Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Inflência de mecanismos dopaminérgicos corticais sobre a expressão da resposta condicionada de medo em ratos abstinentes de álcool submetidos a um procedimento de esquiva sinalizada: influência do contexto (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PENHA, JULIANA ROSA TOSTES - FFCLRP
  • USP Schools: FFCLRP
  • Sigla do Departamento: 594
  • Subjects: PSICOLOGIA; ÁLCOOL; RECEPTORES DE DOPAMINA; RESPOSTAS CONDICIONADAS; COMPORTAMENTO
  • Language: Português
  • Abstract: A tolerância aos efeitos atóxicos e hipotérmicos do álcool é mais pronunciada em ambientes nos quais ele é usualmente ingerido do que em contextos não habituais. Neste último caso, supõe-se que o ambiente novo falharia em produzir no indivíduo a chamada "resposta condicionada compensatória" que normalmente emerge como fruto de aprendizagem associativa incondicionada para conter os efeitos depressores do álcool etílico eliciados no ambiente usual de ingestão. Dentre as muitas regiões envolvidas nas alterações emocionais e cognitivas induzidas pela administração crônica de álcool etílico se destaca o córtex medial pré-frontal (mPFC), através de suas subdivisões pré-límbica (PrL) e infra-límbica (IL), e o nucleus accumbens (NAc), através de seus dois núcleos funcionais (áreas core - NAcC e shell - NAcSh). As alterações neuroquímicas subjacentes à expressão da ansiedade patológica são de ampla ordem envolvendo aferências dopaminérgicas da área tegmental ventral (ATV) do mesencéfalo. Em animais de laboratório, a interrupção da ingestão crônica de álcool leva frequentemente à expressão de uma série de sintomas, dentre os quais a ansiedade é mais prevalente. Esta condição é mantida por um processo de reforço negativo e reflete a existência de mudanças neuroadaptativas. Neste estudo, avaliamos os efeitos do tratamento crônico e da abstinência de álcool etílico sobre regiões encefálicas que comumente estão vinculadas aos aspectos reforçadores das drogas e ao controle motivacional do comportamento, tomando como base as conexões dopaminérgicas do sistema PrL/NAcC
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.06.2017

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FCLRP20800050885Penha, Juliana Rosa Tostes
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PENHA, Juliana Rosa Tostes; ESPÍRITO SANTO, Manoel Jorge Nobre do. Inflência de mecanismos dopaminérgicos corticais sobre a expressão da resposta condicionada de medo em ratos abstinentes de álcool submetidos a um procedimento de esquiva sinalizada: influência do contexto. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017.
    • APA

      Penha, J. R. T., & Espírito Santo, M. J. N. do. (2017). Inflência de mecanismos dopaminérgicos corticais sobre a expressão da resposta condicionada de medo em ratos abstinentes de álcool submetidos a um procedimento de esquiva sinalizada: influência do contexto. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Penha JRT, Espírito Santo MJN do. Inflência de mecanismos dopaminérgicos corticais sobre a expressão da resposta condicionada de medo em ratos abstinentes de álcool submetidos a um procedimento de esquiva sinalizada: influência do contexto. 2017 ;
    • Vancouver

      Penha JRT, Espírito Santo MJN do. Inflência de mecanismos dopaminérgicos corticais sobre a expressão da resposta condicionada de medo em ratos abstinentes de álcool submetidos a um procedimento de esquiva sinalizada: influência do contexto. 2017 ;


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019