Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo retrospectivo entre o fibroma ossificante, displasia fibrosa, displasia cemento-ossificante e lesões centrais de células gigantes (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: PINHO, RODRIGO FINGER DE CARVALHO - FO
  • USP Schools: FO
  • Subjects: ESTUDOS OBSERVACIONAL; PATOLOGIA BUCAL; ODONTOLOGIA
  • Keywords: Observational Study; Odontologia; Oral Medicine; Oral Pathology; Patologia Bucal; Dentistry; Estudo Observacional; Medicina Bucal
  • Language: Português
  • Abstract: As lesões ósseas são doenças raras, mas com um grande destaque, que afetam a região maxilofacial. Dentre elas podemos destacar as Lesões Centrais de Células Gigantes e as Lesões Fibro-Ósseas Benignas (Displasia Cemento-Ossificante, Fibroma Ossificante e Displasia Fibrosa). O presente estudo teve como objetivo descrever e analisar os dados encontrados nas fichas de encaminhamento clínico presentes no Serviço de Patologia Oral e Maxilofacial da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo. Foram avaliados 89.265 casos em um período que variou de 1950 até 2016, utilizando as categorias de gênero, idade, etnia, sintomatologia, hipótese diagnóstica e localização anatômica. Após as exclusões, os casos selecionados somavam 773 casos divididos em: 267 casos de Lesão Central de Células Gigantes, 231 casos de Displasia Cemento Ossificante, 142 casos de Fibroma Ossificante e 133 de Displasia Fibrosa. Os resultados do estudo estão de acordo com o que está descrito na literatura, exceto nos casos de Displasia Fibrosa que foi encontrado uma predileção maior sexo feminino do que o masculino, mesmo que a literatura expresse que não existe tal predileção. Já nos casos de Displasia Cemento-Ossificante, o presente estudo mostrou que a maior prevalência de idade é entre a 4ª e 5ª década de vida e não entre a 3ª e 4ª como encontrado na literatura. Os casos de Displasia Cemento-Ossificante, em relação à etnia dos pacientes, mostraram que a maioria dos pacientes encontrados pelos autoreseram leucodermas e não melanodermas como relata a literatura. Os resultados mostraram que mesmo em um centro de referência como o Serviço de Patologia Oral da Faculdade de Odontologia da Universidade de São Paulo, as lesões ósseas são raras e alguns fatores como idade em pacientes com Displasia Fibrosa e Displasia Cemento-Ossificante e etnia em pacientes com Displasia Cemento-Ossificante não correspondem ao encontrado na literatura mundial
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 29.06.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      PINHO, Rodrigo Finger de Carvalho; JÚNIOR, Décio dos Santos Pinto. Estudo retrospectivo entre o fibroma ossificante, displasia fibrosa, displasia cemento-ossificante e lesões centrais de células gigantes. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23154/tde-15082018-094840/ >.
    • APA

      Pinho, R. F. de C., & Júnior, D. dos S. P. (2018). Estudo retrospectivo entre o fibroma ossificante, displasia fibrosa, displasia cemento-ossificante e lesões centrais de células gigantes. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23154/tde-15082018-094840/
    • NLM

      Pinho RF de C, Júnior D dos SP. Estudo retrospectivo entre o fibroma ossificante, displasia fibrosa, displasia cemento-ossificante e lesões centrais de células gigantes [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23154/tde-15082018-094840/
    • Vancouver

      Pinho RF de C, Júnior D dos SP. Estudo retrospectivo entre o fibroma ossificante, displasia fibrosa, displasia cemento-ossificante e lesões centrais de células gigantes [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23154/tde-15082018-094840/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: