Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Papel dos macrófagos no gânglio sensitivo na gênese e manutenção da dor neuropática (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GUIMARãES, RAFAELA MANO - FMRP
  • USP Schools: FMRP
  • Sigla do Departamento: RBI
  • Subjects: MACRÓFAGOS; DOR; GÂNGLIOS; IMUNOLOGIA
  • Keywords: CCR2+ and CX3CR1+ cells; Neuropathic pain; Dorsal root ganglia; Macrophages; Células CCR2+ e CX3CR1+; Macrófagos; Dor neuropática; Gânglio da raiz dorsal
  • Language: Português
  • Abstract: A dor neuropática é uma condição debilitante causada por danos no sistema nervoso somatossensorial, como lesões dos nervos periféricos. As células do sistema imune, em particular os monócitos/macrófagos, desempenham um papel fundamental no desenvolvimento deste processo. Embora diversos estudos sugiram o envolvimento dessas células na medula espinal e gânglio da raiz dorsal (GRD) após a indução da neuropatia, a caracterização funcional e fenotípica, bem como a origem dessas células nesses órgãos, ainda não está esclarecida. Na medula espinal, estudos recentes têm demonstrado que apesar da massiva ativação e proliferação da micróglia residente, não há recrutamento de células mielóides para esse tecido após a indução da neuropatia, divergindo dos dados anteriormente descritos na literatura. Diante desses estudos controversos, iniciamos nosso trabalho demonstrando que possivelmente as células mielóides não são capazes de ultrapassar a barreira hematoencefálica e infiltrar na medula espinal após a indução da neuropatia periférica pelo modelo de SNI e assim, a ativação microglial ocorre de maneira independente do infiltrado dessas células neste tecido. No que se refere aos GRDs, trabalhos anteriores demonstram que há um aumento dos marcadores de ativação de macrófagos nesse tecido após a lesão periférica. Com isso, nós caracterizamos as subpopulações de monócitos/macrófagos presentes no GRD e identificamos, células CX3CR1+ e células CCR2+. De maneira interessante, ao isolarmos ascélulas CX3CR1+ observamos que esse subtipo celular possa ser as principais células responsáveis pela produção dos mediadores inflamatórios no GRD após indução de SNI, enquanto as células CCR2+ parecem contribuir apenas de maneira parcial para a produção de IL-1? e TNF-? neste tecido, uma vez que a expressão desses mediadores não foi totalmente suprimida na ausência desse subtipo celular. Por fim, investigamos a origem desses subtipos de monócitos presentes no GRD. Por meio da parabiose entre animais wild type e GFP+, observamos que embora haja um pequeno aumento de células GFP+ no GRD de animais lesionados, essas células não são macrófagos. Corroborando com esses dados, ao realizarmos a parabiose de animais wild type com animais CX3CR1GFP/+CCR2RFP/+ não observamos presença de células CX3CR1 ou CCR2 no GRD após SNI. Em conjunto, nossos dados demonstram que existem duas subpopulações de monócitos no GRD, sendo uma delas residente e contribuindo de maneira efetiva para a produção dos mediadores inflamatórios locais e outra população de células CCR2+ que podem ter um papel mais relevante no sítio da lesão e assim, a exacerbação da inflamação local pode interferir indiretamente, na ativação das células presentes nos GRDs, bem como na produção dos mediadores inflamatórios no tecido, que vão contribuir para o desenvolvimento da dor neuropática
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 28.06.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GUIMARÃES, Rafaela Mano; CUNHA, Thiago Mattar. Papel dos macrófagos no gânglio sensitivo na gênese e manutenção da dor neuropática. 2018.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17147/tde-13092018-105246/ >.
    • APA

      Guimarães, R. M., & Cunha, T. M. (2018). Papel dos macrófagos no gânglio sensitivo na gênese e manutenção da dor neuropática. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17147/tde-13092018-105246/
    • NLM

      Guimarães RM, Cunha TM. Papel dos macrófagos no gânglio sensitivo na gênese e manutenção da dor neuropática [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17147/tde-13092018-105246/
    • Vancouver

      Guimarães RM, Cunha TM. Papel dos macrófagos no gânglio sensitivo na gênese e manutenção da dor neuropática [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/17/17147/tde-13092018-105246/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: