Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da remoção de cromo hexavalente a partir de adsorventes à base de quitosana e celulose bacteriana e os seus efeitos na biota aquática (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: COSTA, CAMILA GABRIELA ALEXANDRE GEROMEL - EESC
  • USP Schools: EESC
  • Subjects: ADSORÇÃO (TRATAMENTO DE ÁGUA); ECOTOXICOLOGIA
  • Keywords: ECOTOXICOLOGIA AQUÁTICA; ADSORÇÃO DE METAIS; CINÉTICA DE ADSORÇÃO; ISOTERMAS DE ADSORÇÃO
  • Language: Português
  • Abstract: As atividades antrópicas, tanto industriais quanto agrícolas, têm contribuído de forma considerável ao aporte de contaminantes nos recursos hídricos, sobretudo às concentrações de metais nestes corpos receptores. Deste modo, é imprescindível analisar o impacto contaminantes nesses ambientes, bem como os efeitos na biota aquática como forma de prevenir os danos ambientais a estes ecossistemas. O cromo hexavalente [Cr(VI)] foi estudado quanto às taxas de adsorção em pérolas de hidrogéis de quitosana (GA = 5,5%) e membranas de celulose bacteriana sintetizadas por Gluconacetobacter hansenii (melaço como fonte de carbono). Os resultados de adsorção para os materiais de natureza polimérica avaliados, no tempo de equilíbrio (3 horas), a uma temperatura de 25°C, foram ajustados ao modelo de Freundlich, com coeficientes de correlação de 95,02% e 98,28%, respectivamente, sugerindo que a adsorção ocorre em mais de uma camada. Quanto à cinética, o melhor ajuste para a quitosana foi ao modelo de pseudo-segunda ordem, o qual pressupõe que ocorra a quimiossorção, ao passo que para a celulose, a o modelo de pseudo-primeira ordem de Lagergren, o qual preconiza a predominância da adsorção por difusão. A adsorção de Cr(VI) em quitosana (5000 mg/kg) foi superior à adsorção em celulose (2200 mg/kg), para o tempo de contato de 80 horas e taxa de aplicação de adsorvente de 0,1 g/L. O Cr(VI) também foi aplicado em testes ecotoxicológicos, com a finalidade de se observar os efeitos da exposição em larvas de Chironomus sancticaroli (Diptera, Chironomidae) e em Allonais inaequalis (Annelida, Oligochaeta). Posteriormente, os adsorventes foram aplicados nestes testes ecotoxicológicos, aplicados ao mesmo tempo que os organismos (tempo zero), com 24 horas de antecedência e com 48 horas de antecedência (T0; T24h; T48h), para que a toxicidade da concentração de Cr(VI)remanescente no líquido fosse avaliada. Na maior parte dos testes, os tempos de contato de 24h e 48h apresentaram maiores taxas de sobrevivência do que o tempo T0, indicando que a presença dos adsorventes, sobretudo para os maiores tempos de contato, reduziu a toxicidade do Cr(VI) devido à redução de sua disponibilidade no líquido, em função da adsorção. A aplicação dos adsorventes em amostras ambientais de sedimentos de córregos, localizados em áreas adjacentes ao cultivo de cana-de-açúcar, também foi avaliada. Foi detectada a adsorção de cádmio, cobre, cromo, manganês, zinco e magnésio não solubilizados no meio líquido comprovando as suas eficácias quando aplicados em ambientes naturais. Sobretudo à importância ambiental por sua não toxicidade e eficácia na remoção de contaminantes, os biopolímeros quitosana e celulose podem ser considerados potenciais adsorventes a serem aplicados em recuperação de contaminantes de ambientes naturais
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.03.2018

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    EESC31100210916TESE 10.011
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      COSTA, Camila Gabriela Alexandre Geromel; CORBI, Juliano José. Avaliação da remoção de cromo hexavalente a partir de adsorventes à base de quitosana e celulose bacteriana e os seus efeitos na biota aquática. 2018.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2018.
    • APA

      Costa, C. G. A. G., & Corbi, J. J. (2018). Avaliação da remoção de cromo hexavalente a partir de adsorventes à base de quitosana e celulose bacteriana e os seus efeitos na biota aquática. Universidade de São Paulo, São Carlos.
    • NLM

      Costa CGAG, Corbi JJ. Avaliação da remoção de cromo hexavalente a partir de adsorventes à base de quitosana e celulose bacteriana e os seus efeitos na biota aquática. 2018 ;
    • Vancouver

      Costa CGAG, Corbi JJ. Avaliação da remoção de cromo hexavalente a partir de adsorventes à base de quitosana e celulose bacteriana e os seus efeitos na biota aquática. 2018 ;

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: