Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Adjuvantes nas vacinas reprodutivas: efeitos adversos, temperatura no sítio da injeção, resposta inflamatória e produção de anticorpos neutralizantes para BVDV e BoHV-1 (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BACCILI, CAMILA COSTA - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCM
  • Subjects: VACINAÇÃO; ADJUVANTES IMUNOLÓGICOS; IMUNIDADE
  • Keywords: Adaptive immunity; Adjuvantes; Adjuvants; Adverse effects; Efeitos adversos; Imunidade adaptativa; Imunidade Inata; Innate immunity; Vaccination
  • Language: Português
  • Abstract: Novilhas Holandesas (n=35) foram vacinadas e distribuídas em grupos de acordo com os adjuvantes presentes nas vacinas comerciais contra BVDV e BoHV-1: Halum (hidróxido de alumínio, n=9), Oleosa (emulsão oleosa, n=10), Prezent A (composto saponina, n=10) e Salina (controle, n=6). As reações locais e sistêmicas foram avaliadas às zero horas (h), seis, 24, 48, 72 e 168h pós-vacinal. A produção de anticorpos (ACs) foi mensurada nos dias da vacinação (D0), D21 e D42. Capítulo 1 O objetivo deste estudo foi avaliar a resposta inflamatória sistêmica em novilhas vacinadas contendo diferentes tipos de adjuvantes. O número de hemácias (P=0,009) e hemoglobina (P=0,028) foram maiores no grupo Prezent A após a 2a dose. Os teores de ferro foram maiores no grupo controle após 1ª e 2ª dose (P=0,000; 0,000). Em geral, no leucograma os grupos vacinados apresentaram decréscimo nos números de leucócitos (P=0,001) em 2ª dose, neutrófilos (%) (P=0,000; 0,000) em ambas aplicações e monócitos (%) (P=0,010) após 1ª dose. Os linfócitos (%) apresentaram aumento gradual após as duas doses (P=0,031; 0,000), observando-se menores proporções nos grupos Prezent A e Oleosa. Basófilos (%) após 2ª dose (P=0,012) e eosinófilos (%) (P=0,000; 0,000) foram mais reativos nos grupos Prezent A e Halum entre 24 e 72h. As novilhas Prezent A apresentaram maiores valores (P=0,000; 0,000) haptoglobina às 24 e 48h em relação aos demais grupos após a 1ª e 2ª dose. Em geral, a produção de EROs foi suprimida nas novilhasvacinadas em relação ao controle após 1a dose (P=0,018) e entre 24 à 168h após a 2a dose (P=0,002). Capítulo 2 O objetivo desta pesquisa foi avaliar os efeitos adversos associados às reações locais e sistêmicas, assim como verificar a reposta imune humoral induzida pelas vacinas. A reatividade local foi mais intensa no grupo Oleosa após a 1a dose (P=0,000), em contrapartida o grupo Prezent A após a 2a dose foi mais reativo (P=0,000). A temperatura retal foi elevada em Prezent A entre 0 a 24h em 1a dose (P=0,000). O escore de Doença Respiratória Bovina foi mais intensa no grupo Prezent A e Oleosa às 48 horas (P=0,0024). Os ACs contra BVDV foram detectados apenas em D42, observando-se médias semelhantes entre Prezent A (log2=5) e Halum (log2=5). A soroconversão foi maior em Halum (78%) em comparação ao Prezent A (40%) e oleosa (10%). Em relação ao BoHV-1, observou-se títulos e soroconversão em D21 nos grupos Halum (log2=3; 67%) e Prezent A (log2=1; 80%). No D42 verificou-se uma maior intensidade de resposta para Prezent A (log2= 6; 100%), seguido de Halum (log2=4; 100%) e Oleosa (log2=3,0; 60%). Os dados permitem concluir que a vacina contendo o adjuvante oleoso e Prezent A ocasionaram maior reatividade local, porém a Prezent A induziu maior resposta inflamatória sistêmica. A produção de ACs contra o BVDV e BoHV-1 foi mais intensa na vacina com hidróxido de alumínio e Prezent A. Estudos futuros são necessários para demonstrar os efeitos benéficos da respostainflamatória sistêmica do Prezent A sobre a resposta imune adquirida mediada por células do tipo Th1
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.12.2017
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300121178T.3584c FMVZ
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BACCILI, Camila Costa; GOMES, Viviani. Adjuvantes nas vacinas reprodutivas: efeitos adversos, temperatura no sítio da injeção, resposta inflamatória e produção de anticorpos neutralizantes para BVDV e BoHV-1. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-06032018-152406/ >.
    • APA

      Baccili, C. C., & Gomes, V. (2017). Adjuvantes nas vacinas reprodutivas: efeitos adversos, temperatura no sítio da injeção, resposta inflamatória e produção de anticorpos neutralizantes para BVDV e BoHV-1. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-06032018-152406/
    • NLM

      Baccili CC, Gomes V. Adjuvantes nas vacinas reprodutivas: efeitos adversos, temperatura no sítio da injeção, resposta inflamatória e produção de anticorpos neutralizantes para BVDV e BoHV-1 [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-06032018-152406/
    • Vancouver

      Baccili CC, Gomes V. Adjuvantes nas vacinas reprodutivas: efeitos adversos, temperatura no sítio da injeção, resposta inflamatória e produção de anticorpos neutralizantes para BVDV e BoHV-1 [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-06032018-152406/