Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Effect of Myracrodruon urundeuva All. and Qualea grandiflora Mart. extracts on viability and activity of microcosm biofilm and prevention of enamel demineralization in vitro (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PIRES, JULIANA GONÇALVES - FOB
  • USP Schools: FOB
  • Subjects: EXTRATOS (FORMAS FARMACÊUTICAS); BIOFILMES; DESMINERALIZAÇÃO; ESMALTE DENTÁRIO; AGENTES ANTIMICROBIANOS; CÁRIE DENTÁRIA; PATOLOGIA BUCAL; FITOTERAPIA
  • Language: Inglês
  • Abstract: O objetivo foi avaliar os efeitos antimicrobiano e anti-cárie de dois extratos de plantas. O primeiro capítulo se referiu a uma revisão da literatura cujo objetivo foi discutir o potencial antimicrobiano dos agentes naturais brasileiros sobre o biofilme relacionado à cárie dentária e à gengivite/doença periodontal. A pesquisa dos artigos foi realizada usando o PubMed. Foram encontrados 23 trabalhos. A maioria dos estudos foi realizada utilizando microorganismos na fase planctônica ou ensaios clínicos. Dezenove artigos foram focados em bactérias cariogênicas. Dos dezenove artigos, onze também eram sobre bactérias periodontopatogênicas. Quatro estudos abordaram apenas bactérias periodontopatogênicas. Os agentes naturais brasileiros mais testados foram própolis verde, óleos essenciais de Lippia sidoides e Copaifera sp. Os agentes testados apresentaram resultados similares quando comparados ao controle positivo (óleos essenciais e extratos) ou melhor efeito que o controle negativo (própolis verde). Mais estudos próximos da condição clínica e o uso de variáveis de resposta que permitam entender o mecanismo de ação são necessários, para permitir a incorporação desses agentes naturais em produtos odontológicos. O segundo capítulo teve como objetivo testar o efeito dos extratos hidroalcoólicos de Myracrodruon urundeuva All. e Qualea grandiflora Mart. sobre a viabilidade do biofilme microcosmo e na prevenção da desmineralização do esmalte. O biofilme microcosmo foi produzido em esmalte bovino, utilizando pool de saliva humana misturada à saliva de McBain (0,2% de sacarose) durante 14 dias. O biofilme foi tratado diariamente com os extratos durante 1 min. M. urundeuva a 100, 10 e 0,1 g/ml e Q. grandiflora a 100 e 0,1 g/ml reduziram a viabilidade dos microrganismos de forma semelhante ao controle positivo e significativamente maior do que o controle negativo.M. urundeuva a 1000, 100 e 0,1 g/ml foi capaz de reduzir a contagem de Unidade formadora de colônia-UFC para Lactobacilos totais e Streptococcus mutans, enquanto a Q. grandiflora a 1000 e 1,0 g/ml reduziu significativamente a contagem de UFC para S. mutans. Os extratos naturais não conseguiram reduzir a produção de polissacarídeos extracelulares-PEC, ácido lático e o desenvolvimento da lesão cariosa em esmalte. O terceiro capítulo teve como objetivo avaliar o efeito dos extratos hidroalcoólicos de M. urundeuva. e Q. grandiflora (sozinhos ou combinados) sobre a viabilidade do biofilme de S. mutans e na prevenção da desmineralização do esmalte. Cepa de S. mutans (ATCC 21175) foi reativada em caldo BHI. Concentração inibitória mínima, concentração bactericida mínima, concentração inibitória mínima de biofilme e concentração de erradicação mínima de biofilme foram determinadas para escolher as concentrações a serem testadas sob o modelo de biofilme. O biofilme de S. mutans (5x105 CFU/ml) foi produzido em esmalte bovino, utilizando saliva de McBain com 0,2% de sacarose durante 3 dias. O biofilme foi tratado diariamente com os extratos durante 1 min. M. urundeuva (isolada ou combinada) nas concentrações iguais ou superiores a 0,625 mg/ml foi capaz de reduzir a viabilidade das bactérias, enquanto que o extrato da Q. grandflora apresentou efeito antimicrobiano somente a 5 mg/ml (p<0,05). Nenhum dos extratos reduziu o desenvolvimento da lesão da cárie. Apesar dos extratos naturais terem efeito antimicrobiano, são incapazes de prevenir o desenvolvimento da lesão cariosa em esmalte.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 09.03.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PIRES, Juliana Gonçalves; MAGALHÃES, Ana Carolina. Effect of Myracrodruon urundeuva All. and Qualea grandiflora Mart. extracts on viability and activity of microcosm biofilm and prevention of enamel demineralization in vitro. 2018.Universidade de São Paulo, Bauru, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25149/tde-13072018-145259/publico/JulianaGoncalvesPires_Rev.pdf >.
    • APA

      Pires, J. G., & Magalhães, A. C. (2018). Effect of Myracrodruon urundeuva All. and Qualea grandiflora Mart. extracts on viability and activity of microcosm biofilm and prevention of enamel demineralization in vitro. Universidade de São Paulo, Bauru. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25149/tde-13072018-145259/publico/JulianaGoncalvesPires_Rev.pdf
    • NLM

      Pires JG, Magalhães AC. Effect of Myracrodruon urundeuva All. and Qualea grandiflora Mart. extracts on viability and activity of microcosm biofilm and prevention of enamel demineralization in vitro [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25149/tde-13072018-145259/publico/JulianaGoncalvesPires_Rev.pdf
    • Vancouver

      Pires JG, Magalhães AC. Effect of Myracrodruon urundeuva All. and Qualea grandiflora Mart. extracts on viability and activity of microcosm biofilm and prevention of enamel demineralization in vitro [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/25/25149/tde-13072018-145259/publico/JulianaGoncalvesPires_Rev.pdf