Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Influência do ciclo reprodutivo na biologia termal de Crotalus durissus neotropical (Serpentes, Viperidae) em cativeiro (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MARINHO, PATRICIA DA SILVA - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCI
  • Subjects: TEMPERATURA CORPORAL; SERPENTES; REPRODUÇÃO
  • Keywords: Body temperature; Ciclo reprodutivo; Crotalus durissus; Crotalusdurissus; Reproduction; Reproductive cycle; Temperatura corpórea; Termorregulação; Thermoregulation
  • Language: Português
  • Abstract: As serpentes são animais ectotérmicos capazes de modificar seu comportamento termorregulatório e consequentemente sua temperatura corpórea para otimizar o desempenho de determinadas atividades, dentre elas, a reprodução. Segundo vários estudos, a reprodução é um dos fatores fisiológicos mais influenciados pela seleção de temperatura corpórea em Squamata. Fêmeas reprodutivas de muitas espécies têm apresentado termofilia gestacional. Esse comportamento tem corroborado a hipótese de manipulação materna da temperatura ótima para o desenvolvimento embrionário, com isso, a fêmea garante o fenótipo da prole e seu sucesso reprodutivo. Aqui investigamos a influência do status reprodutivo na biologia termal de fêmeas de Crotalus durissus em cativeiro semiextensivo. Para isso, foram utilizados sensores de temperatura interna (datalogger) inseridos cirurgicamente na cavidade celomática de fêmeas prenhes e não prenhes. As análises dos dados demonstraram que fêmeas prenhes mantiveram a média de temperatura corpórea significativamente mais elevadas do que fêmeas não prenhes no verão. No entanto, a variação da Tc de fêmeas prenhes não difere de fêmeas não prenhes. O benefício mais frequentemente citado sobre a evolução da viviparidade, é que fêmeas prenhes podem acelerar o desenvolvimento embrionário por meio da termorregulação. A elevação e estabilidade da temperatura corpórea durante a gestação têm sido consideradas o mecanismo primordial para assegurar o desenvolvimento embrionário.Desta forma, aumenta o fitness da prole e garante a viabilidade da ninhada. Os dados apresentados aqui demonstram que a condição reprodutiva de fêmeas prenhes de Crotalus durissus tem grande influência sobre a seleção de temperaturas mais elevadas, corroborando com a hipótese de que fêmeas alteram o comportamento termorregulatório quando estão prenhes
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 01.09.2017
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMVZ11300121198T.3547 FMVZ
    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARINHO, Patricia da Silva; SANTOS, Selma Maria de Almeida. Influência do ciclo reprodutivo na biologia termal de Crotalus durissus neotropical (Serpentes, Viperidae) em cativeiro. 2017.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-31012018-154725/ >.
    • APA

      Marinho, P. da S., & Santos, S. M. de A. (2017). Influência do ciclo reprodutivo na biologia termal de Crotalus durissus neotropical (Serpentes, Viperidae) em cativeiro. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-31012018-154725/
    • NLM

      Marinho P da S, Santos SM de A. Influência do ciclo reprodutivo na biologia termal de Crotalus durissus neotropical (Serpentes, Viperidae) em cativeiro [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-31012018-154725/
    • Vancouver

      Marinho P da S, Santos SM de A. Influência do ciclo reprodutivo na biologia termal de Crotalus durissus neotropical (Serpentes, Viperidae) em cativeiro [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10132/tde-31012018-154725/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: