Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Civilização, diversidade, desenvolvimento: a UNESCO e as dimensões da cultura - bens, serviços e conteúdos culturais (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BARROS, FLAVIO LUIS SOARES DE - IRI
  • USP Schools: IRI
  • Subjects: BENS CULTURAIS; DIVERSIDADE CULTURAL; ANÁLISE DO DISCURSO
  • Keywords: Análise do discurso; Bens culturais; Constructivism; Construtivismo; Cultural goods; Discourse analysis; Diversidade; Diversity; UNESCO; UNESCO
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo desta tese é analisar as relações de poder expressas nas definições de cultura contidas nos documentos legais da Organização das Nações Unidas para a Educação, Ciência e Cultura (UNESCO), entre 1945-2015, principalmente em relação às implicações para a produção, reprodução, circulação e proteção de bens, serviços e conteúdos culturais. Buscou-se identificar como a relação entre cultura e desenvolvimento, ausente nos primeiros documentos emitidos pela entidade, tornou-se ponto central das declarações, convenções e recomendações mais recentes, levando-se em conta o papel das instituições do sistema ONU como promotores de normas. O recorte temporal da análise compreende três fases: o primeiro período corresponde aos antecedentes da Organização (1871-1945). Nessa fase, a expansão do imperialismo capitalista, principalmente europeu, e o colonialismo têm entre suas bases uma noção hierárquica de "civilização". O chamado conceito humanista de cultura vigente baseia-se, por esse aspecto hierárquico, em uma visão de "igualdade excludente". A UNESCO efetivamente passa a existir no segundo período (1945-1985), fase da Guerra Fria e em que ocorre o processo de descolonização e a ascensão do chamado Terceiro Mundo. A ênfase é dada à noção de "diversidade", analisada aqui como "diferença inclusiva" e a substituição gradual do conceito humanista pelo conceito antropológico. No terceiro momento (1985-2015), os aspectos econômicos são agregados ao conceito de diversidade, (Continua)(Continuação) o que leva à incorporação, nos debates sobre cultura, do tema "desenvolvimento", caracterizada como uma visão de "diferença produtiva". Nota-se a relação entre contextos históricos e geopolíticos e os discursos prevalentes e sua difusão como norma, passando a compor o fundamento de políticas culturais domésticas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 22.05.2017
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IRI2851112-10T341.23 B277c
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BARROS, Flavio Luis Soares de; REIS, Rossana Rocha. Civilização, diversidade, desenvolvimento: a UNESCO e as dimensões da cultura - bens, serviços e conteúdos culturais. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/101/101131/tde-01082017-183407/ >.
    • APA

      Barros, F. L. S. de, & Reis, R. R. (2017). Civilização, diversidade, desenvolvimento: a UNESCO e as dimensões da cultura - bens, serviços e conteúdos culturais. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/101/101131/tde-01082017-183407/
    • NLM

      Barros FLS de, Reis RR. Civilização, diversidade, desenvolvimento: a UNESCO e as dimensões da cultura - bens, serviços e conteúdos culturais [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/101/101131/tde-01082017-183407/
    • Vancouver

      Barros FLS de, Reis RR. Civilização, diversidade, desenvolvimento: a UNESCO e as dimensões da cultura - bens, serviços e conteúdos culturais [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/101/101131/tde-01082017-183407/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: