o resultado do leilão para o campo de Libra. Isso parece contraditório, já que o regime de partilha de produção foi instaurado no país em 2010 em um contexto de debate nacional acerca das possibilidades de aumentar a parcela governamental sobre a produção em áreas do pré-sal.O regime que mostrou trazer maior receita ao poder público é o regime de serviços, pelo qual a União é investidora e detentora das reservas e dos resultados da produção. Por isso, medidas que aproximem o regime de partilha de produção vigente hoje às regras do regime de serviços concebido, considerando as possibilidades existentes nalegislação, tendem a aumentar o valor das receitas governamentais. Após o regime de serviços, aquele que apresenta maior parcela governamental, na maior parte dos casos, é o regime de concessões, já que a soma das participações especiais e dos royalties normalmente ultrapassa a soma da porcentagem da União sobre o excedente em óleo e royalties no regime de partilha de produção, considerando as premissas de simulação adotadas. Apenas em campos com grandes reservas e quando o preço do barril de petróleo é mais elevado, as receitas governamentais no regime de partilha chegam a ultrapassar as do regime de concessões. Assim, conclui-se que para que o regime de partilha de produção traga mais receitas ao poder público, deve haver mecanismos que garantam que a definição da porcentagem da União sobre o excedente em óleo seja mais elevada do que aquela que se verificou no caso do leilão para o campo de Libra, por exemplo. Por fim, o presente trabalho analisa os dois ativos que compõe o patrimônio público em disputa: os recursos do petróleo, substancialmente os do pré-sal; e a Petrobras, com sua capacidade tecnológica. Diferentes alternativas para o desenvolvimento da produção e para o papel da Petrobras são viáveis: o que difere é o potencial de gerar recursos públicos para serem investidos no resgate das dívidas sociais. A contribuição primordial deste trabalho visa elucidar os conflitos de interesse, caminhos alternativos e potenciais resultados, vencedores e perdedores.
  • Imprenta:
  • Source:
    • Título do periódico: Estudos Avançados
    • Volume/Número/Paginação/Ano: v.30, n.88, p.185-299, sep./dez. 2016
  • Acesso online ao documento

    DOI or search this record in
    Informações sobre o DOI: 10.1590/s0103-40142016.30880014 (Fonte: oaDOI API)
    • Este periódico é de acesso aberto
    • Este artigo é de acesso aberto
    • URL de acesso aberto
    • Cor do Acesso Aberto: bronze
    • Licença: cc-by-nc

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IEE2834039-10Sauer, Ildo T.2680p.
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SAUER, Ildo Luís; RODRIGUES, Larissa Araújo. Pré-sal e Petrobras além dos discursos e mitos: disputas, riscos e desafios. Estudos Avançados, São Paulo, Instituto de Estudos Avançados - USP, v. 30, n. 88, p. se/dez. 2016, 2016. DOI: 10.1590/s0103-40142016.30880014.
    • APA

      Sauer, I. L., & Rodrigues, L. A. (2016). Pré-sal e Petrobras além dos discursos e mitos: disputas, riscos e desafios. Estudos Avançados, 30( 88), se/dez. 2016. doi:10.1590/s0103-40142016.30880014
    • NLM

      Sauer IL, Rodrigues LA. Pré-sal e Petrobras além dos discursos e mitos: disputas, riscos e desafios. Estudos Avançados. 2016 ;30( 88): se/dez. 2016.
    • Vancouver

      Sauer IL, Rodrigues LA. Pré-sal e Petrobras além dos discursos e mitos: disputas, riscos e desafios. Estudos Avançados. 2016 ;30( 88): se/dez. 2016.

    Referências citadas na obra
    Autor: ALVAREZ C. G.
    Volume: 49
    Ano: 1988
    Autor: ALVAREZ C. G.
    Título: La economia de la energía y el precio
    Título do periódico: Ensayos de Economía
    Volume: 4
    Fascículo: 6
    Ano: 1993
    Autor: ALVAREZ C. G.
    Ano: 2011
    Ano: 2014
    Autor: AUTY R. M.
    Título: Natural resources, capital accumulation and the resource curse
    Título do periódico: Ecological Economics
    Volume: 61
    Primeira página: 627
    Ano: 2007
    DOI: 10.1016/j.ecolecon.2006.09.006
    Autor: BASEDAU M.
    Ano: 2006
    Autor: BINA C.
    Título: Some controversies in the Development of Rent Theory: the nature of oil rent
    Título do periódico: Capital & Class
    Volume: 13
    Primeira página: 82
    Ano: 1989
    DOI: 10.1177/030981688903900104
    Autor: BINA C.
    Título: The Laws of Economic Rent and Property: Application to the Oil Industry
    Título do periódico: American Journal of Economics and Sociology
    Volume: 51
    Fascículo: 2
    Primeira página: 187
    Ano: 1992
    DOI: 10.1111/j.1536-7150.1992.tb03347.x
    Autor: BOSCHINI A.
    Título: The Resource Curse and its Potential Reversal
    Título do periódico: World Development
    Volume: 43
    Primeira página: 19
    Ano: 2013
    DOI: 10.1016/j.worlddev.2012.10.007
    Ano: 2016
    Autor: CASELLI F.
    Ano: 2009
    Autor: COSTA H. K.
    Título: Institutional analysis and the "resource curse" in developing countries
    Título do periódico: Energy Policy
    Volume: 63
    Primeira página: 788
    Ano: 2013
    DOI: 10.1016/j.enpol.2013.08.060
    Autor: DAVIS G. A.
    Título: The resource curse
    Título do periódico: Natural Resources Forum
    Volume: 29
    Primeira página: 233
    Ano: 2005
    DOI: 10.1111/j.1477-8947.2005.00133.x
    Ano: 2009
    Autor: GHANDI A.
    Ano: 2014
    Autor: GUEDES S.
    Ano: 2015
    Autor: GUNTON T.
    Título: Energy rent and public policy: an analysis of the Canadian coal industry
    Título do periódico: Energy Policy
    Volume: 32
    Primeira página: 151
    Ano: 2004
    DOI: 10.1016/S0301-4215(02)00247-1
    Autor: GYLFASON T.
    Título: Natural resources, education, and economic development
    Título do periódico: European Economic Review
    Volume: 45
    Primeira página: 847
    Ano: 2001
    DOI: 10.1016/S0014-2921(01)00127-1
    Autor: HALL C.
    Título: New Studies in EROI (Energy Return on Investment)
    Título do periódico: Sustainability
    Fascículo: Special Issue
    Ano: 2011
    Autor: HALL
    Título: What is the Minimum EROI that a Sustainable Society Must Have?
    Título do periódico: Energies
    Fascículo: 2
    Primeira página: 25
    Ano: 2009
    DOI: 10.3390/en20100025
    Autor: HERNANDEZ-PEREZ A.
    Título: Economics of oil regulation and the Brazilian reform: some issues
    Título do periódico: Energy Policy
    Volume: 39
    Primeira página: 57
    Ano: 2011
    DOI: 10.1016/j.enpol.2010.09.004
    Autor: HOLDEN S.
    Ano: 2013
    Autor: HOYOS C.
    Título: The new Seven Sisters: oil and gas giants dwarf western rivals
    Título do periódico: Financial Times
    Ano: 2007
    Ano: 2008
    Autor: JONES C. M.
    Ano: 2015
    Autor: LIMA P. C. R.
    Ano: 2011
    Autor: LIMA P. C. R.
    Ano: 2013
    Autor: LIMA P. C. R.
    Ano: 2013
    Autor: LIMA P. C. R.
    Ano: 2015
    Autor: LIMA P. C. R.
    Ano: 2015
    Autor: LUCCHESI C. F.
    Título: Petróleo
    Título do periódico: Estudos Avançados
    Volume: 12
    Fascículo: 33
    Primeira página: 17
    Ano: 1998
    DOI: 10.1590/S0103-40141998000200003
    Autor: MASSARRAT M.
    Ano: 1980
    Autor: MASSARRAT M.
    Primeira página: 181
    Ano: 2001
    Autor: MASSARRAT M.
    Ano: 2006
    Ano: 2009
    Autor: MOMMER B.
    Ano: 1988
    Autor: MOMMER B.
    Ano: 1999
    Autor: MOMMER B.
    Ano: 2003
    Primeira página: 4
    Ano: 2012
    Autor: PAULANI L. M.
    Ano: 2012
    Autor: PHILLIPS J. P.
    Ano: 2008
    Autor: PISTONESI H.
    Título: La privatización de los sistemas eléctricos y la apropiación de la renta hidroeléctrica
    Título do periódico: Revista Brasileira de Energia
    Volume: 3
    Fascículo: 1
    Primeira página: 65
    Ano: 1993
    Autor: POSTALI F. A.
    Título: Petroleum royalties and regional development in Brazil: The economic growth of recipient towns
    Título do periódico: Resources Policy
    Volume: 34
    Primeira página: 205
    Ano: 2009
    DOI: 10.1016/j.resourpol.2009.03.002
    Autor: POSTALI F. A.
    Título: Distribuição das rendas do petróleo e indicadores de desenvolvimento municipal no Brasil nos anos 2000
    Título do periódico: Estudos Econômicos
    Volume: 41
    Fascículo: 2
    Primeira página: 463
    Ano: 2011
    DOI: 10.1590/S0101-41612011000200010
    Autor: POSTALI F. A.
    Título: Oil wind falls in Brazil and their long-run social impacts
    Título do periódico: Resoures Policy
    Volume: 38
    Primeira página: 94
    Ano: 2013
    DOI: 10.1016/j.resourpol.2012.10.003
    Ano: 2016
    Primeira página: 89
    Ano: 1999
    Autor: RIBEIRO LIMA P. C.
    Ano: 2015
    Autor: RICO J. A. P.
    Ano: 2013
    Autor: RODRIGUES L. A.
    Ano: 2016
    Autor: RODRIGUES L. A.
    Título: Exploratory assessment of the economic gains of a pre-salt oil field in Brazil
    Título do periódico: Energy Policy
    Volume: 87
    Primeira página: 486
    Ano: 2015
    DOI: 10.1016/j.enpol.2015.09.036
    Autor: ROSS M. L.
    Título: The political economy of the resource curse
    Título do periódico: World Politics
    Volume: 51
    Primeira página: 297
    Ano: 1999
    DOI: 10.1017/S0043887100008200
    Autor: SACHS J. D.
    Título: The big push, natural resource booms and growth
    Título do periódico: Journal of Development Economics
    Volume: 59
    Primeira página: 43
    Ano: 1999
    DOI: 10.1016/S0304-3878(99)00005-X
    Autor: SACHS J. D.
    Título: The curse of natural resources
    Título do periódico: European Economic Review
    Volume: 45
    Primeira página: 827
    Ano: 2001
    DOI: 10.1016/S0014-2921(01)00125-8
    Autor: SANTOS T.
    Ano: 1967
    Autor: SAUER I. L.
    Título: Pré-sal brasileiro: uma nova independência?
    Título do periódico: Interesse Nacional
    Primeira página: 40
    Ano: 2010
    Autor: SAUER I. L.
    Primeira página: IX
    Ano: 2011
    Autor: SAUER I. L.
    Ano: 2016
    Autor: SAUER I. L.
    Primeira página: 181
    Ano: 2011
    Autor: SAUER I. L.
    Título: O pré-sal e o futuro
    Título do periódico: Versus
    Volume: II
    Fascículo: 6
    Primeira página: 28
    Ano: 2011
    Autor: SAUER I. L.
    Título: Reforma del sector petrolero y disputa por la renta en Brasil
    Título do periódico: Latino América
    Volume: 2
    Primeira página: 9
    Ano: 2010
    Autor: STEVENS P.
    Título: Resource curse: An analysis of causes, experiences and possible ways forward
    Título do periódico: Energy Policy
    Volume: 36
    Primeira página: 56
    Ano: 2008
    DOI: 10.1016/j.enpol.2007.10.003
    Autor: SUÁREZ L. P.
    Ano: 2012
    Autor: SURREY J.
    Título: Petroleum development in Brazil: the strategic role of a national oil company
    Título do periódico: Energy Policy
    Ano: 1987
    Ano: 2011
    Autor: VARGAS M. V.
    Título: Bolivia's New Contract Terms: Operating Under the Nationalization Regime
    Título do periódico: Oil, Gas and Energy Law Intelligence (OGEL)
    Ano: 2007
    Autor: VERBRUGGEN A.
    Título: Windfalls and other profits
    Título do periódico: Energy Policy
    Volume: 36
    Primeira página: 3249
    Ano: 2008
    DOI: 10.1016/j.enpol.2008.05.032
    Autor: WILLIAMS A.
    Título: Shining a Light on the Resource Curse: An Empirical Analysis of the Relationship Between Natural Resources, Transparency, and Economic Growth
    Título do periódico: World Development
    Volume: 39
    Primeira página: 490
    Ano: 2011
    DOI: 10.1016/j.worlddev.2010.08.015