Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Preditores do tempo de frenagem no simulador virtual de direção para motoristas com paraplegia (2018)

  • Authors:
  • USP affiliated authors: SANTOS, SILENO DA SILVA - FM
  • USP Schools: FM
  • Sigla do Departamento: MCM
  • Subjects: CONDUÇÃO; PESSOAS COM DEFICIÊNCIA FÍSICA; FRENAGEM; DESENVOLVIMENTO MOTOR; PARAPLÉGICO; TEMPO DE REAÇÃO; COGNIÇÃO; ANÁLISE DE DESEMPENHO
  • Keywords: Automobile driving; Cognition; Disabled persons; Motor skills; Psychomotor performance; Reaction time; Task performance and analysis
  • Language: Português
  • Abstract: OBJETIVO: 1- Avaliar e comparar o tempo de frenagem medido no simulador de direção virtual entre motoristas com e sem paraplegia; 2- Identificar e descrever as variáveis preditoras do tempo de frenagem no simulador de direção para os motoristas com paraplegia. METODOLOGIA: Motoristas do sexo masculino com paraplegia (n = 20 com idade média de 38,1 ± 3,6 anos) e motoristas sem paraplegia (n = 20 com idade média de 38,0 ± 5,8) com carteira de habilitação válida tiveram o tempo de frenagem medido no simulador de direção virtual. Os motoristas sem paraplegia foram avaliados com controles convencionais de pedais de freio e aceleração e os motoristas com paraplegia usaram controles manuais. O teste t de Student comparou os resultados do entre os grupos. A correlação do tempo de frenagem foi realizada com as variáveis selecionadas para o estudo nos motoristas com paraplegia. RESULTADOS: As diferenças do tempo de frenagem do simulador entre os grupos não foram estatisticamente significativas (motoristas sem paraplegia = 0,90 segundos; motoristas com paraplegia 0,92 segundos, p > 0,05). A experiência de dirigir correlaciona-se significativamente com o tempo de frenagem dos motoristas com paraplegia (r = -58, p = 0,009). Análises de regressão linear indicaram que anos de escolaridade, experiência de direção e o teste neuropsicológico MOCA (variáveis explicativas) explicaram 60,2% da resposta do tempo de frenagem do simulador de direção para os motoristas com paraplegia. CONCLUSÃO: A experiência de condução,anos de escolaridade e o teste neuropsicológico MOCA foram identificadas como preditoras do tempo de frenagem do simulador de direção para motoristas com paraplegia
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 25.10.2018
  • Acesso online ao documento

    Online access or search this record in

    How to cite
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      SANTOS, Sileno da Silva; GREVE, Julia Maria D Andrea. Preditores do tempo de frenagem no simulador virtual de direção para motoristas com paraplegia. 2018.Universidade de São Paulo, São Paulo, 2018. Disponível em: < http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-15012019-082805/ >.
    • APA

      Santos, S. da S., & Greve, J. M. D. A. (2018). Preditores do tempo de frenagem no simulador virtual de direção para motoristas com paraplegia. Universidade de São Paulo, São Paulo. Recuperado de http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-15012019-082805/
    • NLM

      Santos S da S, Greve JMDA. Preditores do tempo de frenagem no simulador virtual de direção para motoristas com paraplegia [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-15012019-082805/
    • Vancouver

      Santos S da S, Greve JMDA. Preditores do tempo de frenagem no simulador virtual de direção para motoristas com paraplegia [Internet]. 2018 ;Available from: http://www.teses.usp.br/teses/disponiveis/5/5160/tde-15012019-082805/