Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Caracterização do potencial bioativo do pólen apícola de Eucalyptus sp. in vitro e sua influência sobre parâmetros de estresse oxidativo e de inflamação in vivo (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SATTLER, JOSé AUGUSTO GASPAROTTO - FCF
  • USP Schools: FCF
  • Sigla do Departamento: FBA
  • Subjects: PÓLEN; COMPOSTOS FENÓLICOS; ESTRESSE OXIDATIVO; INFLAMAÇÃO
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: O presente trabalho teve por objetivo caracterizar os compostos bioativos e o impacto de fatores climáticos no pólen apícola (PA) de Eucalyptus sp., o seu potencial antioxidante in vitro e a sua influência em parâmetros do estresse oxidativo e da inflamação in vivo. A caracterização quimica das amostras foi realizada pela quantificação de fenólicos e flavonóides totais e a avaliação da atividade antioxidante dos extratos por três metodologias (DPPH, ORAC e FRAP). Foram realizadas análises de perfil de ácidos graxos e fitoesteróis (CG). Os resultados de fenólicos e flavonóides totais mostraram uma variação entre 17 e 44 mg de equivalentes de ácido gálico e entre 1,3 e 4,4 mg de equivalentes de catequina/g. A atividade antioxidante mostrou uma variação de 267 a 961 µmol de equivalentes de Trolox/g pelo método ORAC, de 38 a 147 µmol de equivalentes de Trolox/g para o FRAP e um EC50 entre 0,41 e 1,61 mg/mL de extrato por DPPH. Apesar das amostras de PA apresentarem baixa quantidade de lipideos (3,3 %), em torno de 50 % do total destes são constituidos de ácidos graxos insaturados. Foram encontrados teores de fitoesteróis entre 1,2 a 1,8 mg/g (sitoesterol, estigmasterol e campesterol). Estes resultados confirmaram a presenca de bioativos com potencial antioxidante nas amostras. A fim de confirmar seu efeito biológico, foi selecionada uma amostra para a realização do ensaio in vivo, na qual foram identificados por CLAE três compostos fenólicos majoritários (rutina, 3n-tris-p-feruloil-espermidina e miricetina). O ensaio foi realizado por 10 semanas com 70 camundongos machos (C57BL/6), distribuídos em sete grupos de 10 animais cada: controle normolipídico (NL); controle hiperlipídico (HL); dieta NL com 5 % de PA; dieta HL com 2,5 % de PA; dieta HL com 5 % de PA; dieta HL com extrato de PA (EPA) a 2,5 %; e dieta HL com EPA a 5 %. Foi possível identificar que os grupos HL tiverammaior ganho de peso quando comparados aos grupos NL (p<0,05), porem os grupos com incorporação de PA não apresentaram diferencas em relação ao controle HL. Foram avaliados ainda parâmetros bioquímicos séricos, de estresse oxidativo (ORAC, TBARS, GSH e enzimas antioxidantes) e parâmetros inflamatórios (IL1-β, IL-6, IL-10, MCP-1 e TNF-α) no tecido hepático. Os resultados de parâmetros de estresse oxidativo não apresentaram diferenças significativas entre os grupos. Quanto aos parâmetros inflamatórios os grupos HL+PA2,5 e HL+PA5 reduziram os níveis das citocinas IL1-β, IL-6 e MCP-1 (p<0,05) e TNF-α apenas o grupo HL+PA5 % apresentou uma redução significativa (p<0,05). Os resultados de citocinas inflamatórias mostraram um efeito positivo na administração de PA, visto que ocorreu uma diminuição nos níveis do tecido hepático dos animais. Estes resultados mostraram que o PA promoveu uma melhora do quadro inflamatório ocasionado com uma dieta hiperlipídica.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.10.2018
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SATTLER, José Augusto Gasparotto; MANCINI FILHO, Jorge; MURADIAN, Ligia Bicudo de Almeida. Caracterização do potencial bioativo do pólen apícola de Eucalyptus sp. in vitro e sua influência sobre parâmetros de estresse oxidativo e de inflamação in vivo. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-04122018-115805/ >.
    • APA

      Sattler, J. A. G., Mancini Filho, J., & Muradian, L. B. de A. (2018). Caracterização do potencial bioativo do pólen apícola de Eucalyptus sp. in vitro e sua influência sobre parâmetros de estresse oxidativo e de inflamação in vivo. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-04122018-115805/
    • NLM

      Sattler JAG, Mancini Filho J, Muradian LB de A. Caracterização do potencial bioativo do pólen apícola de Eucalyptus sp. in vitro e sua influência sobre parâmetros de estresse oxidativo e de inflamação in vivo [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-04122018-115805/
    • Vancouver

      Sattler JAG, Mancini Filho J, Muradian LB de A. Caracterização do potencial bioativo do pólen apícola de Eucalyptus sp. in vitro e sua influência sobre parâmetros de estresse oxidativo e de inflamação in vivo [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9131/tde-04122018-115805/


Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019