Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

O envolvimento das glândulas salivares na doença do enxerto contra o hospedeiro: estudo bioquímico e análise proteômica (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ANTUNES, MILENA MONTEIRO DE SOUZA - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MDT
  • Subjects: PROTEÔMICA; TRANSPLANTE DE MEDULA ÓSSEA; DOENÇA ENXERTO-HOSPEDEIRO; SALIVA; BIOMARCADORES; ESPECTROFOTOMETRIA
  • Keywords: Biomarkers; Bone marrow transplantation; Graft vs host disease; Mass spectrometry; Proteomics
  • Language: Português
  • Abstract: A doença do enxerto contra o hospedeiro (DECH) é uma complicação que ocorre após o transplante alogênico de medula óssea. A doença é mediada por células T do enxerto que atacam as células e os tecidos do receptor; um processo inflamatório, que ataca vários órgãos e tecidos, sendo este processo responsável por 15% das causas de óbito após o acometimento da doença. As citocinas estão envolvidas na ativação das células T citotóxicas e células natural killer (NK), que causam as lesões nas glândulas salivares e exibem características de morte celular com infiltração de linfócitos conduzindo à apoptose. É conhecido que as unidades secretoras das glândulas salivares, após serem acometidas pela DECH, não recuperam o seu status funcional e a presença do infiltrado inflamatório pode ser um fator importante na fibrose das glândulas salivares e outros tecidos. Há evidências de uma redução significativa do fluxo salivar nos pacientes com DECH e de alterações importantes na proteômica salivar (IgA, IgG, lactoferrina) e polimorfismos que modifiquem a síntese de proteínas que devem ser consideradas para a evolução do paciente. Consequentemente os pacientes apresentam redução de fluxo salivar, com perda variável das unidades secretoras glandulares, comprometendo a qualidade de vida e os resultados do transplante. E para melhor compreensão da DECH, contribuindo para o diagnóstico precoce e na conduta destes pacientes, o presente estudo determinou o perfil proteômico dos pacientes com a doençado enxerto contra o hospedeiro crônica e comparou com o perfil de proteínas dos pacientes submetidos ao transplante de células tronco hematopoiéticas em cinco diferentes períodos, por meio da coleta de saliva, uma técnica não invasiva, e análise proteômica; além de comparar o perfil com os grupos controles (Líquen plano oral e indivíduos saudáveis). Foram incluídos neste estudo o total de 23 pacientes submetidos ao transplante de células-tronco hematopoiéticas, na Unidade de Transplante de Medula Óssea do Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo. As amostras foram submetidas a análises prévias em gel de poliacrilamida contendo dodecil sulfato de sódio (SDS) e gel bidimensional (2-DE) para o conhecimento do perfil proteômico destes pacientes. As análises foram feitas por espectrometria de massa e os dados obtidos foram confrontados com banco de dados humanos. As proteínas do grupo dos pacientes com DECHc foram comparadas com o grupo controle de indivíduos saudáveis, por meio do heatmap, e ressaltamos as proteínas de maior abundância. Portanto 16 proteínas mostraram uma maior expressão, Ig gamma-1 chain C region; Isoform H14 of Myeloperoxidase; Isoform 2 of 14-3-3 protein Sigma; Fibrinogen beta chain; Alpha- 1-acidic glycoprotein 1; Isoform gamma-A of Fibrinogen gamma chain; Hemopexin; Keratin type I CK 14; Alpha-2-Macroglobulin; Thioredoxin; Complement C3; Vitamin D; Keratin type I CK16; Lactoperoxidase; Cystatin B e Neutrophil elastase. No entanto, ao comparamosestas proteínas com os diversos períodos analisados e os grupos controles, ressaltamos a importância de três proteínas para a doença do enxerto contra o hospedeiro crônica: Isoform 2 of 14-3-3 protein sigma, Hemopexin e CK14
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 21.06.2017
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2850832-10W4.DB8^SP.USP^FM-2^A642en^2017
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ANTUNES, Milena Monteiro de Souza; LOURENÇO, Silvia Vanessa. O envolvimento das glândulas salivares na doença do enxerto contra o hospedeiro: estudo bioquímico e análise proteômica. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5133/tde-11092017-131500/ >.
    • APA

      Antunes, M. M. de S., & Lourenço, S. V. (2017). O envolvimento das glândulas salivares na doença do enxerto contra o hospedeiro: estudo bioquímico e análise proteômica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5133/tde-11092017-131500/
    • NLM

      Antunes MM de S, Lourenço SV. O envolvimento das glândulas salivares na doença do enxerto contra o hospedeiro: estudo bioquímico e análise proteômica [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5133/tde-11092017-131500/
    • Vancouver

      Antunes MM de S, Lourenço SV. O envolvimento das glândulas salivares na doença do enxerto contra o hospedeiro: estudo bioquímico e análise proteômica [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5133/tde-11092017-131500/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: