Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da gordura epicárdica e sua influência no remodelamento cardíaco de obesos mórbidos submetidos à cirurgia bariátrica (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CARDOSO, ACáCIO FERNANDES - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: OBESIDADE MÓRBIDA; CIRURGIA BARIÁTRICA; VENTRÍCULO CARDÍACO
  • Keywords: Atrial remodeling; Bariatric surgery; Morbid obesity; Remodelação ventricular; Remodelamento atrial; Ventricular remodeling; Ventricular function
  • Language: Português
  • Abstract: obesos em relação aos controles (p < 0,05). Uma menor fração de ejeção do ventrículo esquerdo foi observada no grupo de obesos (p < 0,05). A gordura epicárdica foi maior nos obesos (p < 0,01). Uma correlação positiva foi encontrada entre a gordura epicárdica, a duração da onda P (r=0,70; p < 0,01), o diâmetro do átrio esquerdo (r=0,67; p < 0,01) e a massa ventricular (r=0,58; p < 0,01). Uma correlação inversa foi observada entre a gordura epicárdica e a fração de ejeção do ventrículo esquerdo (r=- 0,52; p < 0,01). Na análise de regressão múltipla, a gordura epicárdica permaneceu correlacionada com a duração da onda P, o diâmetro do átrio esquerdo e a fração de ejeção do ventrículo esquerdo (p < 0,05). Em 60% dos obesos, foi identificada alguma alteração na geometria ventricular. Uma associação entre a espessura da gordura epicárdica maior ou igual a 3,7 mm e a presença de remodelamento ventricular geométrico foi demonstrada (p=0,03). No pós-operatório, observou-se uma redução do índice de massa corporal, da proteína C reativa e da gordura epicárdica (p < 0,01). Uma redução da duração da onda P e um aumento da fração de ejeção do ventrículo esquerdo também foram observados (p < 0,01). Na análise de regressão múltipla esses achados permaneceram correlacionados à redução da gordura epicárdica (p < 0,05), independente da variação do índice de massa corporal e da proteína C reativa. Conclusões: Em obesos mórbidos sem outras comorbidades, a gordura epicárdica foi associada a umA gordura epicárdica é biologicamente ativa e sua espessura nos obesos é aumentada. A repercussão da gordura epicárdica sobre o remodelamento cardíaco ainda não está completamente elucidada. No presente estudo, foi avaliada a gordura epicárdica e sua influência no remodelamento cardíaco de obesos mórbidos, antes e após a cirurgia bariátrica. Métodos: No Hospital das Clínicas da Universidade de São Paulo, foram recrutados de forma prospectiva 20 obesos mórbidos sem outras comorbidades e 20 controles. Os participantes realizaram avaliação clínica e laboratorial, medida da duração da onda P no ECG e ecocardiograma transtorácico. O grupo de obesos repetiu essa avaliação 12 meses após a cirurgia bariátrica. A medida da gordura epicárdica foi feita pelo ecocardiograma. Para comparar as variáveis contínuas, foram utilizados os testes t de Student (não pareado e pareado), de Mann-Whitney ou de Wilcoxson. Para definir correlação entre as variáveis lineares, foi utilizado o coeficiente de correlação de Pearson. Para definir a associação entre variáveis categóricas, foi usado o teste exato de Fisher. Para avaliar a associação entre variáveis dependentes e independentes, foi realizada uma análise de regressão múltipla. Os dados foram examinados no software R. Um valor de p abaixo de 0,05 foi considerado significativo. Resultados: No préoperatório, foram observados níveis elevados de proteína C reativa, uma maior duração da onda P, da massa ventricular e do diâmetro do átrio esquerdo nosaumento da duração da onda P, do diâmetro do átrio esquerdo e da massa ventricular, além de uma menor fração de ejeção do ventrículo esquerdo. A espessura da gordura epicárdica igual ou acima de 3,7 mm foi associada a alterações do remodelamento ventricular. A redução da gordura epicárdica após a cirurgia bariátrica foi associada com a redução da duração da onda P e o aumento da fração de ejeção do ventrículo esquerdo, independente da variação do índice de massa corporal e da proteína C reativa
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 03.07.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CARDOSO, Acácio Fernandes; SANTO, Marco Aurelio. Avaliação da gordura epicárdica e sua influência no remodelamento cardíaco de obesos mórbidos submetidos à cirurgia bariátrica. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-28092018-094321/ >.
    • APA

      Cardoso, A. F., & Santo, M. A. (2018). Avaliação da gordura epicárdica e sua influência no remodelamento cardíaco de obesos mórbidos submetidos à cirurgia bariátrica. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-28092018-094321/
    • NLM

      Cardoso AF, Santo MA. Avaliação da gordura epicárdica e sua influência no remodelamento cardíaco de obesos mórbidos submetidos à cirurgia bariátrica [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-28092018-094321/
    • Vancouver

      Cardoso AF, Santo MA. Avaliação da gordura epicárdica e sua influência no remodelamento cardíaco de obesos mórbidos submetidos à cirurgia bariátrica [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-28092018-094321/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: