Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeitos do tratamento periodontal não-cirúrgico sobre o perfil de citocinas inflamatórias em pacientes com periodontite crônica e câncer de mama submetidos à quimioterapia (2017)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: VILLAFUERTE, KELLY ROCIO VARGAS - FORP
  • USP Schools: FORP
  • Subjects: NEOPLASIAS MAMÁRIAS; QUIMIOTERAPIA; PERIODONTITE CRÔNICA; SISTEMA IMUNE; FLUÍDO CREVICULAR GENGIVAL; CITOCINAS
  • Keywords: Breast cancer; Câncer de mama; Chemotherapy; Chronic periodontitis; Citocinas; Cytokines; Fluido crevicular gengival; Gingival crevicular fluid; Non-surgical periodontal therapy; Periodontite crônica; Quimioterapia; Terapia periodontal não cirúrgica
  • Language: Português
  • Abstract: Pacientes com câncer de mama sob quimioterapia tem níveis aumentados de marcadores inflamatórios, que podem piorar condições periodontais pré-existentes. Este estudo avaliou o efeito do tratamento periodontal nao cirúrgico (TPNC) e estabeleceu a correlação entre os parâmetros clínicos com os níveis de citocinas presentes no fluido crevicular gengival (FCG) antes e após TPNC. Quarenta indivíduos foram alocados em dois grupos; pacientes com periodontite cronica (PC) (n=20) e pacientes com câncer de mama com periodontite crônica (CAN/PC) (n=20). Os seguintes parâmetros clínicos e imunológicos foram analisados: i) profundidade de sondagem (PS), nível clinico de inserção (NCI), índice gengival (IG), índice de placa (IP), ii) avaliação dos níveis de Interleucina (IL) - 4, IL-10, IL-17, IL-2, IL-6, IL-1β, Interferon gama (INF-γ), Fator de Necrose Tumoral alfa (TNF-α) e Fator de Crescimento Tumoral-beta (TGF-β) no fluido crevicular gengival (Luminex), no baseline, 45 dias e 180 dias após TPNC. Os dados obtidos foram estatisticamente analisados. Nas comparações entre grupos: No baseline, o grupo PC apresentou níveis maiores de INF-γ e níveis menores de IL- 10 e TGF-β quando comparados ao grupo CAN/PC. Aos 45 dias o grupo CAN/PC apresentou níveis mais reduzidos de TNF-α (p < 0,0001) em comparação com o grupo PC. Em relação aos 180 dias, o grupo PC apresentou níveis mais reduzidos de INF-γ (p < 0,001), IL-2 (p < 0. 001), TNF-α (p < 0,0001) e níveis elevados de IL-10 (p < 0,01) e TGF-β (p < 0,001), quando comparados ao grupo CAN/PC. Nas comparações entre períodos de tempo: o grupo CAN/PC apresentou uma redução significativa de IL-2 aos 45 e 180 dias (p < 0,05) em comparação com baseline, TNF-α teve uma redução aos 45 dias, em comparação com baseline (p < 0.0001), alem disso, houve uma redução significativa do TGF-β aos 180 dias em comparaçãocom baseline (p < 0,0001). Enquanto IL-1β, foi aumentado aos 45 dias em comparação com baseline (p < 0,05). No grupo PC, houve uma redução significativa dos níveis de INF-&gama; aos 180 dias, em comparação com baseline (p < 0,0001) e 45 dias (p < 0,05). Da mesma forma, IL-2 e TNF-α reduziram aos 180 dias, em comparação com baseline (p < 0,0001) e 45 dias (p < 0,0001), bem como um aumento de TGF-β aos 180 dias, em comparação com baseline (p < 0,05) e 45 dias (p < 0,0001). Na análise de correlação entre os parâmetros clínicos e os níveis de citocinas do FCG: No grupo CAN/PC, foi encontrado uma positiva correlação entre PS e os níveis de TNF-α (r = 0.6489, p = 0.002) no baseline. IL-17 foi positivamente correlacionado com redução de PS (r = 0.4596, p = 0.04) aos 180 dias; assim também IL-6 foi positivamente correlacionado com redução de PS e ganho de NCI (r = 0.4513, p = 0.05, r = 0.5578, p = 0.01, respectivamente) aos 180 dias. No grupo PC, IL-17 foi positivamente correlacionada com PS e NCI (r = 0.4558, p = 0.04, r= 0.5447, p = 0.01, respectivamente) no baseline. IL-1β foi positivamente correlacionado com redução de PS e ganho de NCI (r = 0.5538, p = 0.01, r = 0.5902, p = 0.006, respectivamente), aos 45 dias. Uma negativa correlação foi encontrada entre IL-4 e ganho de NCI (r = -0.4981, p = 0.03) aos 180 dias. Pode-se concluir que a TPNC reduz os estímulos antigênicos e consequentemente ajuda a reduzir a carga inflamatória de pacientes com câncer de mama com periodontite crônica, melhorando assim as condições clinicas periodontais e sistêmicas
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 14.11.2017
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      VILLAFUERTE, Kelly Rocio Vargas; BULLE, Daniela Bazan Palioto. Efeitos do tratamento periodontal não-cirúrgico sobre o perfil de citocinas inflamatórias em pacientes com periodontite crônica e câncer de mama submetidos à quimioterapia. 2017.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2017. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58132/tde-23022018-151200/ >.
    • APA

      Villafuerte, K. R. V., & Bulle, D. B. P. (2017). Efeitos do tratamento periodontal não-cirúrgico sobre o perfil de citocinas inflamatórias em pacientes com periodontite crônica e câncer de mama submetidos à quimioterapia. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58132/tde-23022018-151200/
    • NLM

      Villafuerte KRV, Bulle DBP. Efeitos do tratamento periodontal não-cirúrgico sobre o perfil de citocinas inflamatórias em pacientes com periodontite crônica e câncer de mama submetidos à quimioterapia [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58132/tde-23022018-151200/
    • Vancouver

      Villafuerte KRV, Bulle DBP. Efeitos do tratamento periodontal não-cirúrgico sobre o perfil de citocinas inflamatórias em pacientes com periodontite crônica e câncer de mama submetidos à quimioterapia [Internet]. 2017 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/58/58132/tde-23022018-151200/