Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Adaptação cultural e validação do Organizational Culture Assessment Instrument para uma amostra de profissionais de enfermagem brasileiros (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: CZEMPIK, THAMIRIS CAVAZZANI VEGRO - EERP
  • USP Schools: EERP
  • Sigla do Departamento: ERG
  • Subjects: ESTUDOS DE VALIDAÇÃO; PSICOMETRIA; CULTURA ORGANIZACIONAL; EXERCÍCIO DA ENFERMAGEM
  • Language: Português
  • Abstract: Este estudo teve por objetivo traduzir, adaptar culturalmente e validar o Organizational Culture Assessment Instrument - OCAI para uma amostra de trabalhadores de enfermagem brasileiros. Trata-se de um estudo observacional do tipo transversal com amostragem não probabilística. O processo de adaptação cultural seguiu as etapas: tradução, síntese e consenso das traduções, avaliação da versão traduzida por Comitê de Juízes, retrotradução, análise semântica e pré-teste. A tradução foi realizada por dois tradutores e a síntese das traduções por um terceiro tradutor. Estas versões foram analisadas por um Comitê de Juízes, gerando uma versão consensual que foi retrotraduzida e enviada para os autores do instrumento original, os quais a aprovaram. A análise semântica e o pré-teste foram realizadas por 30 profissionais de enfermagem e, após a realização das alterações sugeridas, foi gerada a versão adaptada para o contexto brasileiro do OCAI em uma amostra de trabalhadores de enfermagem (OCAI-Nurs). Em relação à avaliação das propriedades psicométricas, foram estimadas: a sensibilidade psicométrica dos itens; a validade de construto fatorial, por meio da Análise Fatorial Confirmatória e do método da máxima verossimilhança, utilizando-se os índices de qualidade de ajustamento ?2/gl, GFI, CFI e RMSEA; a validade de construto convergente, estimada pela Variância Extraída Média; a invariância fatorial, avaliada pela análise multigrupos (teste da diferença de qui-quadrado em amostrasindependentes); e a confiabilidade do instrumento, avaliada por meio da consistência interna dos fatores (alfa de Cronbach e confiabilidade composta). O processo de validação foi realizado com 277 profissionais de enfermagem de quatro hospitais do interior do Estado de São Paulo. Observou-se predominância de mulheres (82,3%); a média de idade foi de 36,25 anos; o tempo médio de atuação nos hospitais foi de seis anos e de atuação profissional de 12 anos. Os resultados obtidos na adaptação cultural mostraram que o OCAI-Nurs é compreensível, fácil de ser respondido e adequado para a amostra de profissionais de enfermagem brasileiros. No processo de validação, os resultados mostraram que a sensibilidade psicométrica dos itens foi considerada adequada; a validade de construto fatorial apresentou propriedades psicométricas insatisfatórias nos itens CD1A, GC3B, CD1Bf, EE5Bf, CD1C, GC3D, LO2D e LO2Df e, portanto, foram excluídos; a validade de construto convergente apresentou limitação em todos os perfis, exceto no Perfil de Controle (presente); houve invariância estrita dos modelos fatoriais para todos os perfis, exceto no perfil Colaboração (futuro) e Competitivo (presente); quanto à confiabilidade, o OCAI-Nurs apresentou ? adequado no perfil Competitivo no presente e CC adequada nos perfis de Controle e Competitivo no presente. Deste modo, o OCAI-Nurs obteve índices de ajustamento bons, indicando que o instrumento é adequado para a amostra estudada, porém, mostrou pesosfatoriais baixos e confiabilidade comprometida, os quais podem ser justificados pelas diferenças entre os valores que caracterizam a cultura dos hospitais e da enfermagem e aqueles que determinam os perfis culturais do OCAI. Por este motivo, sugerese a realização de estudos futuros na tentativa de se obter uma estrutura fatorial mais estável do OCAI-Nurs e o desenvolvimento de instrumentos que sejam capazes de captar as especificidades do trabalho em saúde e de enfermagem
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 17.08.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      CZEMPIK, Thamiris Cavazzani Vegro; ROCHA, Fernanda Ludmilla Rossi. Adaptação cultural e validação do Organizational Culture Assessment Instrument para uma amostra de profissionais de enfermagem brasileiros. 2018.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-06122018-134419/ >.
    • APA

      Czempik, T. C. V., & Rocha, F. L. R. (2018). Adaptação cultural e validação do Organizational Culture Assessment Instrument para uma amostra de profissionais de enfermagem brasileiros. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-06122018-134419/
    • NLM

      Czempik TCV, Rocha FLR. Adaptação cultural e validação do Organizational Culture Assessment Instrument para uma amostra de profissionais de enfermagem brasileiros [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-06122018-134419/
    • Vancouver

      Czempik TCV, Rocha FLR. Adaptação cultural e validação do Organizational Culture Assessment Instrument para uma amostra de profissionais de enfermagem brasileiros [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/22/22132/tde-06122018-134419/

    Últimas obras dos mesmos autores vinculados com a USP cadastradas na BDPI: