Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Foraminas acessórias da região anterior da maxila em tomografia computadorizada de feixe cônico (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: IKUTA, CARLA RENATA SANOMIYA - FOB
  • USP Schools: FOB
  • Sigla do Departamento: BAE
  • Subjects: ANATOMIA; MAXILA; TOMOGRAFIA
  • Language: Português
  • Abstract: Por meio do exame tridimensional de Tomografia computadorizada de feixe cônico (TCFC) é possível avaliar a área de interesse previamente aos procedimentos com maior precisão. As variações anatômicas são estruturas que devem ser consideradas para a realização de cirurgias, como a foramina acessória da região anterior da maxila (FARAM). O objetivo principal do presente estudo foi avaliar a FARAM, em 150 exames de TCFC, obtidas no aparelho ICat Classic®. Por meio do programa ICat Vision® foram mensuradas o diâmetro, a distância da FARAM ao forame incisivo (FARAM-FI), da FARAM ao rebordo alveolar vestibular (FARAM-RAV) e da FARAM a sutura intermaxilar (FARAM-SI). Também foi avaliada a trajetória dos canais ósseos formados a partir da FARAM. Nos pacientes dentados, foram localizados por meio da área dos dentes: incisivo central, incisivo lateral e caninos. Foi realizada a correlação entre a presença da FARAM e o gênero e a idade. Dos 150 exames, a FARAM estava presente em 21 exames (14%). Destes, dez pacientes eram edêntulos na região de interesse de estudo e não foi possível localizar a foramina em relação aos dentes. Nenhum exame apresentou a FARAM relacionada ao incisivo central, em sete estavam relacionadas ao incisivo lateral e em quatro estavam relacionadas ao canino. Nenhum exame apresentou a FARAM bilateralmente, sendo que treze foram localizadas no lado direito e oito do lado esquerdo. O diâmetro médio da FARAM foi de 1,57 ± 0,38 mm. As médias das distâncias de FARAM-RAV foi de 11,65 ± 3,34 mm, FARAM-FI foi de 8,86 ± 2,72 mm e FARAM-SI, foi de 6,37 ± 2,9 mm. A trajetória do canal ósseo mais comum foi ascendente/oblíqua em direção a região anterior do assoalho da cavidade nasal. A correlação entre a presença da FARAM e o gênero foi estaticamente significante para os homens (p=0,055) no teste do qui-quadrado. No entanto, não foi estatisticamente significante para a idade.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 27.10.2017
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FOB2882566-10Ik8f
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      IKUTA, Carla Renata Sanomiya; RUBIRA-BULLEN, Izabel Regina Fischer. Foraminas acessórias da região anterior da maxila em tomografia computadorizada de feixe cônico. 2017.Universidade de São Paulo, Bauru, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25149/tde-23042018-221201/publico/CarlaRenataSanomiyaIkuta_Rev.pdf >.
    • APA

      Ikuta, C. R. S., & Rubira-Bullen, I. R. F. (2017). Foraminas acessórias da região anterior da maxila em tomografia computadorizada de feixe cônico. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25149/tde-23042018-221201/publico/CarlaRenataSanomiyaIkuta_Rev.pdf
    • NLM

      Ikuta CRS, Rubira-Bullen IRF. Foraminas acessórias da região anterior da maxila em tomografia computadorizada de feixe cônico [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25149/tde-23042018-221201/publico/CarlaRenataSanomiyaIkuta_Rev.pdf
    • Vancouver

      Ikuta CRS, Rubira-Bullen IRF. Foraminas acessórias da região anterior da maxila em tomografia computadorizada de feixe cônico [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25149/tde-23042018-221201/publico/CarlaRenataSanomiyaIkuta_Rev.pdf

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: