Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Controle neurovascular em repouso e durante o exercício em indivíduos com diferentes níveis de pressão arterial: papel dos quimiorreceptores periféricos (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SARAIVA, GRAZIELA AMARO VICENTE FERREIRA - EEFE
  • USP Schools: EEFE
  • Subjects: FISIOLOGIA DO EXERCÍCIO; HIPERTENSÃO; SISTEMA NERVOSO SIMPÁTICO; EXERCÍCIO FÍSICO
  • Keywords: Arterial chemoreflex; Atividade nervosa simpática; Exercise; Hiperóxia; Hyperoxia; Hypertension; Metaboreflex; Metaborreflexo; quimiorreflexo arterial; Sympathetic nervous activity
  • Language: Português
  • Abstract: (Continuação) Todas as avaliações foram realizadas em repouso, durante o exercício de preensão de mão (30% da contração voluntária máxima) e durante a oclusão circulatória pós-exercício, em condições de normóxia (inalação de níveis ambientes com 21% de oxigênio) e hiperóxia (manobra que desativa os quimiorreceptores arteriais através da inalação da concentração de 100% de oxigênio). Em repouso, também foram avaliadas a variabilidade da frequência cardíaca e da pressão arterial e o ganho do controle barorreflexo da frequência cardíaca. Foi considerada diferença significativa quando P<0,05. (Continua)(Continuação) RESULTADOS: No repouso, a desativação dos quimiorreceptores periféricos diminuiu a ANSM (38 'MAIS OU MENOS'3 vs. 34 'MAIS OU MENOS'3 disparos/minuto, P=0,02), aumentou o fluxo sanguíneo muscular e tendeu a aumentar a condutância vascular do antebraço (P=0,06) nos pacientes hipertensos. Além disso, a desativação dos quimiorreceptores periféricos aumento o ganho do controle barorreflexo da frequência cardíaca. No entanto, nenhuma modificação significativa foi observada na condutância vascular do antebraço e na pressão arterial. Interessantemente, durante a oclusão circulatória, manobra que isola os metaborreceptores musculares, a desativação dos quimiorreceptores periféricos aumentou a ANSM no primeiro e segundo minuto de oclusão. CONCLUSÃO: Em pacientes hipertensos, a desativação dos quimiorreceptores periféricos: 1- Diminui a ANSM e aumenta o fluxo sanguíneo muscular e o ganho do controle barorreflexo da frequência cardíaca em repouso; 2- Diminui a resposta da ANSM durante o exercício e; 3-Normaliza o controle metaborreflexo da ANSM. Analisados em conjunto, esses resultados demonstram a participação do mecanismo quimiorreflexo periférico no controle neurovascular não só em repouso, mas também, durante a manobra fisiológica de exercício nos pacientes hipertensosINTRODUÇÃO: A hipertensão arterial tem sido associada à hipersensibilidade quimiorreflexa arterial. A consequência dessa disfunção autonômica nessa população é a ativação simpática e vasoconstrição. De fato, a atividade nervosa simpática está aumentada e o fluxo sanguíneo muscular diminuído, em repouso e durante manobras fisiológicas como o exercício, em pacientes hipertensos. Contudo, o papel dos quimiorreceptores periféricos na resposta neurovascular durante o exercício não tem sido investigado nesses pacientes. OBJETIVO: Avaliar a influência dos quimiorreceptores periféricos no controle neurovascular da atividade nervosa simpática muscular (ANSM), condutância vascular no antebraço e pressão arterial em repouso, durante o exercício e a oclusão circulatória em pacientes com hipertensão arterial. MÉTODOS: Vinte e cinco sujeitos, na faixa etária entre 25 e 60 anos, sedentários, com índice de massa corporal menor que 30kg/m2 e não engajados em tratamento farmacológico participaram do estudo. Os participantes foram divididos em dois grupos, de acordo com o nível de pressão arterial clínica e classificados como hipertensos ou normotensos. Foram avaliados a ANSM (microneurografia), o fluxo sanguíneo muscular (pletismografia de oclusão venosa), a pressão arterial (oscilométrica), a frequência cardíaca (eletrocardiograma) e respiratória (cinta piezoelétrica) e a saturação de pulso de oxigênio (oxímetro). (Continua)
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.04.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SARAIVA, Graziela Amaro Vicente Ferreira; RONDON, Maria Urbana Pinto Brandão. Controle neurovascular em repouso e durante o exercício em indivíduos com diferentes níveis de pressão arterial: papel dos quimiorreceptores periféricos. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39135/tde-19062018-120431/ >.
    • APA

      Saraiva, G. A. V. F., & Rondon, M. U. P. B. (2018). Controle neurovascular em repouso e durante o exercício em indivíduos com diferentes níveis de pressão arterial: papel dos quimiorreceptores periféricos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39135/tde-19062018-120431/
    • NLM

      Saraiva GAVF, Rondon MUPB. Controle neurovascular em repouso e durante o exercício em indivíduos com diferentes níveis de pressão arterial: papel dos quimiorreceptores periféricos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39135/tde-19062018-120431/
    • Vancouver

      Saraiva GAVF, Rondon MUPB. Controle neurovascular em repouso e durante o exercício em indivíduos com diferentes níveis de pressão arterial: papel dos quimiorreceptores periféricos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/39/39135/tde-19062018-120431/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: