Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Blendas de amido termoplástico e poli(álcool vinílico-co-etileno) (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ALVES, ANA CLARA LANCAROVICI - EESC
  • USP Schools: EESC
  • Subjects: MATERIAIS COMPÓSITOS; BLENDAS; AMIDO
  • Keywords: AMIDO TERMOPLÁSTICO; COPOLÍMERO DE ATILENO-CO-ÁLCOOL VINÍCULO
  • Language: Português
  • Abstract: O crescente uso do amido como um material termoplástico tem despertado o interesse por esse polímero especialmente devido sua biodegradabilidade e por ser obtido de fontes renováveis. Porém suas propriedades mecânicas inferiores e a alta sensibilidade a umidade têm limitado sua utilização em diversas aplicações. O desenvolvimento de blendas poliméricas tem sido uma boa alternativa para obtenção de novos materiais à base de amido com suas propriedades melhoradas. Blendas de amido termoplástico (TPS) e poli(álcool vinílico-co-etileno) (EVOH), com 27 e 44%mol de etileno, foram obtidas em uma extrusora de rosca simples. O TPS foi produzido pela mistura de amido de milho e glicerol como plastificante (70:30). Para a obtenção das blendas foram acrescentados 5, 10 e 15% (m/m) do EVOH27% e EVOH44%, obtendo assim 6 blendas de diferentes composições. As técnicas de análise térmica dinâmico mecânica (DMTA), espectroscopia de infravermelho por transformada de Fourier (FTIR) e de microscopia eletrônica de varredura (MEV) foram empregadas para a verificação de possível miscibilidade da mistura. A existência de uma única Tg nas blendas foi um indicativo de um sistema miscível, porém os espectros de infravermelho não apresentaram deslocamento de bandas sendo muito semelhantes ao espectro soma que indica um material totalmente imiscível, nas imagens obtidas pelo MEV não ficou evidente a presença de duas ou mais fases, porém podem ter sido disfarçadas devido à similaridade da morfologia de ambos materiais. As análises termogravimétricas (TGA) não mostraram alterações na estabilidade térmica das blendas. A técnica de difração de raios-X mostrou que não houve um aumento significativo na cristalinidade das blendas em relação ao TPS. As blendas condicionadas em ambientes com umidades relativas controladas apresentaram redução na absorção de umidade e no coeficiente de difusãode água com o aumento do teor de EVOH e de etileno na sua composição. Com o aumento do teor de EVOH, foi observado um aumento na resistência mecânica à tração das blendas e uma redução no alongamento na ruptura e no módulo de elasticidade quando comparados com o TPS puro
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.01.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EESC31100210866TESE 9969
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ALVES, Ana Clara Lancarovici; CARVALHO, Antonio José Félix de. Blendas de amido termoplástico e poli(álcool vinílico-co-etileno). 2018.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18158/tde-16042018-093610/pt-br.php >.
    • APA

      Alves, A. C. L., & Carvalho, A. J. F. de. (2018). Blendas de amido termoplástico e poli(álcool vinílico-co-etileno). Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18158/tde-16042018-093610/pt-br.php
    • NLM

      Alves ACL, Carvalho AJF de. Blendas de amido termoplástico e poli(álcool vinílico-co-etileno) [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18158/tde-16042018-093610/pt-br.php
    • Vancouver

      Alves ACL, Carvalho AJF de. Blendas de amido termoplástico e poli(álcool vinílico-co-etileno) [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18158/tde-16042018-093610/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: