Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Avaliação da viabilidade e resistência térmica de esporos de Bacillus atrophaeus ATCC 9372 obtidos a partir de meio residual do cultivo de micro-organismo fotossintetizante (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: LOUSADA, MARIA EDUARDA GONçALVES - FCF
  • USP Schools: FCF
  • Sigla do Departamento: FBT
  • Subjects: MICROBIOLOGIA APLICADA; RESÍDUOS; ESTERILIZAÇÃO; MICROALGAS
  • Agências de fomento:
  • Language: Português
  • Abstract: Esporos de Bacillus atrophaeus ATCC 9372 são utilizados como bioindicadores na avaliação da eficiência de processos de esterilização. Considerando o uso dos esporos de Bacillus, deve-se buscar alternativas para sua obtenção visando desenvolver um processo econômico e ambientalmente viável. A obtenção de biomassa de microalga seja para uso como suplemento alimentar ou obtenção de biodiesel se destaca pela elevada quantidade de água utilizada no processo. Após a retirada da biomassa, o meio residual, que é rico em matéria orgânica e nutrientes, poderia ser empregado como substrato para obtenção de outros micro-organismos e de subprodutos de interesse industrial. O objetivo deste trabalho é avaliar a utilização de meios residuais provenientes do cultivo de micro-organismos fotossintetizantes para produção de esporos de B. atrophaeus ATCC 9372. Alíquotas de 100 mL dos meios residuais f2 Guillard e Bold, foram autoclavados e avaliados in natura ou suplementados com glicose (2,5g/L), sulfato de amônio 2%, associados ou não e extrato de levedura (2,5g/L), ou adicionados ao meio após incubação de pré-inóculo por 2 e 4 horas. A suplementação com extrato de levedura e os cultivos com pré-inóculos proporcionaram população de 107 esporos/mL as quais apresentaram resistência térmica a 102 oC, expressos em termos de tempo de redução decimal de D =1,27 min em meio com extrato de levedura, D =1,42 min em meio preparado com inóculo de 4 horas, ambos em meio f2 e D = 1,25 min nas duas condições para meio Bold residual. Os resultados demonstraram a viabilidade do uso de meio residual como meio de crescimento e esporulação de Bacillus atrophaeus ATCC 9372, que pode ser reutilizado para obter produtos farmacêuticos e de interesse industrial.
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 08.11.2018
  • Acesso online ao documento

    Acesso à fonte or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      LOUSADA, Maria Eduarda Gonçalves; ISHII, Marina. Avaliação da viabilidade e resistência térmica de esporos de Bacillus atrophaeus ATCC 9372 obtidos a partir de meio residual do cultivo de micro-organismo fotossintetizante. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9135/tde-18122018-171240/ >.
    • APA

      Lousada, M. E. G., & Ishii, M. (2018). Avaliação da viabilidade e resistência térmica de esporos de Bacillus atrophaeus ATCC 9372 obtidos a partir de meio residual do cultivo de micro-organismo fotossintetizante. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9135/tde-18122018-171240/
    • NLM

      Lousada MEG, Ishii M. Avaliação da viabilidade e resistência térmica de esporos de Bacillus atrophaeus ATCC 9372 obtidos a partir de meio residual do cultivo de micro-organismo fotossintetizante [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9135/tde-18122018-171240/
    • Vancouver

      Lousada MEG, Ishii M. Avaliação da viabilidade e resistência térmica de esporos de Bacillus atrophaeus ATCC 9372 obtidos a partir de meio residual do cultivo de micro-organismo fotossintetizante [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/9/9135/tde-18122018-171240/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI:

    Digital Library of Intellectual Production of Universidade de São Paulo     2012 - 2019