Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Investigação e documentação de flagelados no tubo digestório de flebotomíneos (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MANSOUR, CAROLE EL KHOURY - FSP
  • USP Schools: FSP
  • Sigla do Departamento: HEP
  • Subjects: INFECÇÕES POR MASTIGOFOROS; DIPTERA; MANUAIS; DISSECÇÃO; LEISHMANIA; PESQUISA CIENTÍFICA
  • Keywords: Dissection; Investigação; Investigation; Leishmaniasis; Leishmaniose; Manual; Manual; Phlebotominae; Phlebotominae
  • Language: Português
  • Abstract: em fêmeas de flebotomíneos. Materiais e Métodos. Para a elaboração do manual foram examinadas fêmeas selvagens e outras provenientes de colônias alimentadas em hamsters infectados experimentalmente por Leishmania braziliensis e, posteriormente, dissecadas e examinadas em microscópio. Os parasitas utilizados nos experimentos de infecção em laboratório são oriundos de cultivos mantidos em laboratório. As espécies examinadas foram Lutzomyia longipalpis, Nyssomyia neivai e Pintomyia fischeri. Foram descritos os cuidados necessários à preservação dos espécimes em campo e transporte ao laboratório, de modo a tornar viável a dissecção e exame dos espécimes. As capturas realizadas em campo para o estudo permitiram tanto a obtenção dos espécimes como a elaboração do item que trata dos cuidados com as amostras. A documentação das múltiplas etapas de dissecção e exame dos espécimes necessários para o estudo foram realizados por meio de câmera fotográfica acoplada a microscópio óptico. Resultados. São apresentados na forma de manual. Neste são descritos e ilustrados aspectos das técnicas de captura, cuidados com os insetos no campo e laboratório, transporte de amostras vivas, o processo de dissecção da fêmea e a observação de seu tubo digestório para a investigação da presença de flagelados, e de estruturas de sua genitália, para a identificação da espécie de flebotomíneo. Apresenta-se ainda um protocolo a ser utilizado na preservação dos espécimes que forem encontrados infectados paraposterior análise molecular e identificação específica do parasita. Conclusões. Com os tópicos apresentados no manual, espera-se contribuir com o programa vigilância epidemiológica das leishmanioses, em atividades da vigilância entomológica voltadas para a identificação de áreas de risco de transmissão dessas doenças e obter evidências que apontem para o potencial de espécies que possam estar atuando como vetores permissíveis de Leishmania sppIntrodução. Leishmanioses são zoonoses que têm como agentes etiológicos tripanossomatídeos de várias espécies do gênero Leishmania. Elas são transmitidas aos hospedeiros vertebrados por Phlebotominae (Diptera, Psychodidae). As infecções por Leishmania podem se manifestar nas formas visceral (LV) e tegumentar (LT); ambas são sérios problemas de saúde pública no Brasil, que se encontra entre os países do mundo com as mais altas incidências. Dentre as atividades de controle das leishmanioses, as da vigilância entomológica estão voltadas para a redução da taxa de contato dos vetores com os hospedeiros vertebrados e identificar áreas de risco de transmissão. Neste sentido, a detecção de fêmeas de flebotomíneos naturalmente infectadas por Leishmania constitui-se numa das estratégias. Essa detecção pode ser realizada apenas por meio de análises moleculares ou estas serem precedidas de dissecção das fêmeas para observação da presença de flagelados em seus tratos digestórios. A observação dessas formas no trato digestório pode indicar a capacidade do parasita em resistir aos processos de sua eliminação, dependendo do local onde se encontra, e a que subgênero (Leishmania ou Viannia) pertence. No Brasil, a LV tem sido associada a espécie Leishmania (Leishmania) infantum. A LT tem como agentes espécies de ambos os subgêneros. O presente projeto teve como objetivo desenvolver um manual no qual são descritos os processos para se realizar a investigação da infecção natural por flagelados
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 30.07.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MANSOUR, Carole El Khoury; GALATI, Eunice Aparecida Bianchi. Investigação e documentação de flagelados no tubo digestório de flebotomíneos. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6142/tde-05092018-150718/ >.
    • APA

      Mansour, C. E. K., & Galati, E. A. B. (2018). Investigação e documentação de flagelados no tubo digestório de flebotomíneos. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6142/tde-05092018-150718/
    • NLM

      Mansour CEK, Galati EAB. Investigação e documentação de flagelados no tubo digestório de flebotomíneos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6142/tde-05092018-150718/
    • Vancouver

      Mansour CEK, Galati EAB. Investigação e documentação de flagelados no tubo digestório de flebotomíneos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/6/6142/tde-05092018-150718/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: