Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Ácido salicílico e mancozebe na cultura de feijão: parâmetros fisiológicos e componentes de produção (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PAULO JUNIOR, JOÃO - ESALQ
  • USP Schools: ESALQ
  • Sigla do Departamento: LPV
  • Subjects: ANTIOXIDANTES; FEIJÃO; FUNGICIDAS; HORMÔNIOS
  • Language: Português
  • Abstract: A utilização de fungicidas multissítios, como é o caso do mancozebe (Mz), tem crescido bastante nas últimas safras com o intuito de evitar a resistência de fungos a fungicidas sítio-específico, além de aumentar sua eficiência no controle de doenças. No entanto, além do efeito fungicida, em áreas que receberam a aplicação destes produtos tem sido observados efeitos fisiológicos nas plantas, que vão desde a redução do nível de estresse até o aumento no teor de clorofila, o que repercute na produtividade. Associado a isto, o ácido salicílico também se torna uma estratégia importante, visto que este hormônio promove redução do nível de estresse, além de atuar na indução de resistência contra doenças. No entanto, pouco se sabe sobre os efeitos fisiológicos que este produtos isolados e em associação podem causar na cultura do feijoeiro comum. Portanto, o objetivo do trabalho foi avaliar o efeito da aplicação de Mz e ácido salicílico em características fisiológicas, componentes de produção e produtividade da cultura do feijoeiro comum. O ensaio foi conduzido em área comercial de produção de feijão irrigado em Patos de Minas-MG entre os meses de abril e agosto de 2017. Foi adotado delineamento em blocos casualizados em esquema fatorial 5 x 2 constituído por cinco doses de ácido salicílico (0, 50, 100, 200 e 400 mg ha-1) associados ou não a aplicação de Mz na dose de 400 g ha-1 e cinco repetições. Para cada tratamento, foram realizadas três aplicações, sendo estas aos 22, 37 e 52dias após a semeadura. Foram realizadas avaliações de massa de matéria seca de vagens, produtividade, atividade da nitrato redutase, urease, enzimas antioxidantes (SOD, POD e CAT), teor de prolina, peróxido de hidrogênio e peroxidação de lipídios. A aplicação de Mz proporcionou o aumento da atividade da SOD, sendo assim também ocorreu o incremento POD e da CAT, consequentemente reduzindo o peróxido de hidrogênio em folhas de feijoeiro, o que manteve baixo os níveis de peroxidação lipídica. Além disso, os níveis de prolina caíram significativamente após a aplicação de Mz. Quando se utilizou o Mz associado com o ácido salicílico, se observou que ocorreu o aumento da atividade da SOD, atingindo o seu pico para a dose de 200 mg ha-1. Além disso o ácido salicílico promoveu o incremento de prolina quando associado ao Mz, em relação ao tratamento com Mz isolado. Nesta situação a prolina foi reponsável pela eliminação de H2O2, mantendo os níveis das enzimas SOD e CAT reduzidos. Com os baixos níveis de peróxido de hidrogênio a peroxidação lipídica reduziu significativamente. As aplicações de Mz refletiram na maior massa seca de vagens e implicando na maior produtividade do feijoeiro, ao passo que o ácido salicílico proporcionou o aumento de produtividade, porém dependente da dose utilizada que apresentou o melhor resultado na dose de 200 mg ha-1
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 15.01.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    ESABC10500137236PAULO JÚNIOR, J.
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PAULO JUNIOR, João; DOURADO NETO, Durval. Ácido salicílico e mancozebe na cultura de feijão: parâmetros fisiológicos e componentes de produção. 2018.Universidade de São Paulo, Piracicaba, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-03052018-161612/ >.
    • APA

      Paulo Junior, J., & Dourado Neto, D. (2018). Ácido salicílico e mancozebe na cultura de feijão: parâmetros fisiológicos e componentes de produção. Universidade de São Paulo, Piracicaba. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-03052018-161612/
    • NLM

      Paulo Junior J, Dourado Neto D. Ácido salicílico e mancozebe na cultura de feijão: parâmetros fisiológicos e componentes de produção [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-03052018-161612/
    • Vancouver

      Paulo Junior J, Dourado Neto D. Ácido salicílico e mancozebe na cultura de feijão: parâmetros fisiológicos e componentes de produção [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/11/11136/tde-03052018-161612/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: