Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Redefining the hormonal control of tomato (Solanum lycopersicum cv. Micro-Tom) fruit development (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: FORNO, IGNACIO ACHóN - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LCB
  • Subjects: GENES; HORMÔNIOS VEGETAIS; TOMATE
  • Language: Inglês
  • Abstract: O controle hormonal do desenvolvimento do fruto do tomateiro (Solanum lycopersicum cv. Micro-Tom) já foi extensamente estudado, principalmente no amadurecimento. No entanto, ainda existem consideráveis lacunas em nosso conhecimento da função e distribuição espaço-temporal dos hormônios durante o desenvolvimento do fruto. Foram realizados ensaios histoquímicos com cinco linhas transgênicas de tomate cv. Micro-Tom que carregavam o gene repórter GUS fusionado a cinco diferentes promotores responsivos aos hormônios, auxina, citocinina (CKs), giberelina (GAs), ácido abscísico (ABA) e etileno, com o fim de redefinir a distribuição espaço-temporal deles ao longo do desenvolvimento do fruto, desde estágios iniciais pre-anteses até o estágio red ripe (RR). Os níveis de CKs foram altos na fase pre-anteses, inicialmente na placenta e posteriormente nos óvulos, indicando um papel importante deste hormônio no crescimento do ovário, pre- fertilização. Nos estágios inicias, post-fertilização, o conteúdo de CKs foi alto nas sementes e depois nas camadas epidérmicas e subepidérmicas internas e externas do pericarpo. Alto conteúdo de auxina foi observado, durante todos o desenvolvimento do fruto, no pedicelo, sugerindo o transporte basípeto de auxina para a planta mãe. Os níveis de etileno aumentaram durante o crescimento do ovário antes da anteses. Interessantemente, o nível de etileno não diminuiu imediatamente post-fertilização. Os conteúdos de GA e ABA foram baixos prévios a anteses enos estágios inicias pre-fertilização, especificamente na placenta e pericarpo. Inversamente, o conteúdo desses hormônios aumentou na fase de expansão celular do crescimento do fruto. Os grãos de pólen que chegaram ao stigma, post deiscência das anteras, apresentaram altos níveis de ABA e auxina. Além disso, reportamos um antagonismo entre conteúdo de etileno e giberelina durante o desenvolvimento do fruto, onde o nível de etileno começou a decrescer durante a fase de expansão celular do crescimento do fruto, momento em que o nível de giberelina começou a aumentar na placenta e pericarpo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 06.04.2017
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      FORNO, Ignacio Achón; PERES, Lazaro Eustaquio Pereira. Redefining the hormonal control of tomato (Solanum lycopersicum cv. Micro-Tom) fruit development. 2017.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11144/tde-16082017-144059/ >.
    • APA

      Forno, I. A., & Peres, L. E. P. (2017). Redefining the hormonal control of tomato (Solanum lycopersicum cv. Micro-Tom) fruit development. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11144/tde-16082017-144059/
    • NLM

      Forno IA, Peres LEP. Redefining the hormonal control of tomato (Solanum lycopersicum cv. Micro-Tom) fruit development [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11144/tde-16082017-144059/
    • Vancouver

      Forno IA, Peres LEP. Redefining the hormonal control of tomato (Solanum lycopersicum cv. Micro-Tom) fruit development [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11144/tde-16082017-144059/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: