Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Carcinoma de esôfago em pacientes com acalasia: revisão sistemática e metanálise (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: TUSTUMI, FRANCISCO - FM
  • USP Schools: FM
  • Subjects: CARCINOMA DE CÉLULAS ESCAMOSAS; ADENOCARCINOMA; ACALÁSIA ESOFÁGICA; NEOPLASIAS ESOFÁGICAS; REVISÃO SISTEMÁTICA; METANÁLISE
  • Keywords: Meta-analysis; Squamous cell carcinoma; Systematic review
  • Language: Português
  • Abstract: A prevalência para carcinoma esofágico foi de 28 casos de carcinoma a cada 1000 pacientes com acalasia (IC 95% 2, 39). A prevalência para carcinoma espinocelular foi de 26 casos a cada 1000 pacientes com acalasia (IC 95% 18, 39) e para adenocarcinoma foi de 4 casos a cada 1000 pacientes com acalasia (IC 95% 3, 6). O aumento absoluto do risco para carcinoma espinocelular foi de 308,1 e para adenocarcinoma foi de 18,03 casos por 100000 paciente-ano. Conclusões: tratase da primeira metanálise estimando o ônus da acalasia como fator de risco para carcinoma esofágico. O aumento acentuado do risco para câncer em pacientes com acalasia aponta para a necessidade em seguimento endoscópico de vigilância nesses pacientesIntrodução: acalasia da cárdia está associada a aumento do risco de carcinoma esofágico. A prevalência e incidência da neoplasia de esôfago na acalasia, no entanto, é tema ainda controverso e pouco conhecido. Consequentemente, não há consenso quanto às recomendações para o seguimento clínico do paciente com acalasia e quanto aos exames de rastreio para neoplasia de esôfago nesses casos. Objetivo: este estudo objetiva estimar a prevalência e a incidência de carcinoma espinocelular e de adenocarcinoma de esôfago nos pacientes com acalasia, assim como estimar tempo de sobrevivência após diagnóstico do câncer. Métodos: revisão sistemática e metanálise com busca realizada no PubMed, Lilacs, Embase, Cochrane, Bireme de série de casos e estudos coorte ou transversais que avaliem casos de acalasia e carcinoma de esôfago. Os desfechos avaliados foram: sobrevivência associada ao carcinoma de esôfago nos pacientes com acalasia; taxa de incidência de carcinoma de esôfago nos pacientes com acalasia; incidência acumulada de carcinoma de esôfago nos pacientes com acalasia; prevalência de carcinoma de esôfago nos pacientes com acalasia. Resultados: um total de 1046 estudos foram identificados pela estratégia de busca, dos quais 40 foram selecionados para metanálise. Foi avaliado um número cumulativo de 11978 pacientes com acalasia. A incidência de carcinoma espinocelular foi de 312,4 (DP 429,16) casos por 100000 paciente-ano. A incidência de adenocarcinoma foi de 21,23 (DP 31,6) casos por 100000 paciente-ano.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 07.08.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      TUSTUMI, Francisco; SANTO, Marco Aurelio. Carcinoma de esôfago em pacientes com acalasia: revisão sistemática e metanálise. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-01112018-103020/ >.
    • APA

      Tustumi, F., & Santo, M. A. (2018). Carcinoma de esôfago em pacientes com acalasia: revisão sistemática e metanálise. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-01112018-103020/
    • NLM

      Tustumi F, Santo MA. Carcinoma de esôfago em pacientes com acalasia: revisão sistemática e metanálise [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-01112018-103020/
    • Vancouver

      Tustumi F, Santo MA. Carcinoma de esôfago em pacientes com acalasia: revisão sistemática e metanálise [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5168/tde-01112018-103020/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: