Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Enzimas exógenas para poedeiras comerciais (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: ROQUE, FABRICIA DE ARRUDA - FZEA
  • USP Schools: FZEA
  • Subjects: CARBOIDRATOS; FÓSFORO; NUTRIENTES
  • Keywords: Carbohydrase; Carboidrase; Fitase; Phytase
  • Language: Português
  • Abstract: As enzimas exógenas são mecanismos de redução de custos e otimização da eficiência do uso de ingredientes aumentando a digestão e reduzindo a excreção de nutrientes ao ambiente. Desta forma, foram realizados dois experimentos para avaliar o efeito da adição de enzima exógena sobre o desempenho e qualidade dos ovos de poedeiras comerciais. O primeiro estudo teve como intuito avaliar os efeitos da dieta com nutrientes reduzidos e suplementados com fitase para poedeiras comerciais de 70 a 86 semanas de idade sobre as características de desempenho, qualidade do ovo e parâmetros econômicos. As poedeiras comerciais Novogen White ® (n = 256) foram distribuídas de acordo com um delineamento inteiramente casualizado em quatro tratamentos, com oito repetições de oito galinhas cada: controle positivo (CP): dieta convencional, não suplementada com fitase; dieta com níveis reduzidos de P (-0.12%), Ca (-0.10%) e ME (-14 kcal / kg) e suplementados com 300 FTU fitase / kg (CN300FTU); dieta com níveis reduzidos de P (-0,16%), Ca (-0,13%), ME (-18 kcal / kg), CP (-18%), aminoácidos sintéticos (-0,01%) e suplementados com 600 FTU fitase / kg (RN600FTU); e dieta com níveis reduzidos de P (-0.18% P), Ca (-0.15%), ME (-20 kcal / kg), CP (-20%), aminoácidos sintéticos (-0,01%) e suplementados com 900 FTU fitase / kg (CN900FTU). Durante o experimento foi coletado os dados desempenho, a qualidade dos ovos e os dados de análise econômica. As poedeiras alimentadas com a dieta CN300FTU apresentaram umaprodução de ovos 2,68% maior que as alimentadas com a dieta CP. As poedeiras alimentadas com CP tiveram os ovos mais pesados (66,80 g). A massa de ovos produzida por poedeiras alimentadas com CP e CN300FTU foi estatisticamente similar. As características de qualidade dos ovos não foram influenciadas pelos tratamentos dietéticos, com exceção da espessura da casca do ovo, cujo maior valor foi obtido nas poedeiras alimentadas por CP. O custo da ração da dieta CN900FTU foi aproximadamente 9% menor do que o da dieta CP. Este estudo mostrou que as poedeiras alimentadas com uma dieta de nutrientes reduzidos e suplementados com fitase de 300FTU produziram o melhor desempenho e resultados econômicos. No segundo experimento, foi avaliado os efeitos dos níveis de energia metabolizável e suplementadas com complexo enzimático para poedeiras comerciais, de segundo ciclo, de 84 a 100 semanas de idade em seu desempenho, qualidade do ovo e parâmetros econômicos. As poedeiras comerciais Hy-line White ® (n = 224) foram distribuídas de acordo com um delineamento inteiramente casualizado em esquema fatorial 2 X 2, dois níveis de energia metabolizável (2.626, 2.776 Kcal de energia metabolizável) e com e sem suplementação de carboidrase (5g/t), totalizando quatro tratamentos com sete repetições. Houve interação entre o nível de energia e o complexo enzimático para produção e massa de ovo. Sendo, maior produtividade e massa de ovos foi para as poedeiras alimentadas com maior nível de energia e asuplementada com o complexo enzimático. Conclui-se que a suplementação de enzimas exógenas (fitase e carboidrase) para poedeiras comerciais nos dois experimentos apresentou efeitos satisfatórios para as características zootécnicas e econômicas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.02.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FZEA11400027022T.1434
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      ROQUE, Fabricia de Arruda; ARAÚJO, Lúcio Francelino. Enzimas exógenas para poedeiras comerciais. 2018.Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74131/tde-25052018-113302/ >.
    • APA

      Roque, F. de A., & Araújo, L. F. (2018). Enzimas exógenas para poedeiras comerciais. Universidade de São Paulo, Pirassununga. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74131/tde-25052018-113302/
    • NLM

      Roque F de A, Araújo LF. Enzimas exógenas para poedeiras comerciais [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74131/tde-25052018-113302/
    • Vancouver

      Roque F de A, Araújo LF. Enzimas exógenas para poedeiras comerciais [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74131/tde-25052018-113302/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: