Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação farmacocinética  e farmacodinânica de meropenem e vancomicina em pacientes submetidos à diálise estendida de baixa eficiência (SLED) (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: OLIVEIRA, MAURA SALAROLI DE - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MIP
  • Subjects: FARMACOCINÉTICA; FARMACOLOGIA CLÍNICA; PACIENTES INTERNADOS; PACIENTE TERMINAL; INSUFICIÊNCIA RENAL; HEMODIÁLISE; ANTI-INFECCIOSOS
  • Keywords: Critical care; Low-efficiency dialysis sustained anti-infective agents/administration e dosage; Meropenem; Pharmacodynamics; Pharmacokinetics; Renal insufficiency; Vancomycin
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: A combinação de sepse e insuficiência renal com necessidade de diálise é bastante comum nas Unidades de Terapia Intensiva e esta situação tem elevada mortalidade. Um desafio neste cenário é prescrever a dose correta dos antimicrobianos para o tratamento destas infecções. Em pacientes críticos e hemodinamicamente instáveis que necessitam de terapia renal substitutiva, um dos métodos mais utilizados é a diálise contínua, entretanto, recentemente, tem-se utilizado a diálise de baixa eficiência - conhecida como SLED, da abreviação do inglês \"sustained low-efficiency dialysis". Esta modalidade de terapia renal substitutiva combina características da hemodiálise contínua com a intermitente, utilizando o equipamento da diálise intermitente, com menores fluxos sanguíneos e de dialisato, e com vantagem de menor custo. Apesar do fluxo mais baixo, por ser utilizado tempo mais prolongado, a SLED frequentemente resulta em maior clearance e especula-se que a remoção dos fármacos seria maior. Há escassez de estudos que avaliaram a farmacocinética e farmacodinâmica de antimicrobianos em pacientes submetidos à SLED.OBJETIVOS: Avaliar adequação farmacodinâmica de meropenem e vancomicina em pacientes submetidos a diálise estendida de baixa eficiência. Avaliar a depuração paramêtros farmacocinéticos durante a sessão de SLED. MÉTODOS: Foi realizado estudo prospectivo descritivo observacional com coleta de material biológico julho de 2012 a julho de 2014 HC-FMUSP. Foram incluídospacientes submetidos à SLED em uso de vancomicina e/ou meropenem. Foram coletadas amostras de sangue seriadas (tempos: imediatamente antes do início da sessão de diálise, 0,5h, 1h, 2h, 4h após o início do tratamento e ao final da sessão). A quantificação dos antimicrobianos foi realizada através dos métodos analíticos de quantificação em Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE). Os parâmetros farmacocinéticos foram calculados apenas durante a sessão de diálise utilizando-se o software WinNonlin. A área sob a curva foi determinada para a vancomicina. Para o meropenem, calculou-se o tempo acima da MIC. Resultados: Foram incluídos 24 pacientes tratados com vancomicina e 21 com meropenem eforam obtidas 170 amostras de plasma. As concentrações médias de vancomicina sérica e meropenem: antes da sessão de SLED foram 24,5 e 28,0 ug / ml, respectivamente; e após SLED 14 e 6 ?g / ml, respectivamente. A depuração média foi de 41% para a vancomicina e 78% para o meropenem. Para vancomicina, 22 (96%), 19 (83%) e 16 (70%) pacientes teriam atingido o alvo (AUC0-24 > 400) considerando-se MIC 0,5;<= 1mg/l e <= 2 mg/l respectivamente. Para meropenem, 19 (95%), 18 (90%) e 11 (55%) pacientes teriam atingido a meta (70% de tempo acima da CIM) se infectados com isolados com MIC <= 1, <= 4 e <= 8 mg/l, respectivamente. Conclusões: Em pacientes críticos, meropenem evancomicina foram removidas durante o SLED. Entretando, a maioria dos pacientes alcançaria alvo PK-PD, excepto para CIMs mais altas. Sugerimos doses de manutenção de 1g a cada 12 ou 8 horaspara meropenem. Para a vancomicina, deve-se utilizar abordagem mais individualizada com monitorização sérica, uma vez que ensaios comerciais são disponíveis
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 19.09.2017
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FM2859775-10W4.DB8^SP.USP^FM-2^O45av^2017
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, Maura Salaroli de; LEVIN, Anna Sara Shafferman. Avaliação farmacocinética  e farmacodinânica de meropenem e vancomicina em pacientes submetidos à diálise estendida de baixa eficiência (SLED). 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5134/tde-14112017-154634/ >.
    • APA

      Oliveira, M. S. de, & Levin, A. S. S. (2017). Avaliação farmacocinética  e farmacodinânica de meropenem e vancomicina em pacientes submetidos à diálise estendida de baixa eficiência (SLED). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5134/tde-14112017-154634/
    • NLM

      Oliveira MS de, Levin ASS. Avaliação farmacocinética  e farmacodinânica de meropenem e vancomicina em pacientes submetidos à diálise estendida de baixa eficiência (SLED) [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5134/tde-14112017-154634/
    • Vancouver

      Oliveira MS de, Levin ASS. Avaliação farmacocinética  e farmacodinânica de meropenem e vancomicina em pacientes submetidos à diálise estendida de baixa eficiência (SLED) [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5134/tde-14112017-154634/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: