Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Recursos do ambiente familiar, vocabulário receptivo e leitura em crianças portadoras da síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA) (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LIMA, ALINE PATRICIA ALVES DA SILVA - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RNP
  • Subjects: SÍNDROME DE IMUNODEFICIÊNCIA ADQUIRIDA; VOCABULÁRIO; LEITURA; CLASSES SOCIAIS
  • Keywords: Acquired Immunodeficiency Syndrome; Classe social; Leitura; Reading; Síndrome da Imunodeficiência Adquirida; Social class; Vocabulário; Vocabulary
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução: A Síndrome da Imunodeficiência Adquirida (SIDA) é uma doença infecciosa causada por um retrovírus chamado Human Immunodeficiency Virus HIV. Os principais alvos do HIV são as células que exibem a molécula CD4 e as células gliais do Sistema Nervoso Central (SNC) possuem estas moléculas. Uma das alterações possíveis de acontecer em virtude da infecção pelo HIV é a alteração de linguagem, pois o processamento desta ocorre no SNC. Dentre todas as dimensões da linguagem a semântica é a parte que compreende o significado das palavras tanto na compreensão quanto na produção. Esta dimensão pode influenciar o processo da leitura. Objetivo: Comparar o desempenho entre crianças portadoras de HIV por transmissão vertical e crianças com baixo risco para o HIV em atividades de vocabulário receptivo e na leitura de palavras e pseudopalavras e quanto aos Recursos do Ambiente Familiar (RAF) que podem estar envolvidos com o aprendizado, identificar: a relação entre a gravidade da doença com o vocabulário receptivo e com a leitura, considerando o nível de CD4 e da carga viral (CV), a classificação CDC (Centers for Disease Control), adesão e tempo de uso da medicação; a classificação econômica das crianças portadoras de HIV e sua relação com RAF e o, desempenho em vocabulário receptivo e leitura; Método: A população estudada foi de 11 crianças com HIV e 20 crianças com baixo risco para HIV, com idades entre 8 anos e 10 anos. Para a avaliação foi utilizado o Teste de Vocabulário por Figuras USP (TVfusp-1390) e o Teste de Competência de Leitura de Palavras e Pseudopalavras (TCLPP). Foi realizada a classificação econômica das crianças e a avaliação do RAF através de dois questionários respondidos pelos responsáveis, considerando que estes fatores podem estar envolvidos com a aprendizagem escolar. Resultados: Houve diferença entre os grupos para as variáveis RAF e o vocabulário, sendo que o grupo combaixo risco para o HIV apresentou desempenho significativamente superior ao grupo com HIV. As perguntas relacionadas aos passeios que a criança realizou, presença de brinquedos, jornais, livros e revistas em casa foram as que diferiram. Não houve diferença para a variável leitura. Não teve correlação entre as variáveis clínicas e laboratoriais e o vocabulário. Embora não significativa, houve correlação positiva entre a classificação CDC e leitura. Conclusão: Crianças portadoras de HIV apresentam desempenho inferior em vocabulário e o RAF significativamente inferior; não foi encontrada diferença em leitura; Os recursos do ambiente familiar que possivelmente podem contribuir para o aprendizado escolar são a presença de objetos, brinquedos, livros e revistas em casa e passeios realizados nos últimos 12 meses; todas as variáveis laboratoriais e clínicas não apresentaram correlação significativa com o desempenho em vocabulário, ou seja, não houve correlação entre a carga vital, contagem das células CD4, classificação CDC, adesão e medicação com o desempenho no vocabulário; a maior parte nos portadores de HIV encontravam-se na classificação econômica C ou D (82,1%); Houve correlação positiva para a classificação econômica e a pontuação no RAF e a classificação econômica e o desempenho em leitura e forte tendência entre a classificação econômica e o vocabulário
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.04.2017
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200069088Lima, Aline Patricia Alves da S.
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LIMA, Aline Patricia Alves da Silva; TAKAYANAGUI, Osvaldo Massaiti. Recursos do ambiente familiar, vocabulário receptivo e leitura em crianças portadoras da síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA). 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-23032018-134048/ >.
    • APA

      Lima, A. P. A. da S., & Takayanagui, O. M. (2017). Recursos do ambiente familiar, vocabulário receptivo e leitura em crianças portadoras da síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA). Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-23032018-134048/
    • NLM

      Lima APA da S, Takayanagui OM. Recursos do ambiente familiar, vocabulário receptivo e leitura em crianças portadoras da síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA) [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-23032018-134048/
    • Vancouver

      Lima APA da S, Takayanagui OM. Recursos do ambiente familiar, vocabulário receptivo e leitura em crianças portadoras da síndrome da imunodeficiência adquirida (SIDA) [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17140/tde-23032018-134048/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: