Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Filmes de desintegração oral produzidos por tape casting: perspectiva para veiculação de compostos ativos extraídos do resíduo industrial de acerola (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TEDESCO, MARCELA PEROZZI - FZEA
  • USP Schools: FZEA
  • Subjects: ADITIVOS ALIMENTARES; AMIDO; SUBPRODUTOS COMO ALIMENTO; ACEROLA
  • Keywords: Carboximetilcelulose; Carboxymethylcellulose; Co-product; Co-produto; Hidroxipropilmetilcelulose; Hydroxypropylmethylcellulose
  • Language: Português
  • Abstract: Devido a acidez e sazonalidade da acerola (Malpighia emarginata DC), grande parte da produção do fruto é destinada ao processamento industrial para que sejam comercializados como sucos ou polpas. Esse processamento gera um resíduo que atualmente é descartado ou utilizado em pequenas quantidades como adubo. Apesar de ser subutilizado, o resíduo de acerola apresenta elevada concentração de compostos como vitamina C, fenólicos, antocianinas, flavonoides, proantocianidinas, carotenoides, dentre outros. Nesse contexto, esse trabalho teve como objetivo a extração de compostos ativos desse resíduo industrial e o desenvolvimento de um sistema para veiculação do mesmo, através de filmes de desintegração oral, que são de fácil administração e apresentam rápida disponibilidade. O resíduo de acerola foi seco em estufa de convecção nas temperaturas de 40, 50 e 60° C com velocidade constante de ar (1,6 m/s) e camada fina (6 mm). Os parâmetros dos modelos de Lewis, Henderson & Pabis, Page, Page Modificado e Logaritimico foram ajustados aos dados experimentais de secagem. A variação da atividade antioxidante e de sus principais compostos (flavonoides, proantocianidinas e vitamica C) foi estudada em função do tempo de secagem nas diferentes temperaturas. A melhor condição determinada na secagem (40°C) passou por extração solvente hidroalcoolico 70% (v/v) e foi incorporado nos filmes de desintegração oral (FDOs) produzidos por tape casting utilizando-se hidroxipropilmetilcelulose (HPMC),produção e comercialização de FDOs. Os resultados desse trabalho podem contribuir para o desenvolvimento de novos produtos secos com alta qualidade, especialmente aqueles que utilizam resíduos industriais e também impulsionar a produção de FDOs em larga escala por tape castingcarboximetilcelulose (CMC) e amido pré gelatinizado como macromoléculas. De um modo geral, os modelos de Lewis, Henderson & Pabis, Page Modificado e Logaritimico demonstraram bom R2 para todas as temperaturas (0,98849-0,99961), mas na maioria dos parâmetros estatísticos, Page foi sutilmente melhor. A temperatura de 40°C foi a melhor condição para secar o resíduo de acerola, pois apresentou melhores resultados para atividade antioxidante por ORAC (176,85 µmol de Trolox/g de resíduo seco), vitamina C (3,03 mg/ g de resíduo seco), flavonoides (637,17µg equivalente de quercitina/ g de resíduo seco) e proantocianidinas totais (26,43 mg equivalente tanino quebracho/ g de resíduo seco). O resíduo seco a 40°C passou por extração solvente hidroalcoolico 70% (v/v) e foi incorporado nos filmes de desintegração oral (FDOs) produzidos por tape casting utilizando-se hidroxipropilmetilcelulose (HPMC), carboximetilcelulose (CMC) e amido pré gelatinizado como macromoléculas. Os filmes apresentaram liberação in vitro máxima em 10 minutos. O filme de CMC demonstrou maior capacidade redutora seguido do amido e HPMC. O filme de amido apresentou baixa tensão na ruptura indicando propriedades mecânicas inferiores aos demais polímeros. O filme de HPMC, apresentou elevada hidrofilicidade e maior redução da capacidade redutora de 38 e 61% na estabilidade em condições normais (25°C, UR 60%) e acelerada (40°C, 75%) por 28 dias. Portanto, os filmes de CMC se adequam as características para
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 13.07.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TEDESCO, Marcela Perozzi; CARVALHO, Rosemary Aparecida de. Filmes de desintegração oral produzidos por tape casting: perspectiva para veiculação de compostos ativos extraídos do resíduo industrial de acerola. 2018.Universidade de São Paulo, Pirassununga, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74132/tde-23102018-091835/ >.
    • APA

      Tedesco, M. P., & Carvalho, R. A. de. (2018). Filmes de desintegração oral produzidos por tape casting: perspectiva para veiculação de compostos ativos extraídos do resíduo industrial de acerola. Universidade de São Paulo, Pirassununga. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74132/tde-23102018-091835/
    • NLM

      Tedesco MP, Carvalho RA de. Filmes de desintegração oral produzidos por tape casting: perspectiva para veiculação de compostos ativos extraídos do resíduo industrial de acerola [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74132/tde-23102018-091835/
    • Vancouver

      Tedesco MP, Carvalho RA de. Filmes de desintegração oral produzidos por tape casting: perspectiva para veiculação de compostos ativos extraídos do resíduo industrial de acerola [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/74/74132/tde-23102018-091835/