Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Significados e percepções atribuídos à qualidade de vida por mulheres que vivem com obesidade (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PEREZ, ISABEL CRISTINA GONçALVES - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Sigla do Departamento: HNT
  • Subjects: OBESIDADE; QUALIDADE DE VIDA; MULHERES; PERCEPÇÃO; FATORES PSICOSSOCIAIS; GRUPOS FOCAIS; ANÁLISE DE CONTEÚDO; PESQUISA QUALITATIVA
  • Keywords: Obesity; Qualitative Research; Quality of Life; Women
  • Language: Português
  • Abstract: Introdução - A condição obesidade é atualmente compreendida como crônica e multifatorial. Suas consequências para a vida social e dimensões psicológica e subjetiva podem ser diversas, as quais afetam diretamente a qualidade de vida e bem-estar dos indivíduos. A definição de qualidade de vida, tema destaque quando se trata da condição obesidade, não é consenso, por incluir construtos subjetivos. A concepção elaborada pelo Grupo WHOQOL, da Organização Mundial de Saúde, abarca tanto aspectos subjetivos quanto parâmetros objetivos. Por escassez de avaliações qualitativas presentes na literatura atual, o impacto da obesidade na qualidade de vida não foi aprofundado na compreensão do ponto de vista do sujeito na condição obeso. Objetivo - Investigar as percepções, significados e fatores influenciadores atribuídos à qualidade de vida por mulheres na condição obesas. Percurso Metodológico - O estudo foi realizado com 81 mulheres obesas, de 25 a 50 anos. Por métodos qualitativos, se utilizou de grupos focais para obter os dados e da análise de conteúdo temática para analisalos. Como segunda forma de expressão dos dados realizou-se uma análise de direção linguística em parte dos dados, que indica percepções e sensações da condição obesidade na qualidade de vida dessas mulheres. Elaborou-se um codebook (guia de codificação) para qualificação da análise temática, aplicado aos dados por duas pesquisadoras. Esse estudo é um subprojeto do projeto guarda-chuva intitulado "Saúde e Bem-estarna Obesidade\". Resultados e Discussão - Na análise de conteúdo temática chegou-se a 14 temas e 8 subtemas divididos em dois eixos temáticos: (1) ,,Significações, percepções e influenciadores da qualidade de vida\" - dividido em dois subeixos: ,,Qualidade de Vida para Pessoas em geral\" e ,,Qualidade de Vida na Condição Obesidade\" - e (2) ,,Formas pelas quais a Qualidade de Vida pode ser Promovida junto as Pessoas na Condição Obesidade\". O primeiro eixo abrange significações subjetivas que compõe a noção de qualidade de vida para as mulheres desse estudo. O segundo eixo expõe temas que sugestionam como qualificar o cuidado das pessoas que vivem em obesidade a partir do entendimento dessas mulheres. Foi percebido que a obesidade não é o fator de maior impacto na qualidade de vida dessas mulheres. Família, relações sociais e atividade profissional são fatores de qualidade de vida mais importantes sob o ponto de vista delas, demonstrando que a obesidade não necessariamente é central na avaliação de qualidade de vida. A negatividade da imagem corporal e do corpo para essas mulheres não se liga diretamente a problemas de mobilidade e agravos de saúde, mas a uma leitura social atravessada pelo estigma da obesidade e suas consequências na saúde psicológica. Considerações Finais - A qualidade de vida das mulheres desse estudo não se relaciona apenas com o peso corporal, trata-se de um construto multifatorial principalmente conformado por questões sociais e subjetivas. O enfoquede qualidade de vida se atém a questões do âmbito da família e atividade profissional, em detrimento das questões da imagem corporal e saúde. As questões de imagem corporal desqualificam a vida, dado os rígidos padrões de beleza que não compreendem a condição da obesidade atualmente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 26.09.2017
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FSP2861430-30
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PEREZ, Isabel Cristina Gonçalves; SCAGLIUSI, Fernanda Baeza. Significados e percepções atribuídos à qualidade de vida por mulheres que vivem com obesidade. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6138/tde-09102017-113149/ >.
    • APA

      Perez, I. C. G., & Scagliusi, F. B. (2017). Significados e percepções atribuídos à qualidade de vida por mulheres que vivem com obesidade. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6138/tde-09102017-113149/
    • NLM

      Perez ICG, Scagliusi FB. Significados e percepções atribuídos à qualidade de vida por mulheres que vivem com obesidade [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6138/tde-09102017-113149/
    • Vancouver

      Perez ICG, Scagliusi FB. Significados e percepções atribuídos à qualidade de vida por mulheres que vivem com obesidade [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6138/tde-09102017-113149/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: