Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Pesquisa de agentes infecciosos selecionados em tatus da região do Pantanal sul-mato-grossense (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: DALAZEN, GISLAINE TAIMARA - FMVZ
  • USP Schools: FMVZ
  • Sigla do Departamento: VPT
  • Subjects: XENARTHRA; DASYPODIDAE
  • Keywords: Brucella abortus; Brucella abortus; Leptospira interrogans; Leptospira interrogans; Dasypodidadae; Nhecolândia; Nhecolândia; Xenarthra
  • Language: Português
  • Abstract: O Pantanal é considerado uma das maiores planícies inundáveis do mundo e possui uma rica biodiversidade. Das onze espécies de tatus registradas no Brasil, sete ocorrem no Pantanal. Os tatus dividem suas áreas de vida com diversas outras espécies silvestres e com o gado, pois a produção extensiva de bovinos de corte é a principal atividade econômica da região. Estudos anteriores demonstraram exposição à Brucella abortus e Leptospira interrogans em diversas espécies silvestres no Pantanal, porém sabe-se pouco quanto à exposição e/ou presença desses agentes em tatus neste bioma. Dessa forma, o presente estudo teve por objetivo determinar a prevalência de anticorpos anti-Brucella e anti-Leptospira interrogans através do teste do Antígeno Acidificado Tamponado (AAT) e Soroaglutinação Microscópica (SAM) em amostras de soro de tatus de vida livre, provenientes do Pantanal da Nhecolândia e realizar a pesquisa direta do DNA dos agentes através do emprego da técnica de Reação em Cadeia da Polimerase (PCR) em amostras de sangue. Foram testados 48 indivíduos de quatro espécies, sendo Dasypus novemcinctus (n=2), Cabassous unicinctus (n=8), Euphractus sexcinctus (n=16) e Priodontes maximus (n=22). Não foi observado produto amplificado pela PCR em nenhum animal testado, da mesma forma, nenhum tatu apresentou anticorpos anti-Brucella pelo AAT. Na sorologia para L. Interrogans foi encontrada prevalência de 31,25 % (5/16) em E. sexcinctus e 18,18% (4/22) em P. maximus. Esses indivíduos forampositivos para os sorovares Autumnalis/Butembo, Cynopteri/Cynopteri e Pomona/Pomona, com títulos variando de 1: 200 a 1: 1600. Os resultados obtidos reforçam a importância da vigilância de patógenos em populações de vida livre, especialmente quando existe contato com animais de produção, além de contribuir para o conhecimento de agentes infecciosos em tatus da região do Pantanal
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 31.01.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      DALAZEN, Gislaine Taimara; MATUSHIMA, Eliana Reiko. Pesquisa de agentes infecciosos selecionados em tatus da região do Pantanal sul-mato-grossense. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-06082018-103629/ >.
    • APA

      Dalazen, G. T., & Matushima, E. R. (2018). Pesquisa de agentes infecciosos selecionados em tatus da região do Pantanal sul-mato-grossense. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-06082018-103629/
    • NLM

      Dalazen GT, Matushima ER. Pesquisa de agentes infecciosos selecionados em tatus da região do Pantanal sul-mato-grossense [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-06082018-103629/
    • Vancouver

      Dalazen GT, Matushima ER. Pesquisa de agentes infecciosos selecionados em tatus da região do Pantanal sul-mato-grossense [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/10/10133/tde-06082018-103629/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: