Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estresse, violência, depressão e baixo suporte social durante a gestação e sua associação com parto pré-termo: avaliação de coorte de pré-natal em Ribeirão Preto (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BRITO, LÍVIA MUZZI DINIZ - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Subjects: GINECOLOGIA; OBSTETRÍCIA; PARTO; ESTRESSE; DEPRESSÃO; VIOLÊNCIA; APOIO SOCIAL
  • Keywords: Apoio social; Depressão; Estresse; Parto pré-termo; Violência; Depression; Preterm birth; Social support; Stress; Violence
  • Language: Português
  • Abstract: O parto pré-termo, definido como nascimento antes de 37 semanas de gestação, é causa importante de morbidade e mortalidade neonatais, além de possíveis sequelas a longo prazo. Este trabalho trata-se de uma coorte prospectiva cujo objetivo foi analisar quatro possíveis fatores etiológicos do parto pré-termo: estresse, depressão, violência e baixo suporte social, baseado nos dados do projeto temático original: "Fatores etiológicos do nascimento pré-termo e consequências dos fatores perinatais na saúde da criança: coortes de nascimentos em duas cidades brasileiras". Um total de 1400 gestantes da cidade de Ribeirão Preto foram entrevistadas durante o pré- natal e logo após o parto, obtendo-se informações sobre história obstétrica e sócioeconômica, grau de estresse, depressão, apoio social e violência doméstica; dados do parto e do recém nascido. Foram identificados 133 (9,7%) partos prematuros, dentre estes 95 (6,9%) partos prematuros espontâneos, excluindo-se partos induzidos e cesarianas eletivas. Foram realizadas análises simples entre os possíveis fatores e também análises ajustadas a diversos itens da história social e obstétrica de cada gestante. O estresse e a depressão foram os dois únicos itens que mostraram associação com o desfecho prematuridade. O estresse foi o único fator que manteve a associação nos modelos ajustados de análise. Verificou-se um risco relativo bruto de 1,82 (IC 1,2 - 2,7) e de 1,60 a 1,75, nos modelos ajustados. O apoio social e histórico deviolência física, sexual ou psicológica não mostraram interferência estatisticamente significativa no desfecho. Os resultados são consistentes com dados da literatura atual e apontam a importância de se observar certos sinais e sintomas durante o pré-natal, assim como discutir novas estratégias de acolhimento e tratamento, consequentemente prevenindo o parto pré-termo
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.01.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BRITO, Lívia Muzzi Diniz; CAVALLI, Ricardo de Carvalho. Estresse, violência, depressão e baixo suporte social durante a gestação e sua associação com parto pré-termo: avaliação de coorte de pré-natal em Ribeirão Preto. 2018.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17145/tde-23042018-121127/ >.
    • APA

      Brito, L. M. D., & Cavalli, R. de C. (2018). Estresse, violência, depressão e baixo suporte social durante a gestação e sua associação com parto pré-termo: avaliação de coorte de pré-natal em Ribeirão Preto. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17145/tde-23042018-121127/
    • NLM

      Brito LMD, Cavalli R de C. Estresse, violência, depressão e baixo suporte social durante a gestação e sua associação com parto pré-termo: avaliação de coorte de pré-natal em Ribeirão Preto [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17145/tde-23042018-121127/
    • Vancouver

      Brito LMD, Cavalli R de C. Estresse, violência, depressão e baixo suporte social durante a gestação e sua associação com parto pré-termo: avaliação de coorte de pré-natal em Ribeirão Preto [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17145/tde-23042018-121127/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: