Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Alterações comportamentais induzidas por Pentilenotetrazol e por Alprazolam em animais submetidos ao labirinto em cruz elevado e estimulados por campo magnético estático (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BRITO, RAQUEL CARDOSO - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RAL
  • Subjects: CAMPO MAGNÉTICO; SISTEMA NERVOSO CENTRAL; COMPORTAMENTO ANIMAL; FÁRMACOS
  • Keywords: Alprazolam; Campos magnéticos estáticos; Elevated plus-maze; Labirinto em cruz elevado; Pentilenotetrazol; Pentylenetetrazole; Static magnetic field
  • Language: Português
  • Abstract: Os campos magnéticos estáticos interferem com o sistema nervoso central lesado, modificando a atividade de diferentes estruturas e recuperando o comportamento afetado pela lesão. Esse trabalho tem por objetivo investigar os efeitos dos polos magnéticos em ratos Wistar saudáveis e as repercussões comportamentais no Labirinto em Cruz Elevado (LCE) induzidas por pentilenotetrazol (PTZ) e por Alprazolam (ALP) sob o efeito da estimulação magnética. EXPERIMENTO I - Foram utilizados 107 ratos albinos Wistar, machos, pesando entre 270 - 300g. Após quatro dias da implantação de um magneto (3200 Gauss) no crânio dos animais, esses foram submetidos à avaliação comportamental no LCE. Grupos injetados receberam, via intraperitoneal, 30 mg/kg de PTZ ou salina. Os dados obtidos foram analisados por ANOVA, as significâncias foram evidenciadas pelo pós-teste de Holm Sidak com valor de P significativo <0,05. Observamos diminuição no número de entradas nos braços abertos nos grupos PN, PTZ e SMPTZ em relação ao grupo C, e um aumento nas entradas do grupo PSPTZ sobre os grupos PTZ e SMPTZ (F6, 158= 1,91). Análise etológica revelou um aumento da apresentação do comportamento espreitar nos grupos PTZ, SMPTZ, PNPTZ, PSPTZ (F6, 79= 3,51), diminuição na apresentação dos comportamentos mergulho de cabeça (F6, 79= 2,40) e levantamentos (F6, 79= 17,64) nos grupos PN, PS, PTZ, SMPTZ, PNPTZ e PSPTZ em relação ao C. EXPERIMENTO II - Participaram 79 animais mantidos nas mesmas condições experimentais que no experimento I, injetados com Alprazolam (1mg/kg - intraperitoneal) ou salina. Observamos um aumento no número de entradas nos braços abertos nos grupos ALP e SMALP em relação ao grupo C (F6, 144= 3,53). A porcentagem de entradas nos braços abertos foi maior nos grupos ALP e SMALP em relação ao C (F6, 72= 2,41), e a porcentagem de tempo nos braços abertos foi maior no PNALP, comparadocom o C (F6, 72= 3,95). A análise etológica revelou um aumento na frequência dos comportamentos mergulho de cabeça (F6, 72= 10,79) e exploração da extremidade final (F6, 72= 6,00) nos grupos ALP, SMALP e PNALP em relação ao C. Para o comportamento de levantamentos (F6, 72= 4,71) também observamos um aumento da frequência desse comportamento para os grupos ALP, SMALP e PSALP em relação ao C. No experimento I, o polo Sul conseguiu antagonizar o efeito do PTZ, na variável espaço-temporal entradas nos braços abertos, além disso, a estimulação magnética polo Norte, mimetizou o efeito do PTZ. No experimento II, ambos os polos magnéticos antagonizaram o efeito ALP na variável espaço-temporal entradas nos braços abertos. As variáveis etológicas também revelaram um antagonismo da resposta ALP, pelo polo Norte e pelo polo Sul. Dessa maneira, esse trabalho mostra através da análise comportamental no LCE que os campos magnéticos podem interferir de maneira distinta com as modificações no comportamento de ratos injetados com PTZ ou ALP
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 20.02.2017
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200069049Brito, Raquel Cardoso
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRITO, Raquel Cardoso; ARAUJO, João Eduardo de. Alterações comportamentais induzidas por Pentilenotetrazol e por Alprazolam em animais submetidos ao labirinto em cruz elevado e estimulados por campo magnético estático. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-08062017-100440/ >.
    • APA

      Brito, R. C., & Araujo, J. E. de. (2017). Alterações comportamentais induzidas por Pentilenotetrazol e por Alprazolam em animais submetidos ao labirinto em cruz elevado e estimulados por campo magnético estático. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-08062017-100440/
    • NLM

      Brito RC, Araujo JE de. Alterações comportamentais induzidas por Pentilenotetrazol e por Alprazolam em animais submetidos ao labirinto em cruz elevado e estimulados por campo magnético estático [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-08062017-100440/
    • Vancouver

      Brito RC, Araujo JE de. Alterações comportamentais induzidas por Pentilenotetrazol e por Alprazolam em animais submetidos ao labirinto em cruz elevado e estimulados por campo magnético estático [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17152/tde-08062017-100440/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: