Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Anticorpos anti-DNase I: nova reatividade sorológica na síndrome de Sjogren primária (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: GRIFFO, PRISCILLA - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: SÍNDROME DE SJOGREN; SINAIS E SINTOMAS; AUTOANTICORPOS; OLHO
  • Keywords: Autoantibodies; Deoxyribonuclease I; Desoxirribonuclease I; Dry eye; Sjögren's syndrome
  • Language: Português
  • Abstract: INTRODUÇÃO: A síndrome de Sjögren primária (SSp) é uma doença autoimune inflamatória crônica que afeta principalmente as glândulas exócrinas, levando aos sintomas de síndrome sicca. O olho seco é uma das características mais importantes dessa síndrome e um estudo recente relatou redução da atividade da DNase I em lágrimas de pacientes com olho seco de várias etiologias. Portanto, postulamos que pacientes com SSp possam ter anticorpos direcionados à DNase I. MÉTODOS: Avaliamos em um estudo de corte transversal 85 pacientes com SSp (conforme os critérios de classificação do American European Consensus Group Criteria, 2002), 50 pacientes com artrite reumatoide (AR) (American College of Rheumatology Criteria/ 1987) sem sintomas de síndrome sicca e 88 voluntários saudáveis. A reatividade IgG anti-DNase I foi detectada por ELISA utilizando a enzima de pâncreas bovino como antígeno e confirmada por Imunoblotting. RESULTADOS: A idade e sexo foram comparáveis nos três grupos (p > 0,05). A anti-DNase I foi detectada em 43,5% dos pacientes com SSp, conforme determinado por ELISA. Em contraste, essa reatividade estava ausente em todos os pacientes com AR (p= 0,0001). Comparações adicionais dos pacientes com SSp com (n= 37) e sem (n= 48) anti-DNase I revelaram que o primeiro grupo tinha níveis séricos de IgG mais altos (2293,2 ± 666,2 vs. 1483,9 ± 384,6 mg/dL, p= 0,0001) e uma frequência maior de leucopenia não induzida por drogas (43% vs. 19%, p= 0,02). A análise de regressão logísticamultivariada mostrou que apenas os níveis de IgG foram independentemente associados com o anti-DNase I. CONCLUSÃO: Descrevemos uma alta frequência de anticorpos anti-DNase I em pacientes com SSp associados a níveis séricos de IgG mais elevados. A falta dessa reatividade em pacientes com AR sem sintomas de sicca sugere que esse anticorpo pode ser útil no diagnóstico diferencial dessas doenças
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 12.11.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      GRIFFO, Priscilla; BONFA, Eloisa Silva Dutra de Oliveira. Anticorpos anti-DNase I: nova reatividade sorológica na síndrome de Sjogren primária. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5164/tde-15012019-101717/ >.
    • APA

      Griffo, P., & Bonfa, E. S. D. de O. (2018). Anticorpos anti-DNase I: nova reatividade sorológica na síndrome de Sjogren primária. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5164/tde-15012019-101717/
    • NLM

      Griffo P, Bonfa ESD de O. Anticorpos anti-DNase I: nova reatividade sorológica na síndrome de Sjogren primária [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5164/tde-15012019-101717/
    • Vancouver

      Griffo P, Bonfa ESD de O. Anticorpos anti-DNase I: nova reatividade sorológica na síndrome de Sjogren primária [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5164/tde-15012019-101717/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: