Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo in vitro e in vivo de dentifrícios experimentais à base de Ricinus communis (éster do ácido ricinoléico), Triclosan e Cloramina-T para higiene de próteses totais (2015)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LEITE, VANESSA MARIA FAGUNDES - FORP
  • USP Schools: FORP
  • Sigla do Departamento: 805
  • Subjects: ODONTOLOGIA; HIGIENE BUCAL; PRÓTESE TOTAL; DENTIFRÍCIO; BIOFILMES; AGENTES ANTIMICROBIANOS
  • Keywords: Agentes antimicrobianos; Anti-infective agents; Biofilm; Biofilme; Dentifrices; Dentifrício; Dentures; Higiene bucal; Oral hygiene; Prótese total
  • Language: Português
  • Abstract: Foram avaliados dentifrícios experimentais à base de Ricinus communis (DR), Triclosan (DT) e Cloramina-T (DC) para higiene de próteses totais, tendo como controle dentifrício sem agente antimicrobiano (DB) e água. Para análise in vitro foram realizados ensaios físico-químicos (medida da densidade, pH, consistência e características reológicas); ensaio de abrasividade, avaliada em 30 espécimes de resina acrílica antes e após a escovação artificial e análise microbiológica com a formação de biofilme multiespécies (S. mutans, C. albicans e C. glabrata) sobre espécimes em resina acrílica. Estes, após contaminação, foram escovados por 60s com DR, DT, DC e DB e água (n=10). Foram empregados controles positivo (contaminado e não escovado) e negativo (sem contaminação). Para análise in vivo, seguiu-se o modelo "crossover" com "washout" de 7 dias. Os voluntários escovaram suas próteses superiores 3 vezes ao dia por 07 dias. A capacidade de remoção do biofilme foi avaliada empregando evidenciação, fotografia e quantificação com software Image Tool 3.0. Na avaliação antimicrobiana, o biofilme foi desprendido da prótese por escovação com solução salina e a suspensão resultante, semeada em meios de cultura específicos para Candida spp, S. mutans, S. aureus e bactérias Gram-negativas. As espécies de Candida foram identificadas pelo meio de cultura Chromagar e pela PCR (Polymerase Chain Reaction). Na avaliação dos dentifrícios pelos participantes foi aplicado questionário. Os resultados das características organolépticas e físico-químicas foram informados em tabelas autoexplicativas. Os dados de rugosidade foram analisados por ANOVA e os dados da ação antimicrobiana in vitro, pelo teste de Kruskal-Wallis. Para os dados das variáveis clínicas (in vivo), empregou-se teste de Friedman e o teste de Cochran. Os testes estatísticos foram realizados com p<0,05. Os dentifríciosnão apresentaram diferença quanto à abrasividade (DB=0,264±0,098; DR=0,236±0,236; DT=0,265±0,116; DC=0,203±0,105), porém promoveram aumento da rugosidade comparando à água (0,027±0,004). Frente às espécies de Candida, in vitro, o DT foi o mais eficaz (p=0,00; m=1,30) seguido do DC (m=2,6), DB (m=3,26) e DR (m=3,59). Para o S. mutans houve diferença entre a água (m=3,86) e os dentifrícios (p=0,001), porém não entre estes (DB: m=0; DR: m=2,3 e DC: m=0). DT inibiu o crescimento de S. mutans. Quanto à capacidade de remoção do biofilme, não houve diferença entre os dentifrícios (p=0,055; DB: m=7,39; DR: m=7,94; DT: m=10,16; DC: m=8,14), porém houve redução do biofilme comparando ao Baseline (m=16,53). Os dentifrícios não apresentaram diferença antimicrobiana, in vivo, contra Candida spp. (p=0,495), S. mutans (p=0,497), S. aureus (p=0,845) e bactérias Gram-negativas (p=0,425). Na identificação das espécies de Candida pelo Chromagar não houve diferença quanto ao seu aparecimento independente do dentifrício (p=0,466). O resultado pela PCR foi semelhante à identificação convencional e as espécies de C. albicans, C. tropicalis e C. glabrata foram mais prevalentes, respectivamente. Na avaliação dos dentifrícios pelos participantes não houve diferença (p>0,05) entre eles para nenhuma questão. Os dentifrícios apresentaram resultados satisfatórios, apresentando potencial para uso clínico e controle do biofilme de próteses totais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.06.2015
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FORP11700017033Leite, Vanessa Maria Fagundes
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LEITE, Vanessa Maria Fagundes; SILVA, Cláudia Helena Lovato da. Estudo in vitro e in vivo de dentifrícios experimentais à base de Ricinus communis (éster do ácido ricinoléico), Triclosan e Cloramina-T para higiene de próteses totais. 2015.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2015. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-23062015-093426/ >.
    • APA

      Leite, V. M. F., & Silva, C. H. L. da. (2015). Estudo in vitro e in vivo de dentifrícios experimentais à base de Ricinus communis (éster do ácido ricinoléico), Triclosan e Cloramina-T para higiene de próteses totais. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-23062015-093426/
    • NLM

      Leite VMF, Silva CHL da. Estudo in vitro e in vivo de dentifrícios experimentais à base de Ricinus communis (éster do ácido ricinoléico), Triclosan e Cloramina-T para higiene de próteses totais [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-23062015-093426/
    • Vancouver

      Leite VMF, Silva CHL da. Estudo in vitro e in vivo de dentifrícios experimentais à base de Ricinus communis (éster do ácido ricinoléico), Triclosan e Cloramina-T para higiene de próteses totais [Internet]. 2015 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58131/tde-23062015-093426/