Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Aspectos clínicos, hematológicos e imunológicos em fêmeas Holandesas persistentemente infectadas pelo Vírus da Diarreia Viral Bovina (BVDV) (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SOBREIRA, NATáLIA MEIRELLES - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VCM
  • Subjects: DIARREIA; BRONCOPNEUMONIA; PRODUÇÃO ANIMAL; CONTAGEM DE CÉLULAS SANGUÍNEAS; IMUNIDADE; LEITE
  • Keywords: Blood count; Bronchopneumonia; Diarrhea; Hemograma; Imunidade inata; Innate Immunity; Milk production; Produção de leite
  • Language: Português
  • Abstract: O objetivo deste estudo foi avaliar os aspectos clínicos, a eficiência produtiva, reprodutiva, a resposta imune inata e humoral em fêmeas da raça Holandesa persistentemente infectadas (PI) com BVDV. Para tanto, foram selecionadas 25 PI´s por meio do ELISA antígeno, das quais oito eram bezerras ≤ 12 meses; seis novilhas entre 13 e 24 meses; e onze animais de 25 a 36 meses de idade. O grupo não infectado (NI) foi composto por fêmeas negativas com faixas etárias pareadas às PI’s. Em geral, as fêmeas PI’s apresentaram maior frequência de diarreia (P=0,012) e Doença Respiratória Bovina (DRB) (P=0,004), especialmente àquelas entre 25 a 36 meses de idade. As PI’s apresentaram maior concentração sérica de haptoglobina (P=0,017). As vacas NI´s produziram mais leite (8-12 litros) do que as PI’s (P≤0.011). A contagem de células somáticas (CCS) foi maior para as vacas PI´s em relação NI´s durante a lactação (P≤0,066). A média de CCS observada foi de 0,2-0,5 x 105 (células/mL) e 2,0-10,5 x 105 (células/mL) nos grupos PI e NI, respectivamente. A idade na primeira inseminação (P=0,001) e o número de inseminação necessário para a primeira prenhez foi maior para PI do que nas novilhas NI´s (P=0,051). Na avaliação hematológica, as PI´s apresentaram menores valores de hemoglobina (P=0,098), hematócrito (P=0,084), hemoglobina corpuscular média (P=0,092), plaquetas (P=0,040), plaquetócrito (P=0,059) e linfócitos (número absoluto P=0,075; relativo P=0,092) em relação às NI´s. Em contraste, a porcentagem de monócitos foi maior em PI do que animais NI (P=0,014). Em geral, a proporção (%) e a intensidade da fagocitose (MFI) para Staphylococcus aureus e Escherichia coli foram maiores nas PI’s do que animais NI (P<0,079). A porcentagem de células que produziram espécies reativas de oxigênio (ERO’s) endógeno foi menor em PI do que animais de NI(P=0,005). Padrão semelhante foi observado na porcentagem de células que produziram ERO’s após estímulo com Staphylococcus aureus (P=0,000) ou Escherichia coli (P=0,000). Em contraste, a intensidade da produção de EROS basal foi maior nas PI´s do que nas NI´s (P=0,011). Um padrão semelhante foi observado para a intensidade da produção de ERO’s quando as células foram estimuladas com Staphylococcus aureus (P=0,011) ou Escherichia coli (P= 0,013). Por meio da soroneutralização, observou-se que os títulos médios dos anticorpos neutralizantes para as BVDV, BRSV e BoHV foram menor no grupo PI (P=0,000). No entanto, os títulos de anticorpos para BPIV-3 foram semelhantes entre os grupos (P=0,146). A proteína sérica total (PT) foi menor nas PI em relação as NI´s (P=0,021). As fêmeas PI’s apresentaram maior frequência de diarreia e DRB, além da menor produção leiteira, diminuição da qualidade do leite e menor fertilidade. O leucograma demonstrou diminuição dos tipos celulares, exceto monócitos. No geral, houve resposta imune inata foi exacerbada nas fêmeas PI’s, provavelmente pela menor eficiência na produção de ERO’s. Em relação ao sistema imune específico observou-se linfopenia e títulos nulos ou baixos de anticorpos neutralizantes contra as viroses respiratórias.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 23.02.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SOBREIRA, Natália Meirelles; GOMES, Viviani. Aspectos clínicos, hematológicos e imunológicos em fêmeas Holandesas persistentemente infectadas pelo Vírus da Diarreia Viral Bovina (BVDV). 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-01082018-153516/ >.
    • APA

      Sobreira, N. M., & Gomes, V. (2018). Aspectos clínicos, hematológicos e imunológicos em fêmeas Holandesas persistentemente infectadas pelo Vírus da Diarreia Viral Bovina (BVDV). Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-01082018-153516/
    • NLM

      Sobreira NM, Gomes V. Aspectos clínicos, hematológicos e imunológicos em fêmeas Holandesas persistentemente infectadas pelo Vírus da Diarreia Viral Bovina (BVDV) [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-01082018-153516/
    • Vancouver

      Sobreira NM, Gomes V. Aspectos clínicos, hematológicos e imunológicos em fêmeas Holandesas persistentemente infectadas pelo Vírus da Diarreia Viral Bovina (BVDV) [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10136/tde-01082018-153516/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: