Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação do preparo e da limpeza de canais radiculares ovais longos comparando os sistemas TF Adaptive e Reciproc, por meio da microtomografia computadorizada e da microscopia eletrônica de varredura (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: BUSQUIM, SANDRA SOARES KüHNE - FO
  • USP Schools: FO
  • Sigla do Departamento: ODD
  • Subjects: PREPARO DE CANAL RADICULAR; MICROSCOPIA ELETRÔNICA DE VARREDURA; MICROTOMOGRAFIA
  • Keywords: Canal oval longo; Debris dentinários; Hard-tissue debris; Long-oval canal; Micro-computed tomography; Microscópio Eletrônico de Varredura; Microtomografia computadorizada; Preparation of root canal; Preparo do canal radicular; Reciproc; Reciproc; Scanning electron microscope; TF Adaptive; TF Adaptive
  • Language: Português
  • Abstract: A ação do instrumento endodôntico nas paredes do canal leva à formação de debris dentinários. Sua remoção é principalmente função das manobras de irrigação. Entretanto, a ação do instrumento pode facilitar ou não o acúmulo dos debris dentinários, principalmente em função da sua cinemática. O sistema Twisted File (TF) Adaptive (SybronEndo, Orange, CA) combina o movimento rotatório contínuo e reciprocante e o sistema Reciproc (VDW, Munique, Alemanha) realiza o preparo do canal radicular pelo movimento reciprocante puro. Os objetivos deste estudo foram, utilizando a microtomografia computadorizada (micro-CT): avaliar, ex vivo, o preparo (aumento de volume e superficies não preparadas) e quantificar o acúmulo de debris dentinários em canais ovais longos comparando os sistemas TF Adaptive e Reciproc; avaliar o efeito da irrigação ultrassônica ativada intermitente (IUAT) após o preparo químico-cirúrgico com os sistemas propostos, na redução de debris dentinários; e relacionar a presença de debris dentinários com o magma dentinário avaliado por meio do microscópio eletrônico de varredura. Canais distais de trinta e oito molares inferiores foram selecionados e divididos em dois grupos: G1 - TFA (n=19) e G2 - RC (n=19). Cada espécime foi submetido a três escaneamentos: prée pós-operatório e pós-irrigação ultrassônica passiva final. Após a reconstrução das imagens resultantes dos três escaneamentos, foi feito o corregistro das mesmas com o programa DataViewer. Os programas CTAn eCTvol foram utilizados para binarização dos objetos de interesse, avaliações morfométricas e reconstrução dos modelos tridimensionais. Foram mensurados o aumento de volume do canal, as superfícies não preparadas e os debris dentinários após o preparo químico-cirúrgico. Após a irrigação final, cinco raízes de cada grupo foram clivadas longitudinalmente ao meio no terço apical e analisadas no microscópio eletrônico de varredura (MEV) quanto à presença de magma dentinário. O sistema de pontuação utilizado foi o de Hülsmann et al. (1997). Os resultados foram analisados pelo programa Bioestat e mostraram uma distribuição não-paramétrica pelo teste D\'Agostino. Por esta razão, para a análise dois a dois entre os grupos foi utilizado o teste de Mann-Whitney. Na análise intra-grupo, o teste de Kruskal-Wallis foi o escolhido, com complementação do teste de Dunn quando necessário. Os dados obtidos mostraram que o sistema TF Adaptive removeu mais dentina quando todo canal foi considerado (p0.05). Em relação ao acúmulo de debris dentinários e redução de debris dentinários pós-irrigação ultrassônica passiva, também não houve diferença entre os grupos (p>0.05). A IUAI promoveu redução significativa de debris dentinários, à exceção do terço apical. Qualitativamente, no MEV, observou-se magma dentinário não-homogêneo cobrindo a parede do canal, especialmente no grupo Reciproc. Conclui-se que nenhum sistema conseguiu preparar completamente as paredes de canal radicular oval longo e que aIUAI reduz os debris dentinários na ordem de 60-70%. Na análise do MEV, pode-se observar que não houve correlação entre a redução de debris dentinários e o magma dentinário
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.05.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      BUSQUIM, Sandra Soares Kühne; SANTOS, Marcelo dos. Avaliação do preparo e da limpeza de canais radiculares ovais longos comparando os sistemas TF Adaptive e Reciproc, por meio da microtomografia computadorizada e da microscopia eletrônica de varredura. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23156/tde-15082018-105351/ >.
    • APA

      Busquim, S. S. K., & Santos, M. dos. (2018). Avaliação do preparo e da limpeza de canais radiculares ovais longos comparando os sistemas TF Adaptive e Reciproc, por meio da microtomografia computadorizada e da microscopia eletrônica de varredura. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23156/tde-15082018-105351/
    • NLM

      Busquim SSK, Santos M dos. Avaliação do preparo e da limpeza de canais radiculares ovais longos comparando os sistemas TF Adaptive e Reciproc, por meio da microtomografia computadorizada e da microscopia eletrônica de varredura [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23156/tde-15082018-105351/
    • Vancouver

      Busquim SSK, Santos M dos. Avaliação do preparo e da limpeza de canais radiculares ovais longos comparando os sistemas TF Adaptive e Reciproc, por meio da microtomografia computadorizada e da microscopia eletrônica de varredura [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/23/23156/tde-15082018-105351/