Ver registro no DEDALUS
Exportar registro bibliográfico

Efeitos de uma única dose de nitroprussiato de sódio em ratos e camundongos tratados com ketamina (2014)

  • Autores:
  • Autores USP: OLIVEIRA, JOÃO PAULO MAIA DE - FMRP
  • Unidades USP: FMRP
  • Sigla do Departamento: RNP
  • Assuntos: ESQUIZOFRENIA; ÓXIDO NÍTRICO; FÁRMACOS (SISTEMA CARDIOVASCULAR) (EFEITOS); VASODILATAÇÃO; RATOS; CAMUNDONGOS
  • Idioma: Português
  • Resumo: Introdução: Recentemente, foi descrito um efeito terapêutico da administração de nitroprussiato de sódio (NPS), um doador de óxido nítrico (NO) de meia-vida extremamente curta, em pacientes com esquizofrenia propiciando uma melhora acentuada após uma infusão de 4 horas, a qual persistiu por um período de acompanhamento de 4 semanas. Como esses pacientes permaneceram com antipsicóticos após o término da infusão de NPS, questionou-se se esta melhora seria devido ao NPS per se ou se seria resultado da potencialização do efeito de drogas antipsicóticas. Nossa 1ª proposta, então, foi investigar se o NPS, sem estar associado a nenhum antipsicótico, apresentaria potenciais efeitos antipsicóticos em curto, médio e longo prazos, em ratos tratados com ketamina. Já em nosso 2° experimento, como o NO também tem sido envolvido nas alterações do ciclo sono-vigília encontradas em pacientes com esquizofrenia, foi investigado os efeitos do NPS no ciclo sono-vigília de camundongos com psicose induzida por ketamina. Materiais e Métodos: Experimento A- 64 ratos adultos, divididos em 8 grupos, receberam a infusão de 4mg/kg de NPS (12hs, 24hs, 48hs e 7d antes da infusão da ketamina 30mg/kg), 2mg/kg de NPS (24hs antes da infusão da ketamina 30mg/kg), 30mg/kg de ketamina ou salina. Os animais foram colocados no campo aberto, filmados e os vídeos analisados no software Any-Maze por 30 minutos para o cálculo da distancia total percorrida, velocidade média, tempo de atividade, angulo de giro absoluto, número de rotações, número de rotações em sentido horário e anti-horário. Experimento B- 17 camundongos adultos receberam cirurgicamente implante cortical de matriz de multi-eletrodos para registro de PLC (potencial local de campo) para confecção de mapas de estado bidimensionais do ciclo sono-vigília. Após 1 semana, divididos em 3 grupos, receberam a infusão de 8mg/kg de NPS + 30mg/kg deketamina, 30mg/kg de ketamina ou salina, sendo colocados no campo aberto e tendo os ciclos sono-vigília analisados durante 4h por um processador de aquisição multineurônios. A análise estatística foi feita no software graphpad prism. Resultados: Experimento A1- NPS 4mg/kg não produziu alterações nos comportamentos avaliados. Ketamina induziu hiperatividade e estereotipias. NPS 4mg/kg atenuou significativamente a hiperatividade (distancia total percorrida e velocidade média por até 7d/ tempo ativo por 12h e 24h) e as estereotipias por 12h e 24h (ângulo de giro absoluto, número de rotações, número de rotações em sentido horário e anti-horário) induzidas pela ketamina quando comparado com placebo. Experimento A2- NPS 2mg/kg atenuou significativamente a hiperatividade induzida por ketamina (distancia total percorrida por 24h após a infusão do mesmo). Experimento B- ketamina e salina produziram um mapa de estado do ciclo de sono-vigília padrão, com os habituais clusters da vigília, do sono REM (rapid eye movemenf) e do sono SWS (slow wave sleep). Já NPS + ketamina promoveram uma quebra no padrão do mapa de estado do ciclo sono-vigília. Conclusão: De modo translacional, podemos inferir que como o NPS, na dose de 4mg/kg, foi capaz de prevenir por até 1 semana após o término da sua infusão parte do quadro comportamental induzido pela ketamina em ratos, ele poderia também ser o responsável per se pelos efeitos antipsicóticos ao longo de 4 semanas encontrados em nosso estudo clinico anterior. Além disso podemos concluir que como o NPS, na dose de 2mg/kg, foi capaz de atenuar a hiperatividade por 24hs após o término da sua infusão, esta dose também poderia ser efetiva pro tratamento de outro parâmetros comportamentais de psicose animal. Já os resultados do experimento B sugarem que o NPS pode ser capaz de inibir a neurotransmissão dopaminérgica, visto que uma quebra de padrão dociclo sono-vigília semelhante ao encontrado no grupo tratado com NPS, tem sido reportada em animais agudamente depletados de dopamina. Os achados deste estudo corroboram a idéia de que uma única aplicação de NPS pode produzir efeitos antipsicóticos a curto, médio e longo prazos e de que o NPS pode ter efeitos inibitórios na neurotransmissão dopaminérgica
  • Imprenta:
  • Data da defesa: 18.07.2014

  • Exemplares físicos disponíveis nas Bibliotecas da USP
    BibliotecaCód. de barrasNúm. de chamada
    FMRP11200066535Oliveira, João Paulo Maia de
    Como citar
    A citação é gerada automaticamente e pode não estar totalmente de acordo com as normas

    • ABNT

      OLIVEIRA, João Paulo Maia de; HALLAK, Jaime Eduardo Cecilio. Efeitos de uma única dose de nitroprussiato de sódio em ratos e camundongos tratados com ketamina. 2014.Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto, 2014.
    • APA

      Oliveira, J. P. M. de, & Hallak, J. E. C. (2014). Efeitos de uma única dose de nitroprussiato de sódio em ratos e camundongos tratados com ketamina. Universidade de São Paulo, Ribeirão Preto.
    • NLM

      Oliveira JPM de, Hallak JEC. Efeitos de uma única dose de nitroprussiato de sódio em ratos e camundongos tratados com ketamina. 2014 ;
    • Vancouver

      Oliveira JPM de, Hallak JEC. Efeitos de uma única dose de nitroprussiato de sódio em ratos e camundongos tratados com ketamina. 2014 ;