Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

A relação entre psicologia e racismo: as heranças da clínica psicológica (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BENEDITO, MAIARA DE SOUZA - IP
  • USP Schools: IP
  • Sigla do Departamento: PST
  • Subjects: RACISMO; PSICOLOGIA SOCIAL; PRÁTICA PROFISSIONAL; CLÍNICA PSICANALÍTICA
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: Esta dissertação tem como objetivo investigar como a raça e o racismo afetam a prática dos psicólogos. A partir de uma leitura histórica da construção do que é ser negro no Brasil, discute-se as formas como a Psicologia pode contribuir para o enfrentamento do sofrimento causado pelo racismo. Adota-se a compreensão da raça enquanto uma construção social que reverbera em diversas faces do racismo, entre elas o racismo institucional, que pode refletir e determinar a forma como os negros acessam seus direitos. Apoiada na psicanálise vincular e no conceito de alianças inconscientes de Kaës, averigua-se se e como profissionais do campo da clínica psicológica identificam problemas relacionados ao racismo, analisando como eles atuam diante dessa problemática. As entrevistas abertas tiveram como base os pressupostos de Bleger e realizadas com três profissionais que atuam em dispositivos clínicos em serviços públicos e privados na região metropolitana de São Paulo. Em seguida, identificou-se de que modo as questões raciais são expressas no campo da clínica nesses dispositivos. Foram encontrados aspectos comuns entre as narrativas estudadas com relação ao racismo operar como uma transmissão psíquica entre as gerações e observou-se que há ambiguidade na diferenciação do racismo a outros tipos de preconceitos. Reconheceu-se a contradição entre desejo e a culpa entre as vítimas do racismo nos relatos dos entrevistados. Evidenciou-se a problemática do lugar do negro nos espaços sociais e arelevância dos territórios onde eles podem ou não ocupar. Na clínica psicológica, admitiu-se a existência de estruturantes psíquicos, responsáveis pelo delineamento do sofrimento de ser negro, e que, nessa dimensão, há um espaço para elaboração desse problema. Percebeu-se a importância de respeitar o sujeito enquanto si mesmo antes de fazer os recortes sociais necessários. Além disso, foi descoberta a necessidade de se realizar parcerias para o enfrentamento do racismo, destacando-se ainda o valor da apropriação histórica para que os fenômenos raciais possam ser compreendidos e superados. Este estudo conclui que a atuação da Psicologia se faz necessária política e socialmente
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.04.2018
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BENEDITO, Maiara de Souza; FERNANDES, Maria Inês Assumpção. A relação entre psicologia e racismo: as heranças da clínica psicológica. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-04092018-102726/ >.
    • APA

      Benedito, M. de S., & Fernandes, M. I. A. (2018). A relação entre psicologia e racismo: as heranças da clínica psicológica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-04092018-102726/
    • NLM

      Benedito M de S, Fernandes MIA. A relação entre psicologia e racismo: as heranças da clínica psicológica [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-04092018-102726/
    • Vancouver

      Benedito M de S, Fernandes MIA. A relação entre psicologia e racismo: as heranças da clínica psicológica [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/47/47134/tde-04092018-102726/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019