Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Esquemas de cestas: o enraizamento social de uma nova forma de comércio (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOUZA, RONALDO TAVARES DE - IEE
  • USP Schools: IEE
  • Subjects: ALIMENTOS NATURAIS; COMÉRCIO AGRÍCOLA; AGRICULTURA ORGÂNICA
  • Keywords: agricultura orgânica; alimentos naturais; alternative food network; circuitos curtos; comércio agrícola; food retail; natural food; organic agriculture; short chains; sistemas agroalimentares
  • Language: Português
  • Abstract: A produção e o comércio de alimentos orgânicos mostram-se como um mercado em desenvolvimento, e esse se apresenta como alternativa agrícola com menores externalidades negativas. No entanto, há algum tempo já é indicado um processo de convencionalização que o aproxima de práticas de mercado que ameaçam essa capacidade de preservação do ambiente. Nesse processo aparece a venda através de grandes varejistas. Como alternativa surgem diferentes formas de distribuição de alimentos e a possibilidade de alcançar maiores benefícios para a sociedade e o ambiente. Uma delas é a venda em domicílio através de esquemas de cestas, uma variante em que consumidores adquirem semanalmente uma cesta de produtos orgânicos padronizada, através de meios eletrônicos. Utilizando o arcabouço teórico proposto na Sociologia Econômica, vou investigar através dos empresários, funcionários e consumidores que formam essa rede, os interesses, as relações e sua estrutura para responder como essa nova forma de comércio se enraíza socialmente na cidade de São Paulo. Através de entrevistas realizadas a partir de um roteiro semi-estruturado, é possível entender que o novo canal se estabelece a partir do desejo de consumir alimentos orgânicos. Uma falha de mercado representada pela disponibilidade e qualidade precária na rede convencional e outras formas alternativas, os leva a experimentar esse novo canal. A capacidade de abandonar o hábito de compra convencional (ver, tocar, avaliar) dá lugar a umrelacionamento com terceiros que se incubem de escolher por esses consumidores a qualidade dos alimentos que serão levados para casa. Lentamente as trocas comerciais se expandem a sinais de reciprocidade, fortalecendo a confiança. Eventualmente o compartilhamento de valores possibilita influenciar os interesses dos consumidores e torná-los mais conscientes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.06.2017
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    IEE30400007760D-PROCAM/USP T.777di
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOUZA, Ronaldo Tavares de; CALDAS, Eduardo de Lima. Esquemas de cestas: o enraizamento social de uma nova forma de comércio. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/106/106132/tde-05092017-085142/ >.
    • APA

      Souza, R. T. de, & Caldas, E. de L. (2017). Esquemas de cestas: o enraizamento social de uma nova forma de comércio. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/106/106132/tde-05092017-085142/
    • NLM

      Souza RT de, Caldas E de L. Esquemas de cestas: o enraizamento social de uma nova forma de comércio [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/106/106132/tde-05092017-085142/
    • Vancouver

      Souza RT de, Caldas E de L. Esquemas de cestas: o enraizamento social de uma nova forma de comércio [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/106/106132/tde-05092017-085142/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: