Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Estudo de misturas de solo residual de Eldorado Paulista (SP) com turfa visando retenção de metais potencialmente tóxicos (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: MARQUES, JÉSSICA PELINSOM - EESC
  • USP Schools: EESC
  • Sigla do Departamento: SGS
  • Subjects: SOLO RESIDUAL; RESÍDUOS TÓXICOS; MINERAÇÃO; ADSORÇÃO; CHUMBO; CÁDMIO
  • Keywords: BARREIRAS SELANTES; ENSAIO DE EQUILÍBRIO EM LOTE
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: predomínio de cargas negativas na superfície dos coloides (ΔpH= -0,9 e PESN = 3,6) e baixa condutividade hidráulica quando compactado (na ordem de '10 POT.-9' m/s). Por outro lado, algumas características são menos interessantes para a retenção de metais, como baixa capacidade de troca catiônica (41,4 mmolc/'dm POT.3'), baixo teor de matéria orgânica (9 g/kg) e pH ácido (4,6). A adição de turfa em proporções de 10 e 20% (m/m) ao solo aumentou o teor de matéria orgânica em 4,3 vezes e 6,4 vezes, respectivamente. A CTC também aumentou, variando de 41,4 mmolc/'dm POT.3' para o solo a 101,7 mmolc/'dm POT.3' para a mistura com 10% de turfa, e ainda a 143,1 mmol/'dm POT.3' para a mistura com 20% de turfa. Não foram observadas mudanças de pH. Observou-se também a melhoria da capacidade de adsorção de Pb e Cd. O solo residual natural apresentou eficiência de remoção de Pb de 54% a 100% para concentrações iniciais de 22 a 232 mg/L deste metal. A mistura com maior teor de turfa (20%) removeu 95,3% a 100% do Pb para concentrações iniciais de 31 a 267 mg/L. O coeficiente de distribuição Kd aumentou de 4,57 'cm POT.3'/g (para o solo natural) até 58,57 'cm POT.3'/g (para a mistura com 20% de turfa). O Kf aumentou de 75,75 a 508,86 'cm POT.3'/g e o KL aumentou de 0,0276 a 0,4118 'cm POT.3'/g, devido a adição de turfa em 20%. Em relação ao Cd, o solo natural apresentou eficiência de remoção de 30,5 a 72,1% para concentrações iniciais de 17 a 170 mg/L. A mistura com 20% de turfa aumentou a eficiência de 54,9 a 88,9% para concentrações iniciais de 20 a 150 mg/L de Cd. O coeficiente Kd foi de 1,56 'cm POT.3'/g para o solo natural a 6,42 'cm POT.3'/g para a mistura com maior proporção de turfa. O Kf foi de 30,06 a 63,88 'cm POT.3'/g, e o KL foi de 0,03001 a 0,0483 'cm POT.3'/g.Concluiu-se que a adição de turfa ao solo nas proporções de 10 e 20% contribuiu para a melhoria das propriedades associadas a retenção de cátions metálicos e favoreceu a melhor adsorção de Pb e CdNa região do Vale do Ribeira, os resíduos provenientes do beneficiamento e fundição do minério de chumbo (Pb) foram lançados por décadas no rio Ribeira de Iguape ou depositados diretamente na superfície do solo, sem qualquer proteção, constituindo fontes de contaminação do solo e das águas por metais potencialmente tóxicos. O uso do solo local na construção de barreira selante para impermeabilização e retenção dos contaminantes representa uma alternativa para o controle desse tipo de contaminação. Por isso é importante estudar os solos da região, sua capacidade de retenção de metais potencialmente tóxicos, e alternativas de baixo custo para melhorar suas propriedades físicas e químicas. A adição de matéria orgânica é um caminho para aumentar a retenção de cátions. Assim, a presente pesquisa visou verificar se um solo residual proveniente de Eldorado Paulista, no Vale do Ribeira, apresenta características favoráveis para o emprego como barreira selante na disposição de resíduos de mineração desta região; bem como analisar a melhoria da sua capacidade de adsorção de Pb e cádmio (Cd), quando misturado com turfa, um material orgânico com elevada capacidade de retenção de metais e de baixo custo, em proporções de 10 e 20% (m/m). Foram realizados ensaios de caracterização para determinação das propriedades físicas, químicas e mineralógicas do solo. Para avaliação da capacidade de adsorção de Pb e Cd pelo solo e pelas misturas solo-turfa, foram realizados ensaios de equilíbrio em lote. O solo estudado é um solo residual argiloso, cuja fração argilosa é predominantemente composta por caulinita. Ele apresenta alguns pontos favoráveis para que seja utilizado como barreira selante na retenção de cátions metálicos, como granulometria predominantemente fina (54,5% de argila), índice de plasticidade adequado (25,1%), meio oxidante (Eh = +333 mV),
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 24.09.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      MARQUES, Jéssica Pelinsom; RODRIGUES, Valéria Guimarães Silvestre. Estudo de misturas de solo residual de Eldorado Paulista (SP) com turfa visando retenção de metais potencialmente tóxicos. 2018.Universidade de São Paulo, São Carlos, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-20122018-155711/pt-br.php >.
    • APA

      Marques, J. P., & Rodrigues, V. G. S. (2018). Estudo de misturas de solo residual de Eldorado Paulista (SP) com turfa visando retenção de metais potencialmente tóxicos. Universidade de São Paulo, São Carlos. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-20122018-155711/pt-br.php
    • NLM

      Marques JP, Rodrigues VGS. Estudo de misturas de solo residual de Eldorado Paulista (SP) com turfa visando retenção de metais potencialmente tóxicos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-20122018-155711/pt-br.php
    • Vancouver

      Marques JP, Rodrigues VGS. Estudo de misturas de solo residual de Eldorado Paulista (SP) com turfa visando retenção de metais potencialmente tóxicos [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/18/18132/tde-20122018-155711/pt-br.php

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: